Blog 2 (PEAPAZ)

Não foi perdida

(À amiga Jadnete Ana da Silva Cordeiro)Quantas obras do bem aqui fizeste!Quantas outras tu tinhas por fazer!Mas o homem que só do mal se veste,Batalhou pra tentar te interromper.Teu caminho cruzou, te pôs ao chão,Em um ato de pura malvadezaE a notícia correu de mão em mão,Mas não fez abalar tua nobreza.Quem nasceu para só fazer o bemE viveu rodeada de só amigos,Não se abate partindo para o além.Bem melhor estarás na outra vida,Desmentindo quem disse nos artigos,Que essa bala, em ti posta, foi perdida.Ismael GaiãoRecife, 23 de julho de 2010.
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Obrigado Jaime, Mônica e Zaymon! A poesia é nossa válvula de escape para descrever as dores e felicidades que a vida nos traz, e ela nos faz chegar a deduções que nunca havíamos pensado antes. Como disse Mônica "essa bala tinha o endereço certo".
  • DIAMANTE BABPEAPAZ
    Verdade.
    Concordo com Jaime.
    Essa bala tinha o endereço certo.
    Bjsssssssssssssss
  • Excelente soneto com um veemente e trágico desmentido.
    Parabéns pela obra e pela homenagem. Abrçs.
This reply was deleted.