Noite de curtição

O vento sobre a água

É como um sonho que se vai

Derrubando esperança

Pedindo socorro do pai

 

Finda o dia

Cai no sono

Correndo na vadiagem

Corpo insano

 

Caminhando seguindo o assovio

Cantando só para ver

O amor longe de casa

Só resta beber

 

Aprendendo com a lição

Esperando não sei o quê

O grito que não ouço

A mulher esperando bebê

 

O frio no rosto

O canto apurado

O vinho tinto

O corte curado

 

Ouvindo o som da noite

O leite tirado no peito

O beijo nunca chega

O namoro se dá no leito

 

É noite de curtição

Faminto até o jantar

Abraço no escuro

Próximo de aprontar

 

O leito vazio

A rua deserta

Chegando juntos

Ouvindo uma seresta

 

Surgindo um filho órfão

Pedindo a mão para beijar

Olhando para o céu

Pede a Deus para abençoar

 

O frio no rosto

No inverno do sul

Mãos coladas ao corpo

É como americano em Seul

É como viola quebrada

Não serve para tocar

O medo de alguém se aproximar

Ela só quer te insultar

 

Menina louca

Não marca touca

Fala da fruta

Aproxima sua boca

José Hilton Rosa

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.