Blog 2.0

Doze badaladas

3541736534?profile=original

Cruzei-me contigo na praia
Perambulavas distraída
Olhavas romântica à lua
Por vezes a via abstraída
Assim caminhavas...

Reflexiva e altiva

Só e sereno, sem medo
Fiquei à beira mar
Alisava no silêncio... Segredos
Planejava em ti chegar
Brincava com as conchinhas

Suspirava ao ritmo das ondas

Descalço
Pensamento distante...
Relembrava percalços.
Amores caídos no silêncio
Camisa, de branco linho

Cabelos em desalinho

Livre da prisão da cintura,
Sonhava com meus carinhos
Eram dias de aventuras
Dançava ao som do vento
Quantas variadas canduras.

Sublime momento

Cenário de ternura
Na companhia de um coro
De melros azuis...
Mergulhava os teus olhos
Entre as águas e o céu.

Sentias tua alma a planar
De bailarinas ágeis gaivotas
Pelo ar e o mar a mergulhar
E de melodiosas e musicais notas.
Na composição deu-se um click

Tímido fiquei a divagar...

Como se estivesse prometido
Pela eternidade... A te amar...

Hildebrando Menezes

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Olá Maria Iraci,

    O teu coração  espelha a empatia e sintonia

    com meus versos o que me deixa feliz.

    3542853019?profile=original

  • Preclaro Marcial,

    E de falar de amor você entende como ninguém

    em todas as badaladas do relógio você nos transmite

    em teus impecáveis escritos... Abraços agradecidos.

  • Ola Marco,

    Obrigado por apreciar, de fato, o poema intui à paquera

    até onde os olhos procuram nas "transeuntes bundinhas"rs

    Coisa de poeta aposentado heheh!

  • Olá Cristina,

    Então você conhece Amaralina? Que delícia

    saber que esteve por aqui caminhando na areia

    e por certo compondo seus versos de amor.

    Andei muito nessa praia, embora hoje a 12

    badalada se dá mais adiante na praia de Guarajuba,

    perto da praia do Forte e onde me inspiro com

    esse marzão da Bahia. Beijos.

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    BELÍSSIMO POEMA DE AMOR, ENCANTA PELA BELEZA DE SEUS VERSOS E SENTIMENTO, BJS MIL.

    3542852579?profile=original

  • Belo poema, Hildebrando, muito bonito e acorda a vontade da paquera. rs.

    parabéns. abraços.

  • Sonho... mas  a décima segunda  badalada  toca me trazendo  de volta  a  realidade,,,

  • Nos  teus  versos  sinto o  calor  de  pisar  nas  areias de  Amaralina , sinto  o  cheiro da maresia ,vejo  o mar  se  movendo  gigante e sonho... Passeio  com aquele  que é  para mim "meu poeta" numa manhã  de  domingo,,, Sonho...

  • Obrigado parceira querida. Fizeste a leitura correta

    de minha divagação praiana onde é difícil sentir solidão

    porque a poesia povoa nossa mente e tudo é possível...

    Diante dessa natureza que nos inspira e o imaginário

    compõe enredos de amor e sensualidade. Meu carinho.

    Hilde

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Lírica declaração de amor. Bela. Beijosssssssssssssss

This reply was deleted.