Blog 2.0

PRATA BABPEAPAZ

Ponte da Lapa (Homenagem à querida Cora Coralina)

3541620167?profile=original

A rua estreita já não é a mesma
Sempre que chora derrama suas
águas que escorrem até a ponte
caindo no rio.

No casarão antigo suas paredes
sussurram, prosas e versos,
perdidas sem a voz da poetisa

Só sua essência permaneceu
defumando o silêncio, com aroma
de cravo e canela, da mulher
doceira que dormia com a poesia
na palma das mãos.

Sentiu as dores iluminada pela
luz do candieiro, quando pariu
a poesia, ao pé do borralho.
Adoçada com cocada cheirando
a jasmim.

Foi a flor mais linda que o cerrado
goiano concebeu
De nome Aninha, que virou anjo,
voando com cheiro de flor.

Deixando em seu rastro uma
poeira de estrelas onde o vento
em ligeira cavalgada
Esparramou no céu de Goiás

Marcia Portella
06/11/2008
Imagem Google

Publicado no Recanto das letras_2326811

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • que belo... pura delicadeza, um linda homenagem!
    bj
    Rose
  • Que suavidade!!!... Bela homenagem
    a Coralina. Parabéns! Bjs.
  • DIAMANTE BABPEAPAZ
    Jorge tem razão, pois conhecer Cora Coralina e com ela estabelecer vínculos de amizade é privilégio de poucos, mesmo. Do teu poema emana cheiro de cravo e canela, de terra molhada, de casarão antigo... de poema de Cora Coralina...
  • PRATA BABPEAPAZ
    Tive o prazer de conhecer Aninha (Cora) ter um livro autografado por ela em seu casarão ...Criatura adorável com cheiro de cravo e canela..Existem pessoas que nunca deviam partir...
    Um beijo a todas.......
  • Querida Marcia,

    que linda homenagem!! Você descreveu Cora Coralina de um jeito singular e autêntico, que coisa maravilhosa! Parabéns por expressar Cora Coralina tão verdadeiramente. Receba meu abraço e carinho, Vania
  • Mais de 10 anos em Brasília e não consegui ainda visitar a terra de Cora Coralina...Sua homenagem a ela lindíssima! Poesia com gosto de Cora Coralina de verdade! Li histórias da casa velha...algo assim...dela...Gostei mto!
  • Marcia, Cora Coralina lembra-me um período muito maravilhoso que vivi na minha vida e hoje lendo teu poema, voltei nas boas lembranças...sempre algo de bom...deixa rastro...parabéns por esta doçura! Bjo'sss
  • PRATA BABPEAPAZ
    Bela homenagem, querida Márcia!
    Pura Coralina com cheiro de doçura e sabor de palavras-lições de coragem, corada de emoções!
    Beijos
    Graça Campos
This reply was deleted.