Blog 2 (PEAPAZ)

Então, pede-me que a esqueça...

3542050590?profile=original

E então, pede-me que a esqueça,

- assim despreocupada, tão serena,

como sendo coisa que fácil aconteça

fosse um amor apenas emoção amena.

 

Nada sou, só grão de areia no deserto,

rolado, levado pelo vento inclemente;

jamais levantaria as dunas por perto,

tão insignificante que sou certamente.

 

Como íngreme penedo na falésia fincado,

também não posso conter o vigor do mar;

tácito, deixo-me então açoitar conformado,

a mim impossível seria o fragor rechaçar.

 

Poderia a cana do frágil junco conter o vento,

nas matas resistirem as frondes ao vendaval?

O mesmo Sol nasce a cada manhã com alento,

mas não resistem as folhas ao temporal.

 

E então, pede-me que a esqueça,

- assim despreocupada, tão serena,

como se ao andar aleatório dessa caleça,

dominasse também eu de forma plena.

 

Sou apenas poeira caída de uma estrela,

um nada diante do esplendor de Aldebarã,

jamais poderia sequer pensar em esquecê-la,

encantado que estou na sua magia, a liça é vã.

Do livro "Pólen de estrelas"

Luiz Morais

2017 - Brasil

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • PRATA BABPEAPAZ

    Belo poema esparramado na poeira das estrelas

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Ecxcelente

  • PRATA BABPEAPAZ

    3544098054?profile=original

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

     Um poema de grande beleza.

    Sensível inspiração, que imortaliza o nosso querido poeta, que agora habita o mundo das estrelas.

    Saudades, sempre.

    3544095695?profile=original

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Nem de propósito ... ao abrir o nosso portal do Amor e da Paz encontro este poema de Ibn Ammar... 

    Querido Poeta Luiz Morais, in memoriam te aplaudimos porque NUNCA  esquecido serás, nas estrelas e seu rasto de poeira de beleza.... 

    "Bom é  que não Esqueçais"

    Ibn Ammar

    poema ao acaso...


    Bom é que não esqueçais
    Que o que dá ao amor rara qualidade
    É a sua timidez envergonhada.
    Entregai-vos ao travo doce das delícias
    Que filhas são dos seus tormento

    Porém, não busqueis poder no amor…
    Que só quem da sua lei se sente escravo
    Pode considerar-se realmente livre.

    o eterno aplauso...

    3544094213?profile=original

    Bom é que não esqueçais - Poema de Ibn Ammar
    Bom é que não esqueçais / Que o que dá ao amor rara qualidade / É a sua timidez envergonhada. / Entregai-vos ao travo doce das delícias / Que filhas…
  • OURO BABPEAPAZ

    Belíssimo poema.

  • Excelente. Um grande abraço exercício rimsdo. Parabéns!
  • Luiz Morais, Parabéns! Excelente poema!
  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Um belo poema a encantar o leitor.

    Parabéns, poeta.

  • BRONZE BABPEAPAZ
    Muito bom
This reply was deleted.