Posts de Soaroir de Campos (137)

Talvez Amanhã...

Talvez Amanhã
(Perhaps Tomorrow)
Soaroir 30/3/14 SP/Brasil

Talvez amanhã
retribuiremos
aos pássaros
galhos, para ninhos e cantos;
às ostras,
limpos plânctons
sem coliformes fecais;

Talvez amanhã
a Terra não seja
nem a de Copérnico, Galileu
a achatada de Newton
ou a presa na ARPANET;


Talvez amanhã
a esponja do Universo
que tudo e a todos suga
registre os remanescentes
olhando para trás
sonhando com este planeta
enquanto avoam
rumo ao desconhecido...

Talvez, amanhã
alguém consiga inteligência
disponível para acessar minhas palavras...
(1º rascunho)

Saiba mais…

O Fenômeno da Relatividade

Exercício de memória

Soaroir 24/2/14

Seguindo as muitas receitas fantásticas para exercitar a memória, peguei um ônibus para a Zona Oeste o  que não me era usual. Assim que localizei o endereço  e itinerário no google map apostei na relatividade.

Ao entrar no ônibus indicado, me dirigi ao motorista para pedir ajuda para descer no ponto que eu  deveria descer para chegar ao endereço onde eu seria atendida com hora marcada.


- passa na Sé?
- Não. A senhora está totalmente fora. Lá é Centro e aqui vamos para a zona Oeste. Disse ele gesticulando.

Eu sabia que havia tomado o ônibus certo. O que eu não me lembrava era o nome da rua a qual eu devia descer. – o ponto

Sabendo que o percurso levaria em torno de uma hora e quinze minutos, respirei fundo  me sentei no primeiro assento  à direita do motorista que é destinado aos idosos e outros “handicaps” e me pus a pensar.  

Cada vez que eu pensava na relação que eu havia feito com o endereço, logo me vinha a mente a figura do papa.

Rua bíblia? Não pode ser. Não nomeariam uma rua com este nome.

Depois descobri que existe. Encontrei uma em Lorena,  CEP 12602-541 e a outra, Da Bíblia, em Mogi Mirim.


Pontífice? Não.

Roma, São Pedro, igreja, crucifixo, clero, sacerdócio, batina, solidéu...Percorri todos os dez trajes do papa.  O comum, o ordinário,  o solene...E nada. Casula,  mozeta,  férula e demais trajes de missa  e os de pós-renuncia.

Todo o meu conhecimento  desses aparatos  vinha da época em que fui Filha de Maria em uma escola de freiras, o que de nada me adiantou para encontrar aquela porcaria de “relatividade” para manter, exercitar, minha memória.

Dei uma olhadela no celular e, desconsiderando o tempo engavetados no infernal trânsito da  Rodv. Raposo Tavares, o lugar ao qual eu deveria descer estaria se aproximando, imaginei,  já que já alcançávamos  o quilometro 15. E eu nada de me lembrar do nome daquela rua que me remeteu à Roma.

Fosse o meu celular de primeira eu poderia me reorientar. O que não era o caso.

- Dona, onde mesmo que a senhora quer descer?

- É no primeiro ponto de uma rua que me lembra de papa.

- Há! Já sei qual é.  É a Vaticano!!

Outro dia conto o mico de como relacionei o nome da costureira d. Valda...

Soaroir 24/2/14

Sem revisão.

http://contos-de-soaroir.blogspot.com.br/2014/03/exercio-de-memoria.html

Saiba mais…

Crescer é Tarefa Árdua

3541848127?profile=original

Crescer é tarefa árdua

© Soaroir 10/3/14


Tema da semana: "A Vida Continua"
Se você dança ou chora,

corre ou se estatela,

dorme, levanta

ou cai  n´uma esparrela

a vida continua...

e nada cessa o giro dela.

A continuação da vida,

nesse palco que se estrela,

qual chegamos sem script

ou roteiros de cautela,

não importa a encenação

de porrada ou tacadela

 sempre  há continuação...

e cá eu vou cuidar da minha

antes que mudem de opinião.


(sem revisão)



imagem Net/Bichos&homens

Saiba mais…

Gustação

3541846149?profile=originalGustação

© Soaroir
4/3/14

Amor, exótico prato...
Degustado assim, assado.
As avós comem dobrado
E as mães em (no) sentido lato.


Com singular sabor abstrato
Lambido, comido ou sorvido
A tendência é ficar viciado
Quem do amor tem o bom trato.

 Ah o amor... E os seus ais...
Mesmo quando  é ingrato
Bem amado ou mascarado
Tem sabor de quero mais...

1ª minuta
imagem: google/hd love
Mote: "Que sabor tem o amor"
Saiba mais…

Minicrônica de Sábado de Carnaval

Vamos pular, vamos pular...

images?q=tbn:ANd9GcTromnc8aLpzayGEXQg9d1waKqy-LK19joj8kqzv3KYpvBibReY

Minicrônica de Sábado de Carnaval

Soaroir 01/03/14  São Paulo-Brasil imagem google

Como vivo nas chitas a metade do ano e a outra metade de fantasias, não preciso de nada para  este carnaval.

Ainda me esforço para entender aquela reportagem que falava dos 34 milhões investidos  no Carnaval de São Paulo, “um dos mais importantes carnavais do país”.

Passamos o ano inteiro nos exercitando dentro de carros alegóricos e ainda pulando: de canal para nos livrar de propagandas enganosas, demagógicas, programas de voyeurismo ou os de “buttom & tits”.  Na arte de pular somos experts: pulamos as contas do mês para abastecer a dispensa; pulamos buracos, lixos ou de susto nas mãos dos assaltantes.

Somos carnavalescos profissionais! Merecemos pelo menos ganhar no quesito Alegoria e Adereço. Ou Evolução? Fantasia talvez. Você decide.  

(sem revisão)   

imagem google

Saiba mais…

A Life's Twilight

A Life's Twilight

Soaroir  Feb. 22/2014

(1st draft)

 

Suddenly is Carnival again.

How come? Yesterday was Christmas!

The day before, we were discussing

Creationism ... Theory of relativity ...

Picasso destroying the rigidity in arts

I with firm hands

Was dressing my abundant hair

Into buns full of hairspray;

Four years ran  - elapsed

And again the World Cup  - now…

Played here (thrown into our lap) -

What have I done to time?

Or done it to me?

I wonder...

sábado, fevereiro 22, 2014

A Life's Twilight

Soaroir

(Drafts)



Entaredecer+em+Amaralina2.jpg


Photo copyright Tucalipe





Crepúsculo da Vida

Life's Twilight

Soaroir  Feb. 21/2014
 

De repente já é Carnaval de novo.

Como pode?  Ontem foi Natal! 

Antes de ontem discutíamos

Criacionismo... Teoria da relatividade...

E Picasso destruía a rigidez nas artes plásticas

E eu de mãos firmes e cabelos fartos,

Fazia coques duros de laquê.

 
Muitos anos avoaram ...

Quatro desde a última Copa

Que de novo jogam aqui....
 

Que será que fiz ao tempo

Ou ele fez de mim?
Saiba mais…

Finda mais um Dezembro

© Soaroir 28/12/13

 À la vôtre!
images?q=tbn:ANd9GcRVMbJePt8flBLQo1lmjhST5Aez7ZBTV1HfC-AuasQgrfQqzwW_

 

Janeiro só regozijos, promessas e esperanças;

Fevereiro tempo para varrer as migalhas;

contar as moedas e varejar

algumas na fonte dos desejos;

Março, marejos na terra,

e nos olhos de quem falhou;

Abril, com presentes estranhos,

convites inexistentes;

Maio resignação..., aos quentes, áridos ambientes;

Junho expectativas..., hibernadas sine die, meu aniversário

com esperanças no tempo  do quando; e

Julho, podando tudo que se reproduz por esporos,

varreu de vez as migalhas, os calhaus ...E  então 

Agosto, quando as sombras suplantam os indivíduos...,

finalmente, uma réstia de Janeiro  -

chega para a prova dos Novembros...

Olá Setembro!

Incógnito Outubro..., e de novo

Finda mais um Dezembro.
À bientôt!
adaptação de "Finalmente...Olá Setembro!"
© Soaroir de Campos – 31/Aug/2013
Saiba mais…

Plantas na Janela

 

Plantas na Janela

Soaroir 31/10/13

 (lº rascunho)
 
images?q=tbn:ANd9GcQHyafcLj-fdXCN51zdFHBLhHBbs1kCfDxyD4vXJMas39P0Sokd
 

Que bom ter uma janela e colher poesias por ela.

Aquele que não a descreve, dela mal se apercebe

Alfaiada por plantas de cheiro, abelhas breves

Prefulguram em contraste como o sol na tela

E a cambraia da cortina esvoaçando ao vento leve.

Engravidados o poejo, manjericão e o alecrim
Continua...
Saiba mais…

Vento Forte

Vento do Sudoeste

Lips  ¹

Soaroir 21/9/13

(minuta)

Morro+acima.jpg

imagem:tucalipe

Ufa, que vento forte!

Talvez, esteja limpando as porcarias remanescentes,

o pó da praça, folhas amareladas, ervas secas;

tudo bate, sacode  para lembrar que nada é fixo,

que quase tudo é lixo;

entram casa adentro farelos, projetos de árvores,

ciscos de turfa, restos de Agosto, plantações de Inverno...

Nem um só pássaro se atreve a avoar agora –

lá fora 30 graus –  aos 45 antes da uma hora;

Peladas, peladas árvores a balangar expõem

as escondidas moradias acima do Amaralina...

Pobre gente... Além do pó, a poeira toma conta do lugar.

Êta vento forte!

Pela força que assopra, vem do lado Sul, vem do Norte?

Só sei que bate forte no pé de manjericão na janela,

espalha sementes, benze e perfuma minha mansão - 

tenho medo do vento forte - como cachorro de sorte

escapo, me mascaro, procuro uma proteção.

 

http://pote-de-poesias.blogspot.com.br/2013/09/o-vento-do-sudoeste.html

 

 ¹ Vento sudoste (mit. grega)

 

Saiba mais…

Mãos que Ajudam

Soaroir 14/8/13/Brasil

 

Mãos que ajudam

 trigo.jpg
imagem/Net/blogdalu

 

No mundo são (mais de) sete bilhões
De cabeças com duas mãos
Se uma dispensar um pouquinho
De tempo para levantar seu irmão
Já é alguma coisa                    
Juntas, levantarão mais de um milhão...
Soaroir 14/8/13/Brasil
Saiba mais…

Chuvas ao entardecer

Abundantes Chuviscos
Soaroir 04/02/2012


chuva-na-janela_2999182.jpg

Abençoada de maneira especial

Fui capaz de te admirar desde o alvorecer

Quando deitava a afundar em tuas poças

Estes pés entanguidos do entardecer

O qual enche o ar com a alegria infantil...

 

 

(imagem/google)

Saiba mais…