Blog 2 (PEAPAZ)

Além da confissão

Insistes numa história que não passa de uma narrativa

e o que da minha parte acrescento e conto,

creio que não queres ouvir:

_Há verdade na mentira.

 

A história pesada, cravada em cada passo que dou,

é verdade e realmente aconteceu

[Reforço para que não duvides]

É bagagem minha que carrego no coração.

 

Quando parti, deveria a ter perdido ou jogado fora.

Levei-a comigo por onde fui e aonde cheguei...

Não te vou dizer porque ficou...

Creio que nem eu mesma sei.

 

Ao longo de décadas, trocámos silêncios de circunstância

Por vezes, até consegui ignorar a tua presença…

Mas sempre houve algo no ar... Insolente afecto,

que eu, constrangida, refugiei-me na segurança da indiferença.

 

Não era somente de ti que fugia

e indiferente, na verdade, eu não fiquei

Mas como e para quê o dizer-te?

O juízo que me toma já não é completo

e brincar com o fogo não me faria bem…

 

Contigo, tanto ardi, que me queimei

- foi difícil viver perdida  -

e não curando essas primeiras feridas,

tornei a dor numa velha conhecida.

 

Não falemos mais… Deixa que me recolha

A ti, a quem amei com puro ardor,

[tu que habitas nos ecos da minha mente]

eu peço, mais do que me confesso:

 _Amor, promessa de vida, não te faças presente...

 

IMG_2998.jpg

Fotografia de Fábio Martins (contém hiperligação para a página do Autor)


Inspirado no poema "Ainda é infinito" de Geraldo Coelho Zacarias, PEAPAZ

Publicado no meu blog principal.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    3543269629?profile=original

  • Grata, Marcia Portella! O Geraldo é um autor cujas palavras me inspiram e este nosso desafio poético tem-me proporcionado momentos muito gratificantes. Já vi, inclusive, que não há pausa, pois o Geraldo já publicou sua resposta.

    Vamos ver, caríssimo amigo, se encontrarei resposta digna do seu poético afecto.

    Abraço-vos deste lado do Atlântico,

  • PRATA BABPEAPAZ

    Ema,você e Geraldo, formam uma parceria sublime na poesia...Abraço

  • Toda a emoção que aflora de dentro de teu ser; vinda da alma, e o coração a retratá-la de forma sensível e encantadora!...

    Nossas almas são almas gêmeas...poeticamente; quero aplaudir-te

    minha cara poetisa, por esta maravilha de inspiração!...Parabéns e beijos fraternos.

This reply was deleted.