Blog 2.0

DIAMANTE BABPEAPAZ

Este meu amor... [Soneto Alexandrino]

 

 

Este meu amor...


Porque te amo assim e indefinivelmente,
os céus invadirei em busca do infinito.
Serei mulher em flor e indecifravelmente,
teu canto em alegria, o beijo favorito.


À cor do meu olhar, estrela abducente,

ao negro do cabelo, olor do meu delito.
Porque te amo assim e indefinivelmente,
os céus invadirei em busca do infinito.

Meu corpo, anseio em luz, trepida avidamente
e um talco estelar completa-me este rito,
a polvilhar gemido em som de tom demente.

 

Tal pássaro, alada, ardor em minha mente,

os céus invadirei em busca do infinito,
porque te amo assim e indefinivelmente.

 Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz.
Rio de Janeiro, 18 de julho de 2010 – 14h10.

Reeditado em 24 de março de 2012 - 14h48
Fundo musical: Ernesto Cortazar. Sicilian in romance

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Maravilhoso soneto, Sílvia querida.

    Beijinho

    Nanda

  • Amor transcendental;porque é infinito e vai até o fim

    do que o fim não tem!...Sublime poetar que louva o

    mais sublime!...Aplausos e beijos poéticos.

  • Esplêndido soneto, a límpida inspiração da alma... Abraços, cara amiga poetisa...

  • Sem dúvida, um belo e amoroso poema. Bravo!

    E essa foto, não menos..rs

    Um beijo!

  • Aplausossssssssssssssssssssssssssss querida, um poetar profundamente infinito, arrepiei, beijokas com carinho

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Um amor tão infinito quanto belo amada Silvia

    Viajei junto aos seus lindos versos.

    Meus aplausos pelo maavilhoso poema.

    beijosssssssssss

  • Um mágico eco confessional, cósmico, de uma lírica buscadora, alquímica,  belo demais! Um beijo!

  • Maravilhosa imagem poética, repleta de magia e lirismo, eternizada e esculpida com métrica perfeita !!!

  • Poema encantador, mais um fascinante.

    Foto esplenderosa. És tu? rs és uma mulher

    muito bonita. Mas uma Poeta ainda mais (se é que isso é possível!)

    Parabéns e carinho para ti, Silvia,

    Vóny Ferreira

  • E porque assim indecifrável te sinto

    Aos céus subindo o infinito busco

    Espero ao entardecer, junto ao lusco-fusco

    Trazer-te o sol, ao colo da lua, dormindo...

     

    Belissimo o memento, Poetisa! :)*

This reply was deleted.