Blog 2.0

PRATA BABPEAPAZ

Ritual_Marcia Portella

 

3541688483?profile=original

 

O vinho não foi bento,

a palavra não

confessou,

a nave da capela

ficou fria,

o livro não foi lido,

cânticos de louvor

ecoaram sem sentido..
O cálice suspenso

 entre mãos,

tingiu de sangue

a bata branca,

onde o fogo

sagrado controla 

 a cólera

 na pia funerária

que consome à fúria ,

rosários desfiam 

entre dedos feridos;

 em clausura secam

  corpos fecundos

em eterna prisão.

No outeiro em

gritos vermelhos

crescem flores,

o missal contempla

 bençãos solenes;

nos joelhos feridos,

constante oração....

Tortura no

confessionário

 onde ecoam gemidos;

pecadora confessa,

espera punição,

ungiu em óleo

seu corpo em chamas,

adormeceu ébria

nos braços de Baco-

roga absolvição.....

 

Mracia Portella_Go

25/12/2009

 

                                                                                        Beethoven_Romanza Per Violino

                                                                                                                                          

                                                                                                                                              Imagem Web

 

 

 

 












 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • PRATA BABPEAPAZ

    Lais,feliz por te encontrar entre meus versos................bjus

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    ...pulsão e compulsão...

    beijo

  • PRATA BABPEAPAZ

    Meu carinho aos poetas que estiveram em meu "Ritual"....bjus

     

  • Embora em seja contra os rituais, tenho que admitir,

    que seu poema nos trás a beleza das palavras,

    entrelaçadas en ritmos e a escrita.

    e com tudo o que o poema encerra,

    tortura, prisão, vinho, fogo, louvor,

    assim se fazem os poemas de amor..

    abraço, joaquina

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Explêndido Ritual!

    Maravilha de poema.

    Bjsss

  • TOP BABPEAPAZ

    Um rosário de sentimentos, desfiados um a um em "Ritual".  Ao som de violinos...

    Beijos.

  • "Rosários desfiam entre dedos feridos; em clausura secam corpos fecundos em eterna prisão"... Magnífico !  PAOLO.
  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Espera punição... mas, roga absolvição... Que rito misterioso! Beijosssssss

  • "O vinho não foi bento" !...

    Muito bom, Marcia, parabéns!

This reply was deleted.