Blog 2.0

LUZIA

3542042562?profile=originalIlustração de Audifax Rios - Livro Benditas e Guerreiras (M.Fonsêca)

LUZIA

Luzia iniciou sua jornada,

a primeira mulher de nossa terra,

em Minas onde ergueu a fronte ousada,

corpo pequeno e mente, agora, eterna.

 

A primitiva vida atormentada,

sua primeira morada uma caverna.

Será que a protegia alguma fada?

Alguma deusa a olhava, terna?

 

Que perigos enfrentou em sua lida,

pois morreu jovem, vinte e poucos anos,

talvez por feroz tigre bem ferida.

 

A flor da luz de suas mãos nascia,

pois proteger seu grupo eram seus planos,

quando o fogo na noite reluzia!

LUZIA (a primeira brasileira) foi o nome que recebeu do biólogo Walter Alves Neves o fóssil humano mais antigo encontrado nas  Américas, com cerca de 11.400 a 13.000 anos. Este crânio de uma mulher, com cerca de 20 anos, foi encontrado no início dos anos 70 pela missão arqueológica franco-brasileira, chefiada pela arqueóloga francesa Annette Laming-Emperaire. O crânio foi achado em escavações na Lapa Vermelha, uma gruta na região de Lagoa Santa e Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Luzia foi provavelmente vítima de um acidente, ou do ataque de um animal. 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.