NÃO SEREI MAIS POETA

NÃO SEREI MAIS POETA

Publicarei na internet
Com imensa alegria,
Não serei mais poeta...
Hoje serei poesia.

Poesia concreta
Poesia romântica
Poesia moderna...
Poesia... Poesia.

Perdoe-me os amigos,
Meus poucos leitores,
Mas durante esse dia
Não, não serei poeta!...
Serei só... poesia!

Deixarei meu poema
Nascer livremente,
Deixarei tomar conta
De todo ambiente.

Não irei consertar
Um verso que seja,
O poema surgirá
Como ele deseja.

A partir de hoje,
Com imensa alegria,
Não serei mais poeta...
Serei só... poesia.

ANTONIO COSTTA

********************

NO SERÉ MÁS POETA

Voy publicar en Internet
Con inmensa alegría,
No seré más poeta...
Hoy voy a ser poesía.

La poesía concreta
la poesía romántica
La poesía moderna ...
La poesía ... la poesía.

Perdóname amigos,
Mis pocos lectores,
Sin embargo, durante ese día
No, no voy a ser un poeta! ...
Seré sólo... poesía!

Dejaré mi poema
Surgir libremente,
Dejaré invadir
Todos los ambientes.

No voy a arreglar
Un solo verso,
El poema aparecerá
Como así lo desea.

A partir de hoy,
Con inmensa alegría,
No seré más poeta...
Soy sólo... la poesía.

ANTONIO COSTTA

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Sem poesia, poeta não existe.
    Sem poesia ele é só fantasia.
    A poesia é a alma do poeta.
    Morre o poeta, fica a poesia!

    Antonio Costta.

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Sem o poeta a Poesia jamais chegará a ser poema... e, mesmo para senti-la solta no ar, é preciso ser poeta. Beijossssssssssssssss

This reply was deleted.