Blog 2.0

PRATA BABPEAPAZ

Não me toque_Protesto

 

3541636633?profile=original 

Ouve-se ao longe um canto:

é a voz do medo ninando a menina...

Anoitece, está só, encurralada,

sentindo o pesadelo latejar

em seu corpo franzino

espreitando seus sonhos, seu sonhar... 

Batendo asas como um corvo

 o mal chega grasnando seu nome... 

Encolhida, ela enrosca-se em novelo

rolando de encontro à sua alma

de menina profanada, cansada,

que se fez noite... 

Em argila maleável endureceu,

em objeto imutável,

uma concha... sua habitação. 

Sufocada,solta-se do medo

flutua como pluma.

 Suas pupilas se movem apáticas

pela noite transmitindo um pedido

  mudo de socorro...

 Inerte,colidindo com outro corpo,

  flutua presa,maculada,muda...

                            Marcia Portella_Go

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Parabens D+ !!

  • PRATA BABPEAPAZ

    Belo, triste, forte, mas encantador! Bjs

  • 3543040211?profile=original

    ...porquê delas é o REINO DOS CÉUS...

    Unamos-nos todos à uma só voz:

    GLÓRIA A DEUS NAS ALTURAS E 

    PAZ NA TERRA ÀS CRIATURAS

    POE ELE AMADAS!...

    ==============================================

    Triste, porém um lindo trabalho;

    parabéns; beijos.

  • PRATA BABPEAPAZ

    Esses acontecimentos ocorrem em grande quantidade. A humanidade precisa tornar-se de fato Humana. Mudar os valores, conhecer os verdadeiros conceitos.

    É uma verdade social, originada por muitos fatores, infelizmente.

    Beijossss

  • OURO BABPEAPAZ

    Um poema forte!

    Um grito, um apelo...em linhas!

    Quantos casos estarão acontecendo agora?

    Não temos respostas, mas só de pensar a gente se apavora!

    Beijos

  • PRATA BABPEAPAZ

    Mônica,editei em protesto, cansada de ver nossas crianças serem dizimadas pela crueldade... humana???  

    Te abraço........

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Há tanto já editado. Mas da realidade de teus versos, nada mudou.

    Felizmente tua poesia também não mudou.

    Bjssss

  • Querida amiga, vc continua mesmo imbatível. É muita sensibilidade para uma pessoa só. Belíssimo!!!

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Teu poema arrepia os poros mais indolentes.

  • o medo tem coração

     

    casa apagada
    escada escura
    escuto passos
    ensurdeço aos gritos
    antecipadamente
    sufocados
    na vergonha do que sou

    acordado
    noite após noite
    a porta se abre
    e disparo
    diluído ao horror
    danço ao tesão
    criminoso

    preciso sobreviver
    fecho os olhos
    prá não ver
    e não ser
    sem alma
    sou o coração
    do medo


    Beijos, Nefertiti Simaika.

This reply was deleted.