Blog 2 (PEAPAZ)

NÃO ACORRENTES

 

Se ainda não me conheces

Jamais me conhecerás

Os rostos e os dias levam…

As lembranças, só esquecem

Àqueles que não as merecem

Mesmo sem te ver não esquecerei

Sempre me recordarei por onde passei.

 

Com o tempo e as tempestades

É tempo de entenderes como eu te entendo

Agora eu sei a diferença

Do certo e do errado

Mas não vou fazer nada…

Para desmanchar o nosso passado.

Espanta o nervosismo

Mesmo que eu chegue fora das horas marcadas.

Estamos agindo como adolescentes

Em vez de aproveitar o tempo

E ficarmos contentes.

 

Os dias não são macabros

A mente é que vai traindo a gente

Pois se não me conheces

Jamais me conhecerás!

Todos temos os nossos defeitos

Alguns até engraçados

Eu tenho os meus, tu tens os teus…!

 

Basta confiares em mim como eu confio em ti

Mesmo a longa distância … fiquemos juntos…!

Tudo se afagará facilmente

Ficando juntos calmamente

Ou poderemos em consciência dizer adeus…!

 

O que adianta um amor

Quando não se foca o olhar um do outro…?

Já não nos conhecemos nem iremos nos conhecer.

Mas vamos a tempo, de deixarmos perder tempo.

Mesmo que a língua se sinta presa

Guardaremos o sentimento cá dentro

A pressão romântica!

Vai-me deixando louco. O tempo está a passar 

Estou a perder terreno

Sentindo-me dia a dia mais pequeno

Não queiras ver este apaixonado acorrentado

Sendo assim podes pôr-me de lado

E esquece o nosso passado…! 

 

Joaquim Moreira

22-03-20163541990943?profile=original

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.