Blog 2.0

Colina encantada

Colina encantada

O poeta de tanto escrever seus sonhos,

sonhou com um  elevado monte a perder

de vista no horizonte, comparando-o com

sua vida naquela visão querida, consigo

resmungou: Estarei num paraíso tropi-

cal do mundo astral? Será que existe

mesmo o céu, onde tudo é o mais puro

vergel, e somente pra rimar uma rima mais

doce do que o doce mel? Não perdendo o divino

dom de rimar qualquer coisa que porventura achasse

na estrada de sua imaginação não dispensava o empoeirado

mote da criação. Não via anjos com suas asas brancas, tampouco,

arcanjos  com suas ancas francas, e se perguntou: Afinal que diferença

há na canja desses arcanos; anjos e arcanjos? Não havia  ninguém rezando

ladainhas naquele além, destituído de sinos e campainhas…  Sequer ouvia a

alegria de qualquer criança… Encafifado olhava para os lados e nada de

anjos alados.  Meio embasbacado,  conjecturou consigo  mesmo:

Que  mundo  é este que  estou vivendo?  Não dá nem pra

encher o saco de tanto rezar, é o  norte da pura sorte,

isto aqui está longe de ser azar… Há pouco estava

escrevendo e agora estou do outro lado sonhando

acordado.  Terei sofrido algum desastre atrevido e

estarei desmaiado. Estarei deitado ao lado de quem

mais amo, quiçá, no paraíso perambulando… Apesar de

tudo  sua alegria superava  o canto de qualquer sereia, quando

foi  sacudido  por Afrodite, sua  antiga esposa que alardeia.  – Só podia

ser você pra me tirar o sono mais uma vez… – Você resmungava

por demasia mencionando o nome de sua tia e eu escutava

o que Você dizia por repugnante insensatez… Ai o poeta

percebeu que o buraco era mais embaixo, e descartou

aquele seu sonho como se  fosse o paraíso de Deus.

Porém,  pensou seriamente em voltar outra vez

e, jamais acordar para este falso sonho de

viver a vida-estupidez…

jbcampos



banner%2Bmensal%25C3%25A9m.gif


Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.