Um conto

Vamos escrever um conto por mês.

Eu começo com uma frase e você escreve outra frase, a seguir á minha, com sentido. E assim, sucessivamente.

Cada participante escreve uma frase por dia.

No fim do mês, temos de ter um lindo conto.

Participe.

Nota: ponha no fim da frase o seu nome entre parenteses para não ficar confuso, porque depois vou juntar as frases todas. 

Numere as frases para ser mais fácil para mim.

Todos os posts (3)

Adm

Hoje acordei com vontade de passear pela praia

Sentei-me na areia fria a olhar para o mar, a pensar . Esta praia poe-me confusa, já nem sei se sonhei que vi um jovem com um cão ou se foi minha imaginação. Vou esperar mais um pouco, gostava que aparecesse alguém para eu conversar. Que praia tão deserta! E estas nuvens tão estranhas, parece que querem comunicar comigo! Comecei a entrar em pánico e gritei:- socorro, nuvens, mar, areia....não existe mais nada?
Saiba mais…
Adm

O conto do mês de agosto de 2017

1- Hoje acordei com vontade de passear pela praia (livita)

2- Estava um lindo dia, temperatura agradável, sol e muito brilho no horizonte. (Margarida).

 3 .O dia estava tão ameno que a vontade foi tão ágil a esta loucura saudável (Luísa)

4- Imaginem vocês, como eu sou louca! Andei, andei...sem destino certo! ( livita)

5-Caminhei até terminar a faixa de areia e adentrei na mata que se estendia por uns dois quilômetros adiante, até iniciar uma nova faixa de areia, com nova denominação. (Isabel)

6- Mas que praia maravilhosa! Não conhecia este local mágico. A areia brilhava!  De repente vejo um ser estranho, mas lindo! (Livita)

7 - Pensei que fosse um caranguejo, mas não! Ele se afundou na areia que com o brilho intenso confundiu-me. Eu continuei a caminhada e não foi ainda desta vez que descobri que ser estranho e lindo é esse que apareceu na praia. (Margarida).

8-Deixei para lá minha curiosidade natural. Estava me sentindo cansada de tanto caminhar. O sol em minha pele deixou-me com vontade de mergulhar. Assim como estava joguei-me na água e ali despi-me de qualquer preocupação ou cansaço que rondasse meu corpo e meu espírito. Deixei-me levar pela água que de forma benfazeja aliviava e deixa-e leve. A água do mar é capaz de produzir milagres, por isso não dispensava essas caminhadas e os banhos de mar.Ao sair da água sentia-me renovada, pronta para qualquer coisa que tivesse de enfrentar. (Isabel)

9- Depois lembrei -me do ser estranho e lindo, julguei ser um caranguejo mas fiz confusão devido ao brilho intenso da areia. Se calhar até foi imaginação minha, sei lá. Mais tarde procuro, tenho que saber o que é! Mas agora quero me deliciar nestas água tão limpidas. Entro e saio da água...sempre com vontade de voltar a entrar. Este mar é como uma especie de iman que me puxa ...fico sempre com vontade de mergulhar. (Livita)

10 - Meu corpo estremece de prazer, ao calor do sol e ao frescor das águas que me acariciam lentamente... Sou Natureza em festa! (Sílvia Mota)

11-So fiquei  observando com medo, porque nunca tinha visto tao de pertinho a agua   apenas morna e o sol mandava-me o convite a permanecer ali, tranquila, pensando, achei legal (Rosemarie).

12- Enquanto pensava, o quão de belo tem este este mar, vi ao longe o tal ser estranho e belo. Parecia uma miragem!!!! Esta praia mágica poe-me confusa! Até cheguei a pensar em caranguejos! De estranho não tinha nada..era um lindo rapaz que tal como eu, passeava sozinho com o seu cão, nesta linda praia cheia de magia. Ainda pensei chamar , perguntar quem era, mas tive vergonha . (Livita)

13 - O azul calipso enviou-me um convite abrangente de elegancia infinita, igual continuava com medo e asustada por tanta agua ao meu redor (Rosemarie)

14 - Água ao meu redor, areia em meu corpo envolver, um céu em vários tons azuis a me deleitar. Enquanto tudo isso deliciava, torcia para que o dia não terminasse e a noite não viesse buscar meu sonho espetacular. (Margarida)

15- Mas a noite chegou e eu na praia deixei-me ficar. Sentei-me a olhar para o céu, para a lua  redonda, tão brilhante, que linda noite de lua cheia! Felizmente há luar, pensei eu. (Livita)

16- E tinha que voltar para meus aposentos  e livrar-me do medo que as aguas me ofereciam em fim tocou meu celular, ja vinham a minha procura... sonho o realidade?. (Rosemarie)

17- Era a minha mãe, queria saber onde passei a noite. Estava preocupada, mas eu sosseguei-a, dizendo-lhe que tinha dormido na casa de uma amiga. Comecei a ficar assustada, eu nem sabia onde estava, que praia era aquela! Lembrei-me do jovem que passeava com o cão, quem seria ele?! Não o vi mais. Comecei a andar pela praia, para encontrar o caminho para casa. A manhã estava fria, muitas nuvens...(Livita)

18 - Nos Altos percebo que as Nuvens parece que querem me dizer algo... (Zeca-Feliz)

19- O que será? Quedo-me a imaginar... (Sílvia Mota)

20- Era ainda cedinho e lembrei um sonho, fiquei la na praia, mais seria realidade o que sonhei... (Rosemarie)

21-Sentei-me na areia fria a olhar para o mar, a pensar .  Esta praia poe-me confusa, já nem sei se sonhei que vi um jovem com um cão ou se foi minha imaginação. Vou esperar mais um pouco, gostava que aparecesse alguém para eu conversar. Que praia tão deserta! E estas nuvens tão estranhas, parece que querem comunicar comigo! Comecei a entrar em pánico e gritei:- socorro, nuvens, mar, areia....não existe mais nada? ( Livita)

22-O dia anterior inteiro na praia, o sol abrasivo, as sucessivas entradas no mar, a caminhada pela mata que fazia a ligação entre as duas praias, a primeira, na qual vira algo estranho e esta segunda onde me encontro , onde vi o rapaz com seu cão e que me encantou desfilam por meus pensamentos tentando dar-me uma noção de realidade fez eu entender que devo estar a sofrer os efeitos do sol intenso, da noite diferente já que sou novata neste lugar e nos prazeres que o mar proporciona às pessoas e nas consequências para quem dele abusa ou se entrega sem limites. Percebi que deveria voltar, tranquilizar meus familiares, descansar e procurar conhecer melhor a área onde me encontrava. Afinal, só havia encontrado mar, mata e nada mais. Como seria a área urbana, os bares, as festas, a população nativa. Após essa tomada de consciência, empreendi o retorno. Andei bastante, tentando fazer de forma correta o caminha inverso.Ao chegar em casa, saciei a curiosidade familiar, tranquilizei-os e me entreguei ao repouso.

Não percebi os sonhos que tivera até acordar. (Isabel)

23- Este relogio maldito quando desperta até me dá dores nos ouvidos. Um sonho!!!!??? Então eu não passei a noite na praia? Que confusão! São 7 da manhã, olho o relógio com cara de parva!!! (Livita)

24- Estava euforica pelos sonhos inspiradores  que  estavam sedentos de respostas. (ROSEMARIE)

25 - É! Deve ter sido o efeito da maresia, do sol forte, do calor excessivo. Além do mal estar, dor de cabeça, alteração de visão e náusea eu dormi pouco. Mas, de qualquer forma valeu a pena o período passado na praia. (Margarida).

26-Sim, agora que estou  acordada, lembro-me de ter passado o dia na praia, cheguei muito tarde, quase de manha a casa...sol a mais até me pôs confusa. Mas foi bom, apesar do calor durante o dia. Bom, são horas de levantar e fazer algo interessante. Vou dar uma olhadela no facebook para saber novidades.

Ai, que dor de cabeça!!! Será que estou a ficar doente?! Nem consigo olhar para o pc! Estou cheia de sono.(Livita)

27- Ainda persistem em mim as lembrancas do dia ensolarada la na praia, ate porque tenho de trabalhar e tudo o que e bom dura pouco. Mais me sinto ansiosa por continuar la na beira da praia (ROSEMARIE)

28- Saio de casa, a caminho do trabalho, tenho a impressão que hoje vou ter um dia pouco produtivo. Sinto-me tão cansada! E aquela praia mágica não me sai da cabeça! Sinto-me estranha, algo mudou em mim, não sei explicar bem o que! Nem consigo me concentrar. (Livita)
29 - Foi beber das fontes da imaginacao que surpreendeu-me ate o infinito daquele lugar exquisito mais confortavel. (ROSEMARIE)

30- Mas o melhor é deixar de imaginar, esquecer o dia da praia e voltar à realidade. Vou  telefonar ao o meu namorado:

- Olá amor! No fim do trabalho, podemos nos encontrar? Preciso te contar o que me aconteceu ontem.

Ainda bem que ele aceitou. Vamos jantar fora. (Livita)

31 - O jantar fora é só uma desculpa. O que eu gosto mesmo é de estar com meu amor. É tão bom estar junto de quem se ama, dividir os acontecimentos, os sentimentos mais preciosos, os gostos...

Meu namorado é muito compreensivo. Ele me ouve muito. Dá-me atenção, é paciencioso, é carinhoso, é muito gentil. Eu creio que acertei na escolha.

Minhas amigas reclamam muito dos companheiros. Eu não tenho do que reclamar.

Enquanto esperamos pelo garçom que trará nosso jantar, digo ao meu namorado: "Preciso lhe contar o que me aconteceu ontem". (Margarida)

32-Diga amor, o que você fez ontem? Perguntou meu namorado.

Ele é sempre tão gentil.! A nossa relação é linda!

Comecei por contar a minha loucura na praia até muito tarde. Que tinha visto "coisas estranhas", uma mistura de sonho e realidade.

- Querida, sempre foste muito sonhadora e tens um fascinio pelo mar, incrivel. Foste imprudente andar sozinha por uma praia desconhecida, mas felizmente estás bem. Vamos esquecer isso.

Eu prometi que sim....mas não conseguia parar de pensar naquela praia misteriosa.  Preciso controlar-me, não posso, não devo, voltar lá. (Livita)

33- Tentarei distrações diferentes... mas, o quê afastará de mim esses pensamentos turbulentos? Quedo-me a analisar possibilidades... Quem sabe, no perfume das flores do jardim, encontrarei alento? Sim, as rosas vermelhas que florescem ao sol, em particular, precisam de cuidados especiais. A saltitar, subo depressa as escadas que levam ao jardim. (Sílvia Mota).

34- Adoro o perfume das flores do meu jardim...vermelhas, a minha cor favorita! Gosto de cuidar delas, relaxa-me. O celular toca...atendo. É o meu namorado a perguntar como eu estava. Estou no meio das minhas flores, calma, sem stress, respondi.

Ele quer falar comigo, diz que tem uma surpresa...adoro surpresas!!! Vou ao meu quarto, pego na bolsa e saio de casa a correr.  Quando chego perto dele, abraço-o e ao ouvido sussurro:- amo-te.

Ele sorri e pergunta:- queres casar comigo? Sorrio e ....respondo sim. (Livita)

Saiba mais…