Blog 2.0

AGUARDA A CHUVA E CANSADO SUA!

AGUARDA A CHUVA E CANSADO SUA!

Ontem caíram algumas pingas

Tão esperada e bendita chuva

O chão quase seco e sem prova

Mas trouxe a esperança de espigas

Hoje o céu coberto e acinzentado

Parece um preguiçoso ensonado

Mas o povo sente alento e acordado

Alegre bota as sementes todo animado

As vacas e as cabras têm rações duplas

Ainda nem uma relva brotou do chão

Apenas a esperança que habita o coração

Faz sentir que amanha será das águas

Assim vive este povo no meio do mar

No olhar o céu e se o sol envergonhado esconder

Nas escuras nuvens sente a esperança devolver

E o sombrio rosto em alegria se transformar

Nem sempre é certo o julgado ser

O vento muitas vezes leva caprichosamente

Toda a nuvem para o mar e este povo valente

Sua esperança esvazia enquanto vê seu gado morrer

Mas o circulo caprichoso da vida continua

E no próximo ano tudo de novo se repete

Cava-se o chão e fia-se a preço de ouro a semente

Trabalha e aguarda a chuva e cansado sua!

João Pereira Correia Furtado

Praia, 31 de Julho de 2015

http://joaopcfurtado.blogspot.com

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.