Blog 2 (PEAPAZ)

Casarão Desprezado

Nessa casa abandonadaEu tive dias felizes…Lá estão minhas raízesRachando aquela calçada.Hoje, a vejo desbotadaEmbaçando meu passado,Mas um tijolo quebradoMe mostra o passado inteiro."Chorei pisando o terreiroDo casarão desprezado".
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • UMA OBRA PLAGIADA

    Para ser um poeta cordelista,
    Um bom vate precisa ter o dom,
    Sentir ritmo, cantar, curtir o som
    Das palavras que põe na sua lista.
    Quem se acha um cantor e bom artista,
    Quer agora entender de poesia,
    Xerocando, assumindo a autoria
    E editando com cara deslavada...
    Quando vejo uma obra plagiada
    Sinto pena do cabra que copia.

    Inventando que fez uma pesquisa
    Publicou um cordel prefaciado,
    Pra negar que do meu foi copiado,
    Demonstrando que tem a cara lisa.
    Se não sabe criar, então, precisa
    De um poeta pra lhe servir de guia,
    Mas a cuia não vem com poesia,
    É preciso louvar a esmola dada...
    Quando vejo uma obra plagiada
    Sinto pena do cabra que copia.

    Cada glosa que tem no seu cordel
    Tem até quatro versos que são meus,
    E alguns, mal criados, que são seus,
    Têm palavras furtadas a granel.
    Quem escreve com versos de aluguel
    E pratica em cordel pirataria,
    É porque no seu taco não confia
    E assina é com o dedo na almofada...
    Quando vejo uma obra plagiada
    Sinto pena do cabra que copia.
    Ismael Gaião
  • Obrigado, Mônica. Fico feliz quando minhas poesias populares atingem o sentimento de alguém, principalmente, quando este alguém é um poeta. O mote que usei, "Chorei pisando o terreiro do casarão despreado" já foi muito usado pelos cantadores de viola e é de autoria desconhecida. Eu fiz essa glosa com ele porque sou fã dos repentistas. Beijos.
  • DIAMANTE BABPEAPAZ
    Seu poema me fez voltar ao passado.Exatamente a um casarão abandonado.
    Onde passei uma boa parte de minha vida.Onde cada tijolo é testemunha da felicidade de uma família.Hoje ao passar por lá (casarão).Triste e abandonado,mas as recordações o trazem de volta, enorme,belo e viçoso.
    Parabéns.
    Bjsssssssss
This reply was deleted.