Posts de Sílvia Mota (1884)

DIAMANTE BABPEAPAZ

Corações Unidos por Marcelo Mattos Gonçalves

O nosso amigo Marcelo Mattos Gonçalves ultrapassa um momento difícil e necessita que as forças positivas do Universo conspirem a seu favor.
Solicitamos que os corações presentes no BABPEAPAZ se unam em oração e Fé, independente da religião ou crença de cada um de nós.
Vale neste momento a Solidariedade, o Respeito e a Amizade.
Força e Coragem, querido Marcelo!

3543670556?profile=RESIZE_710xPágina no BABPEAPAZ: https://belasartesbelas.ning.com/members/MarceloMattosGoncalves
Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/dimarcelo1
Grupo Facebook Belas Artes Belas: https://www.facebook.com/groups/belasartesbelas

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Adeus, Luísa!

 

14406363?profile=original14406300?profile=original

14406300?profile=original14406367?profile=original

 

Adeus, Luísa!

3543670556?profile=RESIZE_710xHá momentos,
em que o Destino se impõe,
empunha a taça da tristeza
e, entre lágrimas,
soluços
e incompreensão,
alcança o Infinito...

3543670556?profile=RESIZE_180x180Há momentos,
em que a Vida se despede,
veste as asas do mistério
e, entre flores,
suspiros
e pureza,
desfaz-se em Estrela...

3543670556?profile=RESIZE_180x180Há momentos,
em que a Morte se enriquece,
acolhe anjos nos seus braços
e, entre beijos,
carícias
e humanidade
desfaz-se em Saudade...

3543670556?profile=RESIZE_180x180Há momentos,
em que a Fé se renova,
enfrenta o desespero
e, entre soluços,
orações
e coragem
espera o Reencontro...

3543670556?profile=RESIZE_180x180É o teu momento,
pequenina Luísa
- anjo com asinhas cor-de-rosa -
Voeja em Paz!...

3543670556?profile=RESIZE_710xQuerida Gilda,
Sinto grande dificuldade para expressar-me em momentos de tamanha comoção,
talvez, porque o meu irmãozinho caçula tenha partido na mais tenra idade.
Por esse motivo, somente hoje envio-lhe o meu carinho.
Que a sua netinha Luísa brilhe entre as estrelas do céu e ilumine o Infinito,
da mesma forma que iluminou o Planeta Terra em sua breve passagem.
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Rio de Janeiro, 19 de setembro de 2019 – 7h

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

até o poeta ama a diva

Meu poema palíndromo

A partir do que li sobre os poemas palíndromos criei duas estrofes de oito versos de quatro sílabas poéticas cada um.
Cada verso deve ser lido duas vezes: no sentido normal e de trás para frente.
O leitor encontrará o mesmo significado ou significado diverso.
Quando lido ao sentido contrário pode-se unir duas ou mais palavras e considerar ou não a acentuação do modo normal.
Cada leitor poderá ler o poema de forma diferente.
Segredinho: demorei 5 horas para realizar o primeirinho, abaixo.

126622656?profile=RESIZE_710xaté o poeta ama a diva

126622670?profile=originala diva amada...
amada diva
amora e aroma
a dama é ávida
a dama é amada
a diva dama
amora e aroma
amora... ama

126622670?profile=originalaté o poeta ama
a diva amada
a dama acata
o danado ó
ataca a dama
ávido ó diva
aroma e amora
aroma... ama

126622656?profile=RESIZE_710xSílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Rio de Janeiro, 14 de junho de 2010 – 3h39

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Esse Mundo Virtual n° 1: Amor Virtual

3542383659?profile=originalImagem: capturada no Google
Tema do Concurso: Amor Virtual

3543670556?profile=RESIZE_710xOrientações

1- Serão admitidas as formas literárias:
a) poema;
b) conto;
c) crônica.

2- Para participar do concurso, faz-se necessário, na ordem abaixo:
a) publicar a imagem que anuncia o concurso, no cabeçalho do texto;
b) indicar o título do poema;
c) inserir o poema;
d) inserir o nome do autor;
e) inserir o país do autor.
*
3- Serão eliminados do certame:
a) os textos dos autores que não exibirem a página do perfil completa;
b) os textos que ignorarem o tema e a imagem propostos;
c) os textos que não se enquadrarem no item 1.
*
4- Serão destacados cinco prêmios (diplomas), assim atribuídos:
a) primeiro lugar;
b) segundo lugar;
c) terceiro lugar;
d) menção honrosa;
e) menção honrosa.
Parágrafo único - Serão computadas as notas de SETE a DEZ, conferidas por dois autores PEAPAZ.
*
5- Prazo no qual transcorrerá o certame:
a) início: 1° de outubro de 2014 - quarta-feira;
b) término: 14 de outubro de 2014 - terça-feira;
c) entrega dos prêmios: 15 de outubro de 2014 - quarta-feira.

3543670556?profile=RESIZE_710x
Para publicar o texto clicar aqui

3543670556?profile=RESIZE_710xPARTICIPANTES:

Fátima Mota. VIRTUAL

Isabel Cristina Silva Vargas. APENAS AMOR

Ka Santos. TEU AMOR NAVEGA EM MIM

Lais Maria Müller Moreira. INSTRUMENTOS

Marcial Salaverry. AMOR PELA INTERNET - CONTO

Marcial Salaverry. ANALISANDO AMOR VIRTUAL E AMOR FISICO - CRONICA

Marcial Salaverry. E-MAIL É MEIO DE AMOR - POEMA

Maria Aparecida Maia Viégas. NOSSO AMOR VIRTUAL

María Cristina Garay Andrade. PARA CUANDO TU TE VAYAS

Maria Iraci Leal. MUNDO VIRTUAL...

Roberto Bordin. NUNCA TE VI, SEMPRE TE AMEI

Sílvia Mota. NOTÍCIAS, POR E-MAIL... [Soneto Alexandrino]

Sílvia Mota. SEDUÇÃO [QUE VOZ!] - CONTO 

3543670556?profile=RESIZE_710xJULGADORES:
Sílvia Mota
Janete Francisco Sales Yoshinaga

3543670556?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Personalização da página de perfil

Para personalizar a página de perfil

1- Escolha uma imagem em:

Temas Ning de Sílvia Mota: https://belasartesbelas.ning.com/groups/silvia-mota-artes-plasticas/temas-ning

Temas Ning de Margarida Maria Madruga: https://belasartesbelas.ning.com/groups/margarida-maria-madruga/temas-ning

Temas Ning de diversos artistas: https://belasartesbelas.ning.com/groups/temas-ning

2- Escolhida a imagem, busque o código disponibilizado pelo seu(ua) autor(a)

Exemplos:

51286017?profile=RESIZE_710xou

51285992?profile=RESIZE_710x

 

3- Abra o arquivo e salve o código COMPLETO.

4- Agora, acessaremos a página do perfil que se pretende ilustrada:

a) clicar em "Opções" (seta vermelha);

b) clicar em Edit Profile (seta verde).

126684541?profile=original

5- Vamos inserir os códigos:

a) no espaço assinalado pela seta verde: inserir o código do Tema Ning que foi copiado anteriormente (item 2)

b) no espaço assinalado pela seta vermelha: inserir o código da música - que pode ser capturado no Youtube ou aqui: https://belasartesbelas.ning.com/groups/orientacoes-babpeapaz/codigos-de-musicas.

6- Clicar em "Atualizar".

51287486?profile=RESIZE_710x

 7- Agora, vamos inserir a capa (ilustração) principal na página do perfil:

a) clicar em "Opções";

b) em "Foto da capa" clicar em "Carregar";

c) em seu computador, procurar o arquivo desejado, clicar duas vezes sobre o mesmo

51287388?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Pesquisa - Depressão e Transtorno Bipolar

Depressão e Transtorno Bipolar

3543670556?profile=RESIZE_710xSegundo a Associação Brasileira de Psiquiatria, o transtorno bipolar,

caracterizado pela alternância entre euforia e depressão, atinge 2,2% da população no país.

A estimativa é que 4,2 milhões de pessoas sofrem desse transtorno no Brasil.

3543670556?profile=RESIZE_710x

Site do Dr. Leonardo Palmeira

Tristeza, depressão e bipolaridade: diferenças e semelhanças

Transtorno bipolar começa geralmente na adolescência

Depressão e Transtorno Bipolar em Foco – Do Sintoma à Doença 3543670556?profile=RESIZE_710xSite do Dr. Dráuzio Varella

Transtorno bipolar | Dr. Drauzio Varella - Entrevista

3543670556?profile=RESIZE_710xTranstorno bipolar é a doença que mais causa suicídios

 

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Direitos Autorais

DIREITOS AUTORAIS E LICENÇAS DE DISTRIBUIÇÃO
- Resposta coletiva, para algumas dúvidas persistentes -

Os textos publicados no Portal PEAPAZ (http://peapaz.ning.com) não são registrados, a não ser que o próprio autor o faça. O Portal PEAPAZ não se responsabiliza pelo registro dos direitos do autor, nem pelas licenças de distribuição escolhidas, muito menos pelo possível mau uso dos textos. É possível ocorrer uso indevido dos textos publicados no Portal PEAPAZ, pois o mundo virtual ainda é considerado por algumas pessoas de má índole como “terra de ninguém”.

As expressões “direitos reservados” e “creative commons” que aparecem embaixo dos poemas sob o formato de “selinhos”, indicam como o autor gostaria que as pessoas utilizassem sua obra. O autor poderá simplesmente inadmitir o uso dos seus textos, sob hipótese alguma, quanto poderá decidir a distribuição do texto sob uma licença Creative Commons, através da qual escolherá as opções para definir como o texto da sua autoria deve ser utilizado. Essa opção aparecerá embaixo da publicação. As pessoas éticas respeitarão essa escolha, mas outras talvez não o façam.

O Portal PEAPAZ nada faz para impedir o uso indevido dos textos aqui publicados e aconselha o registro dos mesmos na Biblioteca Nacional, disponível para esse fim, desde 1898. Através do registro de obras intelectuais, de acordo com a Lei nº 9.610/98, o registro de direitos autorais tem por finalidade dar ao autor segurança quanto ao direito de criação sobre sua obra. O registro permite o reconhecimento da autoria, especifica direitos morais e patrimoniais e estabelece prazos de proteção tanto para o titular quanto para os seus sucessores. Além disso, o EDA também recebe o “depósito legal” das obras registradas, contribuindo para a guarda e a difusão da produção intelectual brasileira, missão principal da Fundação Biblioteca Nacional.

Ao Portal PEAPAZ não cabe a obrigação de providenciar esse registro para os seus membros e lastima profundamente se, por tal motivo, os autores afastarem-se do portal. No caso de assumida essa decisão, o cadastro poderá ser excluído a partir de “Configurações”, na coluna do lado direito da tela. Nessa página, na parte de baixo, existe a opção “Sair de Poetas e Escritores do Amor e da Paz”. Bastará clicar no link, para fazê-lo. Aconselha-se a pensar bem antes de fazer isso, porque nem sempre será aceito o retorno do poeta e escritor ao ambiente peapaziano.

PROCESSO PARA REGISTRO NA BIBLIOTECA NACIONAL

A obra a ser registrada - UM exemplar, se for inédita, com todas as páginas numeradas e rubricadas e DOIS exemplares caso a obra seja publicada - deverá ser encaminhada ao EDA, por SEDEX ou Carta Registrada, no seguinte endereço:

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL
Rua da Imprensa, n° 16 - 12º andar - sala 1205
Castelo - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20030-120

ANEXAR AO PEDIDO

– Formulário de Requerimento, preenchido em letra de forma e legível, assinado conforme RG (frente e verso). Cada requerimento permite o preenchimento de até DOIS autores, e, nesse caso, os dois devem assinar o documento. Para mais de DOIS autores é necessário preencher tantos requerimentos quantos forem necessários.
– Xerox legível do CPF e RG de todos os autores.
– Xerox do comprovante de Residência do requerente.
– Procedimentos para retirar sua boleta: entre no site: http://www.stn.fazenda.gov.br
– SIAFI (Guia de Recolhimento da União)
– Recibo original do pagamento

PREENCHIMENTO DOS CAMPOS OBRIGATÓRIOS

UG: 344042 – Gestão: 34209 (Fundação Biblioteca Nacional)
Recolhimento – Código: 28830-6 (Serviços Administrativos), no valor de R$20,00 para Pessoa Física e R$ 40,00 para Pessoa Jurídica, para cada obra

PARA O REGISTRO DE POEMAS

*O valor a ser pago será o mesmo, para UM quanto mais poemas, quando forem esses registrados em conjunto. Sendo assim, deve-se inserir um título para a obra na capa do processo e indicar quantos poemas serão registrados. O autor fará dois sumários, com a relação de todos os poemas a serem registrados, seguindo a mesma ordem em que foram organizados na pasta. Esse procedimento é para o controle do próprio autor, pois saberá sempre quais foram os poemas registrados naquele montante. Não esqueça de que essa relação (sumário) deverá ser sempre a primeira folha da pasta. Na relação (sumário) colocar os títulos dos poemas, um embaixo do outro. Anexar um sumário ao formulário de requerimento e o outro à obra.

***ATENÇÃO!

1- Caso o pedido de registro e/ou averbação se faça via procurador, a Procuração deverá conter o CPF e o endereço completo do procurador (incluindo o CEP).
2- O comprovante de entrega de documentos com o respectivo número de protocolo será fornecido ao requerente que fizer sua solicitação de modo presencial na recepção da Sede do EDA (Rio de Janeiro) e nos Postos Estaduais.
3- Caso o requerente não possa se dirigir pessoalmente à Sede ou a um dos Postos Estaduais do EDA, a DOCUMENTAÇÃO COMPLETA (anteriormente indicada), será enviada por SEDEX ou Carta Registrada para a sede do EDA no Rio de Janeiro. Neste caso, não será possível encaminhar o recebido de entrega de documentos com o respectivo número de protocolo. O requerente deve aguardar comunicado, via Correios, com informações sobre a solicitação encaminhada, observando os prazos estabelecidos na norma vigente.
4- Requerimentos antigos e alterados na sua forma não serão aceitos para formalização de pedido de registro e serviço.

PARA DIRIMIR DÚVIDAS

Escritório de Direitos Autorais
Rua da Imprensa, 16 - 12º andar - sala 1205
Centro - Rio de Janeiro - RJ
CEP20030-120
Telefones: (21) 2220-0039 / 2262-0017
Fax: (21) 2240-9179
Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 13h às 16h
Site: http://www.bn.br – Serviços a Profissionais – Escritório de Direitos Autorais

Todas as informações relacionadas ao assunto poderão ser acessadas a partir do site http://www.bn.br/eda, onde constam as Normas para Registro de Obras Intelectuais Inéditas e Publicadas, o Formulário de Requerimento e seu Modelo de preenchimento, bem como a Tabela de Preços, entre outros documentos.

ARQUIVOS PARA DOWNLOAD:

POSTOS ESTADUAIS

Amazonas - AM
UFAM - Universidade Federal do Amazonas
Av. General Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 6200
Campus Universitário Senador Artur Vigilio Filho
Setor Norte, Centro Administrativo, Coroado
CEP 69077-00
Tel: (92) 3305-1758

Espírito Santo - ES
Biblioteca Central da Universidade Federal do Espírito Santo
Av. Fernando Ferrari, 514
Goiabeiras, Campus Universitário, Vitória
CEP 29075-910
Tel: (27) 4009-7850

Maranhão - MA
Biblioteca Pública Benedito Leite
Praça Deodoro, (Praça do Patheon), s/n
Centro - São Luís
CEP 65020-180
Tel: (98) 3218-9961

Mato Grosso - MT
Unic - Universidade de Cuiabá
Av. Beira Rio 3100
Grande Terceiro - Cuiabá
CEP 78065-700
Tel: (65) 3363-1179
Fax: (65) 3363-1176

UFMT - Universidade Federal do Mato Grosso
Av. Fernando Corrêa da Costa, 2367
Boa Esperança - Cuiabá
CEP 78060-900
Tel: (65) 3313-7155

Minas Gerais - MG
Biblioteca Pública Municipal Bernardo Guimarães
Rua Alaor Prata, 317
Centro - Uberaba
CEP 38015-010
Tel: (34) 3332-1900

Pará - PA
Universidade Federal do Pará
Av. Augusto Corrêa, nº 1
Prédio de Incubação de Empresas de Base Tecnológica
Guamá - Belém
CEP 66075-900
Tel: (91) 3201-7258/ 3201-7000 (Geral)

Paraná - PR
Biblioteca Pública do Paraná
Rua Cândido Lopes, 133
Centro - Curitiba
CEP 80020-901
Tel: (41) 3221-4900
Fax: (41) 3224-0575/ 225-6883

Pernambuco - PE
Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco
Rua João Lira, s/nº
Bairro Santo Amaro - Recife
CEP 50050-550
Tel: (81) 3181-2649
Fax: (81) 3181-2640

Rio de Janeiro - RJ (sede)
Escritório de Direitos Autorais
Rua da Imprensa, 16/12º andar - sala 1205
Castelo - Rio de Janeiro
CEP 20030-120
Tel: (21) 2220-0039/ 2262-0017
Fax: (21) 2240-9179

Santa Catarina - SC
UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina
Av. Madre Benvenuta, 2007
Florianópolis
CEP 88035-001
Tel: (48) 3321-8072

São Paulo - SP
Alameda Nothmann, 1058
Campos Elíseos - São Paulo
CEP 01216-001
Horário de atendimento de 10h às 16h
Tel: (11) 3825-5249

***Informações para o registro, retiradas do Site da Biblioteca Nacional

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Descrição do Portal PEAPAZ

Portal Sociocultural Interdisciplinar: Saber com Dignidade, Ética e Respeito, sob os cânones do Amor e da Paz, por um meio social mais justo. Em oito anos constituímos, até o momento, um grupo de 900 selecionados poetas, escritores e artistas, com mais de 32.000 publicações nos blogs. As demais publicações espalham-se pelos 107 Grupos Temáticos, com assuntos de ponta no mundo da Literatura e da Ciência, entre esses: A Mulher no PEAPAZ, Rumo a um Novo Mundo (Exclusividade PEAPAZ); Biopoesia; Humanismo; A Corrupção Através dos Tempos; Tortura; Antologia Imagem e Literatura; Palíndromos; AkrosPeapaz; Aldravias; Sonetos; Haikais; Poetrix; Tankas; Indrisos; Contos; Microcontos; Crônicas; Minicrônicas; Vida Cigana; Direito das Minorias; Religiões no Mundo; Grupos Étnicos e Raciais; Bioética e Biodireito; Pesquisa Jurídica; Homoafetividade; Meio Ambiente e Direito Ambiental. Nossos correspondentes: Brasil, Portugal, Cabo Verde, Argentina, Uruguai, Espanha, México, Guatemala, Chile, Itália, Marrocos, República Dominicana, Venezuela, Moçambique, Suécia, Peru, Colombia, Tunísia, Canadá, Bélgica, Grécia, Líbia, Sérvia, Reino Unido e Estados Unidos.

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Louis Daniel Armstrong

1110532963?profile=RESIZE_480x4801110534112?profile=originalLouis Daniel Armstrong

Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz

1110534112?profile=original

Louis Daniel Armstrong destacou-se como cantor, compositor, instrumentista (trompetista, cornetista, saxofonista e arranjador), escritor, letrista, produtor musical, dramaturgo, artista plástico, ator, tenor, maestro e ativista político e social americano, considerado "a personificação do jazz". É de reconhecida fama, tanto como cantor quanto como solista, ao som do seu trompete.

 

Nascimento e infância

 

Louis Daniel Armstrong nasceu em 4 de agosto de 1901, em Storyville, distrito de New Orleans, conhecido por seu ambiente diversificado, que abrangia dos bordéis até as igrejas, escalonando por espeluncas de todos os gêneros e atividades. Sua infância foi de grande pobreza. O pai abandonou a família assim que Louis nasceu. Entre a liberdade das ruas e o trabalho para auxiliar a família, Louis tornou-se uma criança assaz esperta, que se adaptou à vida complexa que o destino lhe ofereceu.

 

 

 

1110533056?profile=RESIZE_480x480A seta no topo da esta foto aponta para Louis Armstrong,

com a idade de 11 anos, membro da Colored Waifs Home banda

 

Adolescência

 

Aos 13 anos, Louis Daniel Armstrong conseguiu comprar uma corneta, com dinheiro emprestado de família russa-judia, os Karnofskys, e, de forma autodidata, aprendeu a tocá-la. Também cantava com um grupo pelas ruas para ganhar uns trocados a mais.

 

Na noite do Ano Novo, de 1912, por brincadeira, atirou para o alto com um revólver e, por tal atitude, foi enviado a um reformatório, onde permaneceu por um ano e meio. Ainda que pareça curioso o fato, foi nessa temporada no reformatório que teve contato veemente com a música, executando bugle e corneta na banda da instituição. Na mesma época, iniciou aprendizado em harmonia.

 

Ao retornar à liberdade, improvisou diversos bicos para sustentar-se e lançava mão de cada oportunidade para tocar uma corneta (muitas vezes, emprestada), onde fosse possível.

 

1110532983?profile=RESIZE_480x480Armstrong com a mãe Mayann

"Ela incutiu em mim a ideia de que o que você não pode obter - para o inferno com ele"

 

Vida adulta

 

Suas apresentações em inúmeras bandas que pululavam por New Orleans, destacavam-no como músico. A música, no entanto, ainda não era o jazz.

 

Foi então, que conheceu Joseph Nathan Oliver (19 de dezembro de 1881 - 10 de abril de 1938) mais conhecido como King Oliver ou Joe Oliver, um compositor notável, que escreveu muitas músicas ainda tocadas hoje, entre essas: "Dippermouth Blues", "Sweet Like This", "Canal Street Blues", e "Doctor Jazz". King Oliver foi mentor e professor de Louis Armstrong, que entrou para Oliver, em Chicago, em 1922, permanecendo até 1924, quando foi para Nova York para tocar com a banda de Fletcher Henderson. A influência de King Oliver foi tal em sua vida, que Armstrong afirmou: "Se não fosse por Joe Oliver, o Jazz não seria o que é hoje."

 

Quando voltou para Chicago, no outono de 1925, Armstrong começou a gravar uma das maiores séries da história do jazz. Destas, Hot Five e Hot Seven, levaram-no a romper com as convenções de Nova Orleans, com seu trabalho em trompete, notável por sua inventividade, ousadia rítmica, liberdade de improvisação e garantia de técnica perfeita. Em 1928, Armstrong começou a gravar com o baterista Zutty Singleton e o pianista Earl Hines, este último um músico capaz de igualar Armstrong no virtuosismo. Dessa aproximação nascem registros de obras-primas, performances destacadas por conjuntos complexos, torções harmônicas imprevisíveis e ousadia rítmica. Durante esses anos, Armstrong trabalhou com grandes bandas em clubes de Chicago e teatros. Seus vocais, com maioria dos registros pós-1925, são uma extensão da sua trombeta, cujo fraseado e vivacidade rítmica são entregues a um estilo gutural único.

 

Em 1929, Armstrong estava em Nova York com uma banda discoteca. Apareceu na revista teatral Hot Chocolates, pela interpretação de "Fats" Waller de "Is not Misbehavin", primeiro hit canção popular de Armstrong. A partir deste período, seu repertório ligado principalmente ao material de música popular, apresentou novo desafio em razão da sofisticação harmônica relativa. Algumas performances notáveis resultaram. Seu virtuosismo atingiu o auge por volta de 1933. Então, seu estilo passou por um processo de simplificação, que substituiu uma virtuosa exibição por um artesanato maduro que retirou de cada nota a vantagem máxima. Armstrong regravou alguns dos seus sucessos anteriores, com sucesso considerável.

 

Armstrong continuou a apresentar-se em grandes bandas e em algumas de qualidade inferior, até 1947, altura em que a era das big-bands acabara. Voltou, então, a liderar um pequeno grupo que, embora inicialmente incluídos músicos de primeira classe, tornou-se, ao longo dos anos, um mero pano de fundo para os talentos vaudevillian.

 

Durante a década de 1930, Armstrong alcançara fama internacional. Sua primeira turnê pela Europa como solista e cantor ocorreu em 1932. Depois da Segunda Guerra Mundial e sua viagem à França de 1948, Armstrong tornou-se viajante inveterado pelo mundo, passando pela Europa, África, Japão, Austrália e América do Sul. Atuou em vários filmes, sendo o melhor, um documentário intitulado Satchmo, o Grande (1957).

 

Em seus últimos anos o pensamento público de Armstrong como artista, reflete na maior parte de sua produção recorde. Mas, havia ocasiões em que produzia música de espantosa eloquência e brilho.

 

 

1110532848?profile=originalO trompete de Louis Armstrong

 

Morte

 

Louis Armstrong morreu de ataque cardíaco em 6 de julho de 1971, aos 69 anos, em Corona – Queens - Nova Iorque, 11 meses após tocar um último solo na Sala Imperial do Waldorf-Astoria. São indicadas como suas últimas palavras: "I had my trumpet, I had a beautiful life, I had a family, I had Jazz. Now I am complete", que numa tradução livre guarda o seguinte significado: "Eu tive o meu trompete, uma vida linda, uma família, o Jazz. Agora estou completo." Encontra-se sepultado no Cemitério Flushing, em Flushing - Nova York.

 

1110533139?profile=RESIZE_480x4801110533362?profile=RESIZE_480x4801110533310?profile=RESIZE_480x480Louis Armstrong - documento gravado com sua própria letra

1110534112?profile=original

Referências

 

TAMÁRA. Louis Armstrong. Pintando Música, [s. l.]. Disponível em: http://pintandomusica4.blogspot.com.br/2009/03/louis-armstrong.html. Acesso em: 5 jul. 2016.

 

LOUIS ARMSTRONG. Verbete. Wikipédia: enciclopédia livre, [s.l.]. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Louis_Armstrong. Acesso em: 6 jul. 2016.

 

LOUIS ARMSTRONG FACTS. Verbete. Your Dictionary, Burlingame, CA. Disponível em: http://biography.yourdictionary.com/louis-armstrong. Acesso em: 6 jul. 2016.

 

KING OLIVER. Verbete. Wikipédia: enciclopédia livre, [s.l.]. Disponível em: https://en.wikipedia.org/wiki/King_Oliver. Acesso em: 6 jul. 2016.

1110534112?profile=original

1110534112?profile=original

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Músicas maravilhosas - Gheorge Zamfir

Gheorge Zamfir

 

http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/georgezamfir_foryoureyesonly.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/gheorgezamfircandilejas.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-AnniesSong.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/gheorghezamfir-loveisall.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-Memory.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-Panflute.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-SpanishEyes.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-TheLadyInRed.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-TheRose.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-TheSoundsofSilence.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-Timetosaygoodbay.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-Unbreakmyheart.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-Unchainedmelody.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/GheorgheZamfir-WomaninLove.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria7/gheorghezamfircoyoteugly.mp3

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Músicas maravilhosas - Frank Pourcel

Frank Pourcel

 

http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/frankpourcelcielitolindo.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria2/franckpourcel-Nabuco.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria4/frankpourcel-lamentoborincano.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria4/frankpourcelmorirdeamor.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria4/frankpourcelmamyblue.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/frankpourcel-gotasdelluviasobremicabeza.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/frankpourcel-Veneciasintí.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/frankpourcelalmallanera.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/frankpourcellovestory.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/frankpourcelnewyork_newyork.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/frankpourcelobladioblada.mp3

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Músicas maravilhosas - Richard Clayderman

Richard Clayderman

 

http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria/musicadeluzmaria/richardclayderman_pianoconcertono21.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria6/richardclayderman-cajitademusica.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria6/richardclayderman-portivolare.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria6/richardclayderman-yesterday.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria6/richardclaydermandolannesmelody.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria6/richardclayderman-recuerdodeinfancia.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria6/richardclayderman_cuandounhombreama.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria6/richardcleyderman-unasnotasparaana.mp3

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Músicas maravilhosas - Fausto Papetti

Fausto Papetti

 

http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti-candilejas.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetticanciondeamor.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti-eclipsetotaldeamor.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti-imaginate.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti-lamer.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti-larastheme.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti-melodiadesencadenada.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti-myway.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti-popurridejulioiglesias.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti_arthurstheme.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapettilossonidosdelsilencio.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapettinatali.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti-soleado.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapetti-yahoraque.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria8/faustopapettiwomaninlove.mp3

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Músicas maravilhosas - De DiBlasio

De DiBlasio

 

http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasioeldiaquemequieras.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasiocorazondenino.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasioamoreterno.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasiobaladaparaunloco.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasiopopurridejoseluisperales.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasiopopurriderobertocarlos.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasiopiano.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasiocierralosojos.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasioeltriste.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasiolabikina.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasioparaelisa.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasiopenelope.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasioromeoyjulieta.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasiotemadenadia.mp3
http://sites.google.com/site/musicadeluzmaria9/Diblasio_miunicornioazul.mp3

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Músicas maravilhosas - Ernesto Cortazar

Ernesto Cortazar

http://sites.google.com/site/eltallerdeket/ecortazarItalia.wav
http://sites.google.com/site/eltallerdeket/cortazar-between_thorns_and_roses.mp3
http://sites.google.com/site/eltallerdeket/Ernesto-JustforYoutrecho.wav
http://sites.google.com/site/eltallerdeket/ernestocortazarconciertoparaunavoz.wav
http://sites.google.com/site/eltallerdeket/ErnestoCortazar-RemembranceLayer-3.wav
http://sites.google.com/site/eltallerdeket/ErnestoCortazar-GodSentMeAnAngel.wav

http://sites.google.com/site/arteybellezaenpspket01/ket-ernestocortazar-whenthewavesdance.mp3
http://sites.google.com/site/arteybellezaenpspket01/ket-ernestocortazar-humbleconfesion.mp3
http://sites.google.com/site/arteybellezaenpspket01/ket-ernestocortazar-mascarade.mp3
http://sites.google.com/site/arteybellezaenpspket01/ket-ernestocortazar-noctambule.mp3
http://sites.google.com/site/arteybellezaenpspket01/ket-ernestocortazar-profoundpassion.mp3
http://sites.google.com/site/arteybellezaenpspket01/ket-ernestocortazar-bluewaters.mp3
http://sites.google.com/site/arteybellezaenpspket01/ket-ernestocortazar-lonelyisland.mp3

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Bibliografia Temática: Bioética e Saúde Mental

BIOÉTICA E SAÚDE MENTAL

Apresentação gráfica das referências: NÃO SE ENCONTRA conforme as exigências da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Aos poucos as correções serão realizadas.

 

Amor Pan J.R. Ética y discapacidad intelectual. Madrid: Universidad de Comillas, 2007. 

Asociación Española de Derecho Farmacéutico. Confidencialidad en la práctica psiquiátrica. Madrid: Asociación Española de Derecho Farmacéutico, 2002. 

Barrios Flores L.F, Barcia Salorio D. Marco jurídico de las urgencias psiquiátricas (2 tomos). Madrid: You & US, 2005. 

Bloch S, Chodoff P, Green S.A. La ética en psiquiatría. Madrid: Triacastela, 2001. 

Boada M, Robles A (eds.). Análisis y reflexiones sobre la capacidad de tomar decisiones durante la evolución de una demencia: “Documento Sitges”. Barcelona: Glosa, 2005. 

Calcedo Ordóñez A (ed.). Secreto médico y protección de datos sanitarios en la práctica psiquiátrica. Madrid: Editorial Médica Panamericana, 2000. 

Cusí V, Abel F, Borrás M, Cambra F.J. Diagnóstico prenatal, neonatología y discapacidad severa: problemas éticos. Madrid: Institut Borja de Bioètica y Fundación Mapfre Medicina, 2001. 

De Lorenzo Montero R. Manual práctico de la Ley básica de autonomía de los pacientes para psiquiatras. Madrid: Saned, 2003. 

Guimón J. La discriminación de los pacientes mentales: Un reto para los derechos humanos. Bilbao: Universidad de Deusto, 2004. 

Maganto Mateo C, Maganto Mateo J.M. Cómo potenciar las emociones positivas y afrontar las negativas. Madrid: Pirámide, 2010. 

Martínez Martínez J (ed.). Exclusión social y discapacidad. Madrid: Universidad de Comillas, 2005. 

Medina León A, Moreno Díaz Mª.J, Lillo Roldán R (eds.). Trato indigno. Encuentros jurídico-psiquiátricos. Badalona: Artium, 2005. 

Moncrieff J. Hablando claro. Una introducción a los fármacos psiquiátricos. Barcelona: Herder, 2013. 

Montejo González A.L. Sexualidad y salud mental. Barcelona: Glosa, 2005. 

Montejo González A.L. Sexualidad, Psiquiatría y Cultura. Barcelona: Glosa, 2005. 

Orden Hospitalaria de San Juan de Dios. Comisión Interprovincial. Personas con discapacidad intelectual: manual de educación afectivo-sexual. Madrid: Fundación Juan Ciudad, 2007. 

Organización Mundial de la Salud. Manual de Recursos de la OMS sobre Salud Mental. Derechos Humanos y Legislación: Sí a la atención, no a la exclusión. Ginebra, 2006. 

San L (coord.). Trastornos del comportamiento en la infancia y en la adolescencia: ¿qué está sucediendo? Esplugues de Llobregat: Hospital San Joan de Deu, 2009. 

Santander F (ed.). Ética y praxis psiquiátrica. Madrid: Asociación Española de Neuropsiquiatría, 2000.

Saiba mais…
DIAMANTE BABPEAPAZ

Bibliografia Temática: Ética Bioética Clínica

ÉTICA BIOÉTICA CLÍNICA

NÃO SE ENCONTRA conforme as exigências da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Aos poucos as correções serão realizadas.

 

Beca J.P, Astete C. Bioética clínica. Santiago de Chile: Mediterráneo, 2012. 

Beca J.P, Razmilic M. Bioética clínica narrativa. Santiago de Chile: Mediterráneo, 2014. 

Cabré Pericas L (ed.). Bioética y medicina intensiva. Cizur Menor (Navarra): Civitas, Observatori de Bioètica i Dret, Organización de las Naciones Unidas para l Educación, La Ciencia y la Cultura, 2012. 

Elster J, Herpin N. La ética de las decisiones médicas. Barcelona: Gedisa, 2000. 

Gómez Rubí J.A. Ética en medicina crítica. Madrid: Triacastela, 2002. 

Gómez-Heras J.M.G. Debate en bioética: identidad del paciente y praxis médica. Biblioteca Nueva: Madrid, 2012. 

Gracia D, Júdez J (eds.). Ética en la práctica clínica. Madrid: Triacastela, 2004. 

Gracia D. Procedimientos de decisión en ética clínica. 2ª ed. Madrid: Triacastela, 2007. 

Jonsen R, Siegler M, Winslade W.J. Ética clínica: Aproximación a la toma de decisiones en la medicina clínica. Barcelona: Ariel, 2005. 

Rivero Serrano, O, Paredes Sierra, R. Ética en el ejercicio de la medicina. Editorial Médica Panamericana, 2006. 

Roqué Sánchez Mª.V. Médico y paciente: El lado humano de la medicina. Barcelona: Dux Editorial, 2007. 

Soler Company E (coord.). Ética clínica en farmacia hospitalaria. Fundación Salud 2000: Madrid, 2013.

Saiba mais…