Blog 2.0

Aconchego

3541862812?profile=original

Escuto os passos bruscos

Escondo-me do barulho das palavras

Que os homens insistem em gritar.

 

Vem o silêncio e sonho com um acalanto

No mais triste pranto preciso murmurar.

 

Quero calmaria nesse aconchego...

E o meu canto recitar esse novo ensejo

De não esconder o desejo pleno de amar !

 

Não quero mais voar

Deixe-me aqui ficar...

Viver essa ambição de alcançar

Quem sabe o eterno amar ?!

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Obrigada querida, estou com muita vontade de voltar a escrever os meus sentimentos, estou feliz por estar rascunhando, bjosssss
  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Que belo poema, querida Marcinha! Saudades! Beijosssssssssss

This reply was deleted.