Blog 2.0

Corpo Profano

3541742776?profile=originalFiz do teu céu a minha terra,

Do sol fui o suor e o pranto.

Da lua, pérola rara e fingida.

Da tua ilusão, alimento posto,

Saciei a minha fome humana

Na mesa do teu corpo profano.

As minhas lágrimas envenenadas

Foram o remédio para minhas feridas.

Inflamadas desilusões, apodrecidas

Pelos vermes dos meus ciúmes.

 

Tuas mentiras foram verdades

Que acreditei como certas.

Sementes de flores amargas

Semeadas em canteiros incertos.

Espinhos que rasgam a alma

No desabrochar em desalento.

Erradas foram minhas estradas,

Reta foi a certeza do precipício

Que me parecia tão inocente,

Tão raso, tão claro, tão florido...

 

Foi raro o meu puro sentimento,

Por ninguém ele foi reconhecido,

Porque em meu peito cicatrizado,

A fria pedra já não pulsa. Jazia...

Diz-me que tudo vivido foi o certo,

Que te afirmarei. Eu fui o errado.

Porque o perfume das rosas fáceis

Inebriam, distorcem a realidade,

Mas os espinhos que por ai floram,

Esses, transpassam a maldita carne.

CLÁUDIO AVELINO DA COSTA. O POETA DOS SENTIMENTOS.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Minha cara SELDA MOREIRA KALIL.

    Você sentiu em cada linha escrita o que vivi na vida real.

    Portanto, não poderia ser diferente. E face ao seu comentário, percebo que ainda consigo transmitir através dos meus versos, os sentimentos humanos. Sejam eles tristes ou felizes.

    Abraços.

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Senti uma certa revolta ou mágoa sei lá em cada linha escrita

    Mas o poeta é mesmo assim,tudo que lhe inspira põe em linha rsrsrsr

    Parabéns...Meu abraço

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    A dor do amor que dilacera um coração apaixonado. Sentimentos que sangram em teus versos!

    Uma excelente composição, apesar de triste. Mas da tristeza, também se faz poesia.

    Parabéns.

    Bjsss

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Nesse poema, as metáforas são pedaços do teu coração poeta. Belas e doridas. Beijossssssssssss

This reply was deleted.