Blog 2.0

Combatendo o Monstro Bullying

Combatendo o Monstro Bullying

 

bullying3.jpg

 

Usaram-me a vida toda, aproveitaram-se de mim.
Menosprezaram meus sentimentos como se eu
Não os tivesse. Afogaram minha liberdade,
Encheram-me de medos e vergonhas.

Perdi a fala,
Fala e expressão... Eles riam de mim!
Eu me sentia tão pequeno.
Eles me diminuíam.

Cresci sem saber o que era namoro,
Cresci sem saber quantos amigos tinha.
Eu nem ao menos sei se cresci.
E nessa altura a gente se enche de culpa
Por não ter feito o que quis.
A gente se culpa por não ter brigado.
Eu me culpo por não ter me amado.

Os monstros atribuem rótulos,
Ninguém escapa.

Nerd, CDF, Viadinho, Gorda, Sapatão,
Magrela, quatro olho, narigudo, feioso,
Macaco, cabelo de Bombril, orelhudo...!

O Bullying destrói vidas, não é divertido
Zoar, humilhar e desmerecer quem é diferente.


É preciso aceitar que a adversidade serve pra
Unir, só faz distinção quem é ignorante e que
Não respeita o espaço do outro.

Faça a diferença na vida de alguém,
Comece reavaliando suas atitudes,
As vezes um simples apelido pode ferir.

 

***

Escrito em 29/09/2011 no WAF

A pedido de minha amiga Loubah Sofia

estou postando aqui pra vocês do PEAPAZ

Hoje, superei completamente essa fase ruim

da minha vida. Não resta nada que possa

me fazer mal.

 

Bobby Souza

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    É lamentável saber que ainda existem tantos ignorantes a praticarem essa barbaridade! Isso só prova a grande falta de educação que muitos deixam de receber em casa. Provocando alterações de caráter no indivíduo.

    Bjsss

  • OURO BABPEAPAZ

    Olá Querido Bobby!

    A pessoa que passa por provocações o tal chamado Bullying ,

    às vezes leva uma vida interia se culpando por ser diferente!

    Não dá para compreender que alguém possa sentir prazer

    em ver o próximo sofrer!

    Algo doentio habita na cabeça de um elemento que procura

    em outro alguém uma característica para atormentar!

    Uma pessoa que faz isto não está contente consigo mesma

    e de alguma forma, quer descontar nos outros a

    própria infelicidade e inferioridade! 

    Concordo...Um simples apelido,

    muita das vezes não é tão simples assim para quem os recebe!

    O seu texto retrata muito bem este assunto tão conflitante,

    que devemos debater sempre porque é algo horrível,

    que nunca deveria existir e acontecer!

     

    Beijos

  • BRONZE BABPEAPAZ

    E como machuca Bobby, sei o que é passar por essas

    humilhações, na minha época escolar, eu era obrigada a ir

    à escola de saias, enquanto as outras iam "normalmente"

    de jeans e ainda por cima usava tranças e óculos de lentes verdes


    Cresci em meio a fanáticos religiosos, dessas religiões cheias de

    doutrinas que proíbem até de respirar, por ai já podes imaginar e

    como era muito alta comparada à altura normal dos adolescentes,

    nossa!

    Lá para esses títulos que descreves como para poste, vara de bambu,

    a santa, a cega, e por ai vai.

     

    A família que bem soubesse ficaria atenta a vida escolar dos seus

    menores, pois ali é uma selva bruta, um Vietnam, cujas metralhadoras

    são as palavras cruéis que matam a alma.

     

    Muitos não fazem idéia do que essas crianças e adolescentes são

    obrigados a passar tanto dentro como fora da sala de aula,

    creio que é por isso que criam tantas barreiras de protecção que

    na vida adulta é difícil tanto de ver com lucidez o lado de dentro

    como o de fora.

     

    Mas sempre aparecem anjos para diminuir o sofrimento,

    sempre acontece um milagre, pois por mais que estejamos

    sozinhos, aparentemente, Deus sempre está ao nosso lado.

    Engraçado Bobby que depois que "crescemos" muita coisa fica

    diferente e olhamos para trás, mesmo feridos e faltando pedaços,

    podemos dizer:


    Aquela guerra eu venci, estou aqui.

     

    E depois disso pode vir o que for, conseguiremos vencer,

    pois nada pode mais ferir a nós mais do que já fomos feridos,

    é aquele fazer da fraqueza nossa força, da desvantagem

    os benefícios, sempre conseguimos de um jeito ou de outro.

     

    Grata por te importares a ponto de fazeres um poema

    dedicado aos combatentes do Bullying, com tanto

    sentimento e real pesar, tens um coração generoso e gentil.

     

    Abraço carinhoso meu Amigo, tudo de bom desejo a ti,

    Enviado por Sofia_Rodrigues em qui, 09/29/2011 - 14:44.

    .....

    Sir Robert, meu Querido irmão d'alma gémea, sou a Ti muito grata

    pela generosidade do teu coração em partilhares, uma das tuas mais valiosas

    obras, principalmente da actualização de um facto que alastrou-se pelo mundo de forma

    assombrosa e vil.

    Meu carinhoso abraço, ficas bem...

    Agora o soninho chegou e a mão incomoda

    já abusei demais por hoje.(risos)

    Até!

    zzzzzzzzzzzzzzzzzzz

This reply was deleted.