Blog 2.0

Poeta

3541731616?profile=original

Poeta

O Poeta descobriu-se

no talhe da alma humana
muitas vezes
pesado
inchado.

A sua própria alma
queimou
abstrações e cores.

O Poeta descobriu-se nas estrelas,
constelação,
sob o olhar soturno
do moribundo e do intelectual
que não entendem
o coração do Poeta,
mas que compreendem
as ilusões derramadas
sobre o papel.

O Poeta, enfim, descobriu-se...
e descobrindo-se
cobriu-nos
com seu arco-íris,
com sua gutural risada,
com seu talento marítimo
de emergir dores
e imergir lágrimas.
E,
na exaustão do traço,
esparramar-se na areia
da nossa existência
e se fazer canção.

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Obrigada, Lilian! Sua presença muito me alegra. Bjos.

    3542851593?profile=original

  • Lindo, muito lindo Sueli. A alma é essa canção onde habita o poeta em sua música, com seu eco primordial que precisa dizer ao mundo! bjusssssssssssssssssss

  • Amigos, é com grande alegria que venho agradecer a visita e os comentários. Muito obrigada. Bjos.

    3542848048?profile=original

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Maravilha Su. Versos escritos com o coração.

    Bjssssss

  • "que não entendem
    o coração do Poeta,
    mas que compreendem
    as ilusões derramadas"

    o poeta é um louco que apesar de todas as evidências mente até prá si mesmo. a poesia é o silêncio incomunicável. 

  • TOP BABPEAPAZ

    Excelente!

  • O  Poeta descobriu-me em mar revolto  e  seu sorriso é  meu  farol... Lindo   e  emocionante  poema. abraços das Campinas

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    O Poeta, através da sua inspiração, alcança o Universo, como um todo. Beijosssssssssssssssssss

  • BRONZE BABPEAPAZ

     Este é o poeta da alma, hein!

     Parabéns Sueli.

     Beijosssssssssssssss

This reply was deleted.