Posts de Ronilda David (36)

Poetisa e Escritora

A Ciníca Cabala Dos Bruxos




 

 

É tempo de deitar abaixo doutros infernos

essa dor demoníaca 

De entregar os pés nômades  a

cabala dos bruxos

 

 

Acender as asas e partir sem olhar

para trás.

 

É tempo de exterminar a inocência d'anjos

Parir a malícia dos sobreviventes

Desertar a insígnia  dessa Pátria  desvairada

Ser meu próprio povo sem ídolo

Orfã de vozes e berros de falsas orações

e vestidos pudores!

 

 

Chegou a hora da selvageria uivar

pelas montanhas dos dias...

 

A santa profanação dessa minha solitária

visão, que só diz respeito a mim e o caminho

que agora escolhi eu.

 

 

 

 

Sonhar?

 

Nunca mais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

 

 

Ronilda David/Loubah Sofia - Sem Alma Alguma


 

 

Saiba mais…
Poetisa e Escritora

Sale A Pasear A Su Paso

 

 

 

 

 

Existem palavras demais...

e falam tanto e nada dizem.

O silêncio muito fala ...

Se desejassem ouvir e escutar.

Mas não querem.

Por isso que sigo

a sabedoria das pedras,

que sabem para onde vão

E sabem bem mais do que

ouvem e a quem seguir.

 

 

 

Ronilda David/Loubah Sofia Alma feita de ti

 

Saiba mais…
Poetisa e Escritora

Falésias

 

 

 

 

 

- Mas porque você assim?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Assim como?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Ai desse jeito...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- desse jeito como?!

 

 

 

 

 

 

 

 

- desse jeito ai ó!

 

 

 

 

 

 

 

 

- n- ã - o        SEI  

do que você está  a falar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

...

 

 

 

 

 

 

- Sabe sim, só não quer  dizer.

Me diz 

ou será que não tem mais confiança em mim?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Ai está  você , a me despir a alma sem o menor pudor!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Ora deixa disso, desde quando a sua alma tem vergonha

da minha?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Desde o dia que não percebi que espécie de frio 

fez à  sua se cobrir diante da minha  própria nudez

 

 

ou ...

 

será mudez?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Agora esta !!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Você  me toma desde quando não sei, por um ser tolo.

Mas nem tudo que vejo, digo pra você. .. Pelo sentir do coração

permaneço n'uma consciente cegueira e lúcida surdez.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

...

 

 

 

 

 

- Está  desconversando e não responde minha pergunta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- que pergunta?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Aquela!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Não me  lembro...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Está bem, pelos vistos, não vai mesmo me dizer não é?

Então  o assunto está arrumado e ponto final!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Me Ouve...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nem toda verdade deve ser dita.

Assim como nem toda mentira deve

ser ocultada e quer saber?

 

 

 

 

 

- ?

 

 

 

 

 

 

 -Me Abraça...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

... Talvez minha pele conte esse segredo

aos poros da sua.

 

 

 

 

 

 

 

 

...

 

 

 

 

 

 

 

 

Ronilda David/Loubah Sofia - Alma Feita Do Nada

Saiba mais…
Poetisa e Escritora

Eixo convergente

 

R

   e

     s

        i

         l

            i

              ê

                n

                   cia 

.................AbstinênciA 

 

Movimento por dentro da sensação 

.

.

.

Apenas ouvir à quietude

.

.

.

 

Não

mais lutar

 

 

 

Não

mais aparentar

 

 

 

................Gritar

.......?.............Espernear 

 

 

Apenas:

à entrega deliberada.

No dobrar

Dos joelhos

... 

Baixar

o olhar

 

        ***

Reconhecer à hora de parar!

 

 

E nada questionar.

 

Há momentos como esse que à mente nubla, o raciocínio embota,  O coração congela.

 

 

É hora de aquietar

Calar e esperar.

Que aja conserto há tempo.

Que às palavras alcancem.

Que os gestos façam milagres.

Ou...

O extremo inverso como o segundo que se esvai e  nunca mais voltará .

 

Ronilda David 

Loubah Sofia - Alma Feita De Ti 

Belas Artes Belas.

06.12.2018

19:51

Saiba mais…
Poetisa e Escritora

O Tempo Das Cerejas

-Porque você  escreve silêncios?

Rolou a cereja encarnada lentamente entre
os dedos longos e macios.

 

 


Sentiu a textura perfumada e quietamente
com o olhar gentil, respondeu baixinho:

 



- Tenho esperança de que os gritos da sua pressa
percebam que  minha voz que fala à você
não é invisível.

 
 
Ronilda David/  Loubah Sofia- Alma Feita DeTi 
 
Saiba mais…