Blog 2.0

O Inferno.

O Inferno foi criado para os “maus”,
Para os criminosos, para os desumanos
E para os que ficaram às portas do Céu,...
Sem permissão para entrarem, sem vez,
Pela lotação esgotada deste mundo…
O Inferno pariu-se na ilusão da doutrina
Dos iluminados, no vazio da reflexão…
Tornou-se numa forma de depurar
Os inocentes, os temerosos e demais
Crentes de deuses implacáveis e coléricos,
Enquanto grassam as notáveis vantagens
Dos refugiados em religiões convenientes.
O Inferno acontece assim, como terminal,
Na mente de quem ignora as diferenças
Entre o chamado “mal” e o parco “bem”.
Significa pois que, para lhe aceder
Basta que um vivente se torne mortal
Porque encontrará à sua espera
O desconhecido, muito provavelmente,
Porque, sem pensar, já o teve vivido.
Descendo à Terra, o Inferno, talvez
Sejam os muitos trabalhos e sacrifícios
De quem, apesar de se esforçar,
A vida não lhe sorri, o mundo não acontece.

Joantago

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.