Blog 2 (PEAPAZ)

BRONZE BABPEAPAZ

O sal

3542034811?profile=original

O Sal

Sal de mim brota com sabor dor

 Escorre dentro d’alma ferindo

Rubro invisível soluçante

Marcando sulcos de tristezas mil

 

 

Calam se sons alegres de canções.

 Silencio habita as entranhas.

Uníssonos murmúrios gemem.

 O ser que chora desconsolado.

 

Ponte da travessia quebrada.

Passagem impedida da vida.

Canoa sem remo que desliza.

 

Caudalosas aguas invencíveis.

Brotando do amargo coração.

 Geme grita oásis solidão.

Dione Fonseca

 

O sal

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.