Despedida

DESPEDIDA

Beija-me a face lívida
As mãos que te dizem: Adeus…
Consola-me na despedida
Cola os teus lábios aos meus.

E diz o que há para dizer…
Quando dois seres se afastam
Que no fundo do meu ser…
Só as verdades se arrastam.

Chorar não vale nem me alenta
Guarda apenas as recordações
Enquanto o dia não se ausenta
E a noite traga negras emoções.

A paz no mundo…ó minha flor
Foi tudo o que sonhei deixar
Vais comigo…vá para onde for
E agora Amor deixa-me voar.

F. Corte Real3542075502?profile=original

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.