Blog 2.0

União

Poema sem verbo

 

Palavras de amor,

Lágrimas, emoção.

Perfume da flor,

Carinho às mãos.

Nos beijos, calor,

Desejos sem nãos.

Na alma, outra cor.

Nos corpos, união.

 

Fiore

Reg. EDA/FBN

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Unir  corpo , mente  , alma  em  sentimentos e ações. Lindos  versos  que  traduzem amor.

  • Oi Sílvia. Muito obrigado pela leitura e comentário. Realmente, o poema sem verbo é muito difícil de ser construído, mas felizmente tenho conseguido fazer alguns. Ainda não contei quantos eu tenho. Creio que chega a uns 15. É infinitamente melhor escrever os versos livres. Porém eu me obrigo à forma física como exercício diário. Tenho conseguido alguns resultados. Abração e sucesso a todos do PEAPAZ.

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Muito bom, teu poema sem verbos. O desenvolvimento mantém-se livre, cadenciado... Somente escrevi um poema assim, sob forma de desafio num site do qual participei. Considero-os difíceis de realizar. Parabéns! Beijosssssssssss

This reply was deleted.