Posts de Soaroir de Campos (137)

Laços de Palha

O Segredo da Despedida(titulo provisório)Soaroir29/8/10

7465145.jpg

Como posso me despedirdo que só ouvi falar?da flor do baobáda vida no mangue secoda madrepérola vivade um salmão?Fora a juventudee aqueles que não vio que se foifoi porque quis partiratônitoapressadamente –Foi...Para (me) trazerde voltao meu juízo...mais in
Saiba mais…

Laços de Palha

O Segredo da Despedida(titulo provisório)Soaroir29/8/10

7465145.jpg

Como posso me despedirdo que só ouvi falar?da flor do baobáda vida no mangue secoda madrepérola vivade um salmão?Fora a juventudee aqueles que não vio que se foifoi porque quis partiratônitoapressadamente –Foi...Para (me) trazerde voltao meu juízo...mais in
Saiba mais…

Laços de Palha

O Segredo da Despedida(titulo provisório)Soaroir29/8/10

7465145.jpg

Como posso me despedirdo que só ouvi falar?da flor do baobáda vida no mangue secoda madrepérola vivade um salmão?Fora a juventudee aqueles que não vio que se foifoi porque quis partiratônitoapressadamente –Foi...Para (me) trazerde voltao meu juízo...mais inhttp://recantodasletras.uol.com.br/forum/index.php?topic=6490.0
Saiba mais…

se pelo menos ouvisses o trigo

SoaroirAugust 1/2010

trigal-thumb.jpg

Farelos ...So longFarewelYouYouAnd...In youNem me ligo...Vãos, soleiras!Se pelo menos ouvisses o trigo...Só in GodI mustBelieveAnd trustO resto... é eaveBafio - cultura de fungoEm pão amanhecido...SoaroirPublicado no Recanto das Letras em 01/08/2010Código do texto: T2412115
Saiba mais…

Com licença poética

by Soaroir de Campos1/8/2010

guardian_angel_graphics.jpg

Quando nasci, um anjo atentoSem talvez me disse assim:Vai à luta ó nigrinha!Vá ser campeão da vidaPara de escamoteioNão dá pra mirar o mundoSondar e depois voltarEu bem sei que a coisa é pretaE a maioria é escrotaMas vieste pra ficar -Escrever com estileteNas tiras de taiobaOu de olas - se acharAmarrar bem com embiraO causo que vens contar!
Saiba mais…

Dormindo com o inimigo

Soaroir 31/7/10"Eu durmo comigo e se quiseres dormir comigoterá que ser ao meu lado"

sleep_2_2.gif

durmoàs vezes tardeoutras divido o tempodepois do almoçoe do Josem roteiroeu durmoquando chega o sonoou o cansaçode dormir comigoo que não é fácilmeu acompanhantetem que estar cheirosobem banhado e barbeadosem meias e as unhassempre rentes - depoisde escovar os dentesnão é fácil dormir comigonem eu mesma...assalto a geladeiratomo chá de camomilacom a TV no sleepdurmo quandoe se meu sono chegacomigo, as almofadasapoiando a colunasó para quem está ao ladodormir comigo é fácildo contrário é inimigo...
Saiba mais…

A Liebi Morreu!

Dedicado a Liebi do Brazão Real02-02-1996 - 27-7-2010

lieb.jpg

Você parecia tão cansadaafundou na almofada.Fiz de tudo para você perceberEu estava ali com vocêE nada...Lado a lado – eu na cadeiravocê na almofadaAdormeci...Acordei com você morrendoQue merda, que vida - que morte...Desculpem se meu tema é tristeÉ morte, é merda - é a vida...
Saiba mais…

Imigrantes & Retirantes

Retorno do Plantio(reconhecimento aos ascendentes dos meus)Soaroir 25/7/10("Aos imigrantes")

head-arows.jpg

imagem/googleAqui cheguei sem mala e cuiaMão na frente e outra atrásSem nada pra regozijarMas a certeza de minhas forçasFé no Homem lá de cimaE neste que aqui embaixo estáUma casa de sapêDuas panelas só de barroSem um garfo ou colherTalher mesmo era a mãoFeijão, arroz e farinhaComia eu e a mulher.Com o tempo fui correndoE o maior divertimentoEra ver filho chegarAqueles hoje doutoresCheios de malas e de cuiasLá pras bandas d’além-mar...Quanta ceva, quanto eito...Até chegar a recompensaE o fruto não mais verdeMadurado germinouCom raízes bem fincadasEm inglês e em português.
Saiba mais…

Amor & Razões

falling_star.gif

amor –corpo celeste –meteoro –estrela cadentecada qual com brilho próprioimagens –momentos -durantes momentos -que duramum a um -a vida inteira...Soaroir 16/7/10"As sem razões do amor"Carlos Drummond de AndradeEu te amo porque te amo.Não precisas ser amante,e nem sempre sabes sê-lo.Eu te amo porque te amo.Amor é estado de graçae com amor não se paga.Amor é dado de graça,é semeado no vento,na cachoeira, no elipse.Amor foge a dicionáriose a regulamentos vários.Eu te amo porque não amobastante ou demais a mim.Porque amor não se troca,não se conjuga nem se ama.
Saiba mais…

Koan - Intuição

Meditação do ventreSoaroir 15/7/10- Mestre, que faço para remediar a incompreensão de meus versosenquanto os pairo, se nada sei de bússolas... nem de remígios?

meditation_woman.jpg

- “Eu queimo os livros de minha bolsa, mas os versos escritos no meu ventre jamais serão esquecidos"
Saiba mais…

A queda do corpo

O Corpo que CaiSoaroir 9/7/10

melting.jpg

que seria do corpo sem um falonarinas e todos os outros orifíciosmera prisão – temporáriade todos os excrementos semi-ocultosexpelidos nos devidos compartimentos...sofistaria ...efêmera arte antes da ante-salados peitos e dos pintos e das bundascaidos sem distinção - se ateusfilósofos, poetas - ignorantesfecundas fêmeas ou meritosos machos...
Saiba mais…

Trinta anos sem Vinícius

A mentira de ViníciusSoaroir 9/7/10

Vin%C3%ADcios+de+Morais.jpg

a mulher amada deixou de teraquela beleza fundamentale a boemia entãoperdeu a razão de serbares, noites de paixãonão são os mesmos sem vocêonde a gente se amavaou curtia a solidãono um pra lá um pra cávocê cantou ser normaljá que amor é enquanto duraaté um outro começarmas desde que você partiunão deixamos de lhe amaraté as gerações futuras(nos) dirão que você mentiu...
Saiba mais…

Cachorro-poema

Sem pedigreeSoaroir 7/7/10meu cachorro-poema é vira-latanenhum com pedigree chega pertocom medo das suas pulgas...deste rafeiro o que ninguém sabeé que o seu faro é de perdigueiro

adoteumvira-lata1.jpg

BuscaMário QuintanaSubnutrido de beleza, meu cachorro-poema vai farejando poesia em tudo, pois nunca se sabe quanto tesouro andará desperdiçado por aí...Quanto filhotinho de estrela atirado no lixo!
Saiba mais…