Blog 2 (PEAPAZ)

A Desvalorização dos Sentimentos & Do Amor-Próprio

   A DESVALORIZAÇÃO DOS SENTIMENTOS & DO AMOR-PRÓPRIO

 

3541729423?profile=original

   Estamos na era do amor em desuso, dos prazeres fáceis e de pessoas descartáveis. Ninguém pensa mais numa vida a dois e como diz o funk: “É só um pente, não tem romance.” Garotas adolescentes aderem ao estilo “piriguete”, achando que ser fácil e ficar com todos os garotos são uma tendência como a moda: “Quem não se habitua está fora.”. Existem várias letras de funk fazendo apologia à “mulher puta”: “Não sou mais menina, não sou encubada. Eu sou puta sim de carteira assinada.”. Mulheres que aceitam ser objeto descartável dos homens, tendo como único objetivo o sexo sem sentimento: “Na hora do amor, eu falo até que te amo.”. “Nóis fugueta e mete o pé.”. É lamentável que o sexo feminino se desvalorize tanto, principalmente as mais novas. Os caras costumam separá-las entre as que são pra namorar e as que são só para “curtir”. Para eles amor e sexo não se misturam. Piriguetes servem para uma transa casual, sendo chamadas também de depósito de esperma. Quando os rapazes querem namorar, procuram aquelas bobinhas que quase não saem de casa, geralmente tímidas. As garotas se iludem e pensam: “Ele namora sério, vou ficando com ele e depois tiro ele dela.”. Homem também deveria ficar com má fama por pegar todo mundo, só pra mulher que isso fica feio. São tachadas de piranha, vagabunda, fácil: “Sai fora dessa que é chave de cadeia.”. Seres do sexo masculino ficam com várias e são chamados de cafetão, garanhão, piranhudo... E isso é motivo de orgulho para eles, considerado como um status de masculinidade. Batem no peito: “Sou macho, porra!”.

 

  Agora deixando o funk de lado e toda essa banalização do sexo, passemos a questão das bebidas alcoólicas e do uso de drogas. Não serei hipócrita e direi que nunca coloquei uma gota de álcool na boca, nem tão pouco julgarei quem bebe. Bom, beber uma vez ou outra numa festa e/ou encontro social, ou antes, de um compromisso que te deixe ansioso e que te cause tensão, não considero algo destrutivo. O que faz mal são os excessos que te escravizam pra uma doença chamada alcoolismo. Quem de nós não conhece e/ou convive com um vizinho ou parente que bebe todos os dias? Perdem o controle de sua vontade e deixam ótimas oportunidades de emprego passarem por conta do vício. A sociedade tende a considerar o uso de cigarro menos destrutivo (apesar de conhecerem suas consequências à saúde) do que o uso de bebida alcoólica. O tabaco faz mal, mas não altera o estado de consciência do usuário, sendo o mesmo capaz de trabalhar e desenvolver suas atividades diárias sem complicações. Mas á longo prazo, esse inimigo dos pulmões vai cobrar sua conta e o sistema imunológico vai acabar caindo.

 

    Antigamente o cigarro era um status de popularidade entre os jovens e para muitos ainda seja: “Sou descolado, todo mundo gosta de mim porque fumo.”. Ironicamente as pessoas apontam aqueles que usam drogas mais pesadas como o crack, a cocaína e a maconha (de efeito muito mais prejudicial a saúde do que o cigarro e a bebida). Esquecem que de maneira rápida ou lentamente, todos que usam drogas legalizadas ou não, terão o mesmo fim. É muito triste o número de pessoas que todos os dias preenchem os cemitérios por conta desses prazeres ilusórios... Hoje, vejo rapazes da minha rua dizendo: “Usar droga é normal...” “Morrer a gente vai de qualquer maneira.” “A gente tem mesmo é que fazer isso.” São garotos novos, entre 14 e 17 anos, todos que deveriam estar estudando, planejando a vida, namorando... Todos sem nenhuma perspectiva de futuro! E voltando ao funk, muitas letras apoiam o uso de drogas e da tal “vida loka.”. Sem falar em rapazes que se espelham no cantor já falecido Bob Marley, tendo como estilo de vida o uso de drogas e a violação de todas as regras e limites. Pra gostar de reggae não é necessário usar drogas (apesar de que muitos usam).

 

>>>> Não quero me alongar muito, creio que consegui passar minha mensagem a respeito desse tema. Aos que se interessarem e quiserem ir mais a fundo nesse assunto, proponho a criação de um fórum ao qual debateremos e trocaremos ideias a respeito. Agradeço desde já o apoio de todos e dedico esse post a minha Querida Loubah Sofia por me lembrar de textos reflexivos, fazia tempo que eu não os escrevia! Espero que tenham gostado!

Texto e edição por Bobby Souza

Música No Woman no cry - Bob Marley

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Valores morais expostos numa forma bem talhada.

    beijo

  • Oh Minha Lady Sofia, estimo-te melhoras e admiravelmente te agradeço por se esforçares em me apoiar mesmo estando nesse estado! É um ser humano que se sacrifica pela alegria e um amigo (que vibra sempre ao receber um comentário seu)! A verdade, amiga, é que todos temos escolhas e condições de mudar o rumo de nossas vidas... Optar por drogas e outras porcarias como válvula de escape é opção de fracos, que preferem se destruir ilusoriamente, ao invés de lutar pelo que querem!

    Agradeço mesmo de S2 essa dedicação tão rara e valiosa que tens me dado (Ainda não sei se sou digno).

    Milhões de Beijos Carinhosos, desse amigo que só continua a escrever por causa de seu insentivo!

    Te adoroooooooooooooooooooooooooooooooooo!

    Ótimo Fim de semana!

  • Obrigado meu caro Marcial por sua presença amiga e gentil aqui! Concordo com o que diz, mas acredito que o que também tem colaborado pra deficiência de sentimentos na sociedade atual, é a falta de personalidade, de fazerem aquilo que os "amigos" fazem pra entrarem em grupinhos... Esse assunto dá panos pra manga, voltarei com certeza a desenvolvê-lo mais!


    Grande Abraço:)

    Boa Tarde!

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Mas quando reparamos bem...

    Despidos das aparências, percebemos com o coração apertado.

     

    Que estamos a presenciar o suicídio de uma geração perdida, desorientada, desregrada, oscilante entre o que pouco que lhes é inculcada e o nada como regra imposta.

     

    Digo-te Querido Sir Robert que custa-me muito até,não fechar meus olhos, trancar a alma,para não sentir tanto, meus tão jovens semelhantes caminhando ruma a destruição,n’um absoluto desperdício de tudo que nos é tão caro, tão valioso,tão raro, que é o tempo, a qualidade de vida por direito.

     

    As omissões são transformadas em meias verdades e mais mentiras, as mentiras ganham a totalidade de cem por cento de verdades mascaradas, tudo tão invertido,distorcido e no entanto tão humanos,tão frágeis...

     

    Mas quando um busca salvar-se fugindo dos rótulos, fugindo da “aparência do mal”, retendo o que é bom, atendo-se que “reter o que é bom” edifica, constrói com solidez e expansão, como um bem elaborado projecto a longo prazo, ai nasce um respiro de esperança e muitos outros  ao avaliarem no subconsciente a mensagem emitida por um igual, passam para a imitação colectiva do que faz bem e vale a pena.

     

    Pode até demorar, pode ser longa a jornada até ver algum tipo de reacção positiva a semente lançada, mas acredites, a boa semente sempre germina e para ela não existe solo estéril e nem escassez d’agua.

     

    E assim, dessa maneira que vejo teu trabalho , é assim que sinto premonitoriamente e de dia a dia tens cada vez mais minha admiração, profundo respeito e imenso carinho.

    Faz-me pena não poder alongar-me mais um bocadinho em cada subtópico a qual levantas, como a permissividade feminina, alcoolismo e tabagismo, é que estou desenvolvendo infelizmente LER na mão direita, sou canhota, mas uso o rato na mão direita e forçosamente terei que poupar –me para não piorar, é isso, cada uma que aparece-me que só mesmo na ConXICHina pá! :(((

     

    Vá em frente Meu bom e doce irmão d’alma gêmea, sigas sem vacilar, que valerá a pena cada passo teimoso.

     

    Em Ti meu carinhoso abraço, tenhas uma linda noite Querido e olha lá, continuo a espera de mais outras tantas pérolas dessas pois não?

    (risos)

    Tua Irmã d’armas

    Lady Sofia

     

     

  • Obrigado minha doce Sílvia, sempre presente e gentil! Fico feliz que tenha "curtido" o meu texto. Fiz com todo o carinho pra vocês aqui do Peapaz!

    Beijos carinhosos e votos de uma feliz terça-feira!

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Parabéns pelo texto.

    Bjsss

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Apreciei o texto reflexivo, escrito por um jovem que pensa e age diferente da maioria. Que sejas sempre um exemplo de retidão. Ser jovem é ser livre para agir com consciência. Parabéns, Bobby! Beijosssssssss

This reply was deleted.