Blog 2 (PEAPAZ)

VOANDO

3541978699?profile=original

Voei de asa quebrada!

Mas fui voando…

Vivendo numa pura alucinação

Por aquela velha paixão

Que mexeu em meu coração!  

 

Fui filho do campo

Como um pássaro livre

Dancei em locais ermos

Onde as acácias com seu mau feitio

Me assustavam!

 

Onde o ruído dos carros de bois

Faziam melodia…era pura fantasia  

Era o que eu sentia…!

Não conhecia outra melodia era o que havia

Era a terra de mulheres vazias

Por lhe ser proibido exibir as suas fantasias 

Mas era a minha terra, gosto de recordar

O local onde nada dava para amar…!

 

Nasci naquela terra, de calçadas irregulares,  

De folhar caídas, e de árvores mal nutridas

Corpos vazios, chupados pelo cansaço…  

Bocas amordaçadas mantendo-se caladas.

 

Tudo fazia mal à gente.

Até o amar livremente era improducente!

Nascer, viver, ou morrer, tanto fazia

Nada nos dava alegria…!

 

Não me lembro de ver alguém sorrir

Lembro-me de ver gente cair

E de alguns partir para outros mundos

Onde lhe deram a liberdade de expor

A sua capacidade …!

Joaquim Moreira

28-01-2016

 

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.