Blog 2 (PEAPAZ)

PRATA BABPEAPAZ

Entre tons de Outono

3542080978?profile=original

Olhar o céu de outono à noite, é mais que ver, simplesmente, um infinito pontilhando e pontuando a fertilidade da imaginação. Sinto a Constelação de Áries a brilhar intensa, iniciando um novo astral, a captar-me desejos.

Primeiras estrelas que surgem, afaguem-me os anseios nesse tom noturno, entre ouro e prata, divergente da secura outonal.

Bem próximo da cadeira da varanda que, a essa hora, caçou um canto no jardim, cadeira essa, de ver estrelas, adormecem profundo sono, folhas sem viço, estrelando a morte!

Assim a lua emprestou suas cores, vestindo de focos luminosos, a derradeira hora das folhagens. Foram tantas as histórias e trajetos até se desfalecerem umas em meus pés, aninhando-se quase sob os chinelos gastos, preferidos, poderosos contadores de causos e passos, e cheios de manias mesmo. Folhas outras desse tempo promovem viagens ousadas e fatais, deixam nuas suas moradas, já que, de ciclo em ciclo, a vida carece vida.

Sem contar os méritos e grandes lições, elas se transformam em livrarias da estação do Fall. Uma das impressionantes páginas diz-nos da habilidade do desprendimento. Outra, da transparência dos fatos reais. Os tons terra têm cheiro e sabor de vivências. Novas cores expressam gratidão. Manhãs rosadas, tardes douradas, chão em matizes descorados, alguma vermelhidão mesclando a vida. Tudo é mutação.

No Outono, minha alma é primavera. Em abril sou “Flor” reinventada...

Maria das Graças Araújo Campos, 05/04/2018.

Graça Campos. ENTRE TONS DE OUTONO.

Lincença Criative Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 3.0 Brasil License.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.