Blog 2.0

Dor

Dor

Meu peito doi

de saudade, de amor,

pela ilusão que se desmanchou

e o desejo que não acabou.


Meu peito doi

e sangra e se esvai,

mas, nem sei escrever um poema

para diluir esta dor.

Edmilson dos Santos

Cabo Frio, 7 de dezembro de 2009

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas