Posts de José de Avelar (278)

Poeta e Escritor

DQD 1707

J

 

 

J

O dia continua nascendo – independente de minha vontade. Eu também...

Já se faz tarde... Emendei a noite coa madrugada, até a chegada da filh'amada – que com idade mais avançada – gosta de curtir a tal 'balada'.

Fiz ao Pai-Maior a diária Oração, com a minha sabida imperfeição, mesclando razão e emoção, procurando acima de tudo, fazer-Lhe Louvação.

Fui fazer o café quentinho, que ao dia abre caminho, com outros e ou sozinho, e ainda desarrumado em desalinho, o sorvi qual fosse vinho.

Ouço ao lado a linda vizinha, para felicidade minha, que cantarolando se atinha, e para senti-la um Ser feliz, não precisa de que se seja advinha.

Pensei novamente em D'Eus, nos Filhos d'Ele e nos meus, nos Crentes e nos Ateus, pedindo que haja harmonia, entre os Palestinos e Judeus.

Em Spinoza também pensei, a razão porquê não sei, imaginando que se Deus fez mesmo a Lei, não conseguirá transgredi-la o Plebeu ou o Rei.

Imaginei que Deus-nos o arbítrio liberal, onde o homem casa o bem coo mal, e proclama pela vida comum e em igual, desejando o Poder Total

Liguei os 2 computadores, hoje meus fiéis amores, que aliviam mias dores, e desabrochando palavras e flores, mesclo o belo e os horrores.

Sinto a vista marejada, sentindo minh'Alma alada, me ouvindo sem falar nada, com falta de se sentir amada, vislumbrando o “Find da Estrada”.

Eu sou Joseph!!! - gaDs

Saiba mais…