Blog 2.0

SONETO À VERDADE XLI-VIVER É TER A DOR VENCIDA
-
Noneto-Poético-Teatral Nº 72-Soneto nº 6.449
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil (*)
Interação-interpretativa da reflexão de
Klinger Sobreira de Almeida, Cel.PM.Ref.
-
Viver requer ação, sentir na dor
fugaz do voo, a queda sem ser vista;
na travessia vence a Lei do Amor,
Campo de Pouso traz a Fé benquista.
-
Todo ser ao nascer quer ter vigor;
tem um dever: buscar obter conquista;
fazer brotar sementes com sabor!
Quem não arrisca não alcança a pista.
-
Valor está na força da Vitória;
cair, lutar, reerguer-se, com certeza;
enfim compor a clave de uma história.
-
Sei que a dor põe mais forte quem sofreu;
resignação revela a tal fraqueza:
_Só passou pela vida, não viveu.
Belo Horizonte, MG, 27 de junho/2017.
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/6038416

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas