Blog 2.0

Será poesia?

3541837103?profile=original

Em face ao que chamo de poesia
Saio ileso e repleto de hesitação
De minha mente que irradia
Palavras soltas, fragrância de brisa
Imagens belas, outras distorcidas

Procuro entender meus devaneios
Declarando assim meu vasto anseio
De expressar o que sinto sem cabresto.
E em nota de alforria ou de precipitação
Imploro clemência de apenas por um dia
Ter duvidado dessa tal inspiração.
 

Imagem cedida pelo google imagens

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.