Blog 2.0

vida nova

vida nova

 

 

 

despimos o velho

como quem larga a samarra

na íris do calor que se adivinha

e num súpeto o novo assola-nos

 

no primeiro de Janeiro

acordamos novos

despertos para uma vida nova

acordamos com outros olhos

de um novo olhar inventado

um outro olhar sobre a vida

vemos o mundo outro

mais nosso, menos ele

 

a esperança aí está

ela toda inteira íntegra

garras para a luta

 

e sonhamos o mundo

de sorrisos abertos

a sorrir para a vida

e a vida a sorrir

 

 

Ana T. Freitas

Para todos os Poetas e Escritores do Amor e da Paz. Um abraço fraterno.


Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.