Blog 2 (PEAPAZ)

AMOR CLANDESTINO...

3542087434?profile=original


Anjo, adormece; perdoa a falta de tino...
...me libera em meu excesso de abuso,
e deixa que eu entre como clandestino
em teus sonhos...um louco...um intruso!...



Estes teus lábios umedecidos,
este teu corpo desejável;
deixa que eu os acaricie;
e os teus seios intumescidos,
minha sede insaciável
(anjo) deixa que eu sacie!...



Mergulho na fonte que me convida...
...e tu debaixo das cobertas
dormes em toda inocência tua...
...mas, na verdade és fingida;
me arrastas pra junto de ti, me apertas
sem pudores, semi-nua!...



Quisera assim fosse!...A falta de tino
(meu anjo) perdoa; e o excesso de abuso!...
Quisera em teus sonhos como clandestino
entrar; como um louco...um louco intruso!...

-------------------------------------------------------------

(GERALDO COELHO ZACARIAS)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.