Blog 2.0

QUANDO O TRABALHO DO POETA É UMA EXALTAÇÃO À VIDA

QUANDO O TRABALHO DO POETA É UMA EXALTAÇÃO À VIDA

 

 

3541649911?profile=original

 

É imensa a satisfação que tenho ao divulgar o Número 10 da Revista eisFluências, de abril de 2011, que circula a partir de hoje.



A Revista, como sempre está ótima.



Acresce a essa satisfação o fato de, para esse número, eu estar divulgando em minha coluna, o trabalho profissional competende de Vania de Castro Moreira, uma das autoras que atuam no Peapaz, no Silvia Mendonça, no Mural dos Escritores e no Recanto das Letras onde tive o primeiro contato com seu trabalho. Poeta talentosa, faz da poesia instrumento para dar vez e voz àqueles que por infortúnio apegam-se à vida na forma como Drummond nos fala que há flores nos campos; e eu preciso acreditar nos poetas:



Campo de Flores

. . . . . . . . . . . . . . . . .

Era o tempo de terra.

Onde não há jardim as flores nascem

de um secreto investimento em formas improváveis.

. . . . . . . . . . . . . . . . .

Carlos Drummond de Andrade.



Poesias colocadas a serviço do homem e da humanidade, engrandecendo a vida, transcendendo ao cotidiano intimista para ferir a lira do Universo, no teor e na qualidade em que nos disse ser necessária o amigo Jorge Cortás Sader Filho em sua crônica Escrevendo com Sangue que também vem publicada nesse número da Revista.



A todos uma boa leitura e um bom dia.

 

Aqui está a Revista:

 

http://www.eisfluencias.ecosdapoesia.org/eisfluencias_abril_2011_2_10.pdf

 

Marco Bastos.

 

´

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Obrigado, Vania.

    Nesse mundo tão fluido e difuso, há iniciativas e atividades estruturadas e concretas em prol da saúde, do bem estar, da educação, do crescimento e desenvolvimento das pessoas. Nesse mesmo mundo tão fluido e difuso, por uma questão cultural, há um enorme desperdício do potencial de colaboração que a internet propicia. As pessoas que realizam tais atividades normalmente defrontam-se com a indiferença ou com o desinteresse da Sociedade em divulgar e apoiar tais iniciativas. Uns dirão que esse é o seu trabalho. Outros que você já é paga para realizá-lo. E todos têm razão. No entanto eu imagino o quanto de dedicação e de esforço, o quanto de incertezas e de preocupações não está envolvido em suas atividades. E para isso não há recompensas monetárias. Gosto da arte pela arte, da poesia pela poesia, mas dou preferência a divulgar trabalhos como o seu, como o do Luis Almeida que reconstitui a história literária do Modernismo Brasileiro e cria em uma pequena cidade do interior de São Paulo um centro de cultura com quase mil obras em seu acervo, e o abre para consultas e visitação, e não encontra tempo para agendar outras palestras. Trabalho como o de Maria Inez que procura reconstruir a atividade literária de uma cidade onde as pessoas cada dia mais se voltam para o seu dia-a-dia rotineiro e sonham alienadamente com os capítulos das novelas. E faz-se um esforço enorme para congregar os escritores dessa terra que se espalharam pelo mundo. Eu na Bahia, um outro na Coréia, dois nos Estados Unidos e Canadá, uma na Bélgica, e diversos em vários estados brasileiros. E edita-se uma antologia com trinta e três autores, duzentas e quarenta e uma páginas, na tentativa de dinamizar a cultura local como fez Cora Coralina no tempo em que morou lá, entre nós. Eu me sinto feliz quando consigo conhecer e divulgar trabalhos como esses. Mais uma vez parabéns por conseguir sensibilizar pessoas tão importantes como os amigos e colegas que aqui lhe deram o seu apoio e a incentivaram a prosseguir lutando contra os efeitos de uma doença que maltrata muito as pessoas que acomete.

    abraços.

    Marco. 

    ´

     

  • Marco, Carminho e amigos da PEAPAZ,

    agradeço o carinho, as palavras, a atenção.

    Tudo tão importante e significativo.

    Obrigada queridos, obrigada!

    Cada palavra escrita ficará em meu coração.

    Beijos de carinho e paz.

    Com ternura,

    Vania

  • : Prezado amigo... Obrigada pela sua participação! - Revista eisFluências de Abril de 2011 - VEJA O ANEXO - Você está aí!
    Exibir contato
    Marco Bastos <marcobastos2001@yahoo.com.br>
    Revista EisFluências <eisfluencias@gmail.com>

    Amigo Marco,
     
    A Revista eisFluências sente-se honrada e feliz com a sua aprovação.
    Por todos nós, muito obrigada!
    Estamos todos de Parabéns, porque a Revista é de todos que integram cada edição, ressaltando que,
    mais uma vez, a sua colaboração, amigo Marco, trouxe-nos material de especial importância.
    Por favor, apresente por nós, o nosso louvor à Professora Vânia de Castro Moreira, pelo altruísta
    e meritório trabalho a que se dedica.
    Agradecemos também a sua divulgação pelos vários sites em que o Marco se move.
    Juntos somos mais fortes!
    O nosso abraço,
    Carminho
  • Obrigado, Clevane. Deixei comentário na haruko e aproveitei para lhe responder sobre o meu quadro.

    abrçs.

  • Marco e Vânia:

     

    Não resisti e postei nossa troca de palavras, para divulgar a harmoniosa confraternidade que existe aqui no PEAPAZ.  Uma verdadeira REDE DO BEM. Se tiverem um tempo, visitem:

     

    http://hana-haruko.blogspot.com/2011/04/peapaz-rede-do-bem-eisfluen...

     

    A eisfluências está realmente muito boa!

     

    Bom final de semana;

     

    Clevane Pessoa

     

    Exortando...

     

    "eisFluências", influencie

    sempre todos os leitores,

    que o verbo, não silencie,

    que nos falem seus pastores,

    que a palavra cante ou pie

    nos vôos de seus cantadores

    que seu estilo nos fie

    uma colcha de esplendores...

     

    ><**>/p>

     

    (e por aí vai...Clevane )

    3542687985?profile=original

     

    Acima um de meus desenhos para a página em "Estalo, a revista"-"Clevane Pessoa e Convidados

    PEAPAZ-Rede do Bem , EISFLUÊNCIAS-e Marco Bastos, além de outros amigos
    Amigos: Pertenço a uma comunidade da NING chamada Poetas ,Escritores do Amor e da Paz (PEAPAZ), coordenada pela talentosa ,ética e empáti...
  • Bom dia, Áurea, minha querida e talentosa amiga. Embora eu saiba que você gosta de participar nos sites ao seu jeito, livre como uma trova bem tecida, eu gosto imensamente quando você sai da toca e se faz presente. Gosto da parceira poeta inspirada que me incentiva a procurar escrever boas poesias. Acho você imbatível nas trovas e nos cordéis, principalmente no galope-a-beira-mar que conheci através de suas postagens e também o divulguei na eisFluências. Seus sonetos são lindos e suas músicas são primorosas. Toda vez que quiser ou puder apareça para matar com sua alegria a saudade dos amigos.

    Desejo-lhe um lindo final de semana.

    beijos.

    Marco.

     

     

     

  • E então, Silvia. Aos poucos as pessoas vão se deixando ver e vamos descobrindo quanta beleza há em nossos amigos. A sua rede é importantíssima para essas interações.

    Um lindo final de semana para você.

    beijos.

    Marco.

  • Está bem Marcial. Obrigado pela leitura e pelo comentário. Vania merece.

    Entre os ósculos e amplexos, opto pelos amplexos. rsrs.

    abraço.

    Marco.

  • DIAMANTE BABPEAPAZ
    Fui até a Revista, mais uma vez. O trabalho de Vânia é comovente! Quanta honra, por tê-la entre nós! Parabéns, Marco, pela divulgação!
  • .

    Marco, o trabalho da nossa querida Vania é mesmo comovente, que mulher maravilhosa!!! Eu já disse a ela por e-mail, mas torno a dizer o quanto me orgulho de ser sua amiga. O espaço que você lhe dedicou na excelente revista eisFluências, além de ser um merecido reconhecimento, é um presente para todos nós. Muito bom sabermos que existem pessoas tão dedicadas ao próximo, tão solidárias à sua dor. E com tanta beleza interior que transformam essa dor em poesia, existe algo mais lindo que isso?
    Quanto ao texto do nosso amigo Jorge, forte e verdadeiro como ele, muito bom!
    Marco, obrigada por me fazer sair da toca, rss, dei uma saidinha no aniversário da Peapaz e me escondi novamente. Nos momentos especiais não podemos estar ausentes, né? Aos pouquinhos irei voltando até ficar, rss...

    Beijos, inté.

    .

This reply was deleted.