Posts de Mariangela Nunes Pamplona (78)

Sou brasileiro?

 

As vezes, em minha terra eu me sinto um estrangeiro,

Não gosto de samba nem de futebol,

Tenho vergonha desse “jeitinho brasileiro”

Não curto minha pele exposta ao sol

E pelo êxtase do carnaval não anseio.

Certos estilos de musicas tornaram-se vulgares

Mostrar bunda ou peito deixou de ser atrativo

O estresse do transito, das filas infindáveis.

A corrupção desenfreada dos eternos políticos.

 

A cerveja gelada tem gosto de confusão,

A violência esta em cada lugar que vejo,

A pobreza assusta pela sua imensidão,

E por mais que eu creia em meu próprio berço,

Sempre que nele eu penso me vem essa questão,

Será que sou realmente brasileiro,

Ou apenas um patriota de coração?

 

3639260077?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Eu

São tantos os meus defeitos que nem sei de todos,

Tenho certas virtudes que também desconheço,

Tenho amores errados, tristezas bobas, medos tolos,

As vezes acho que tenho mais do que mereço.

 

Mudo de opinião como se fosse natural,

Duvido sempre dos meus sentimentos

Choro por uma música ou um poema banal

Muito da minha vida já caiu no esquecimento.

 

Tenho crenças infundadas, inexplicáveis,

Sonhos que sempre deixo pra depois,

Tristes saudades  no final de tarde.

Meus olhos precisam de outros farois.

 

Levanto minha estima estando bem ou mal,

Não deixo que saibam se perdi ou se ganhei

Só não gosto que tudo continue sempre igual,

Pois o que levo da vida, foi a vida que levei.

 

3571569575?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Amor de vó

Esse amor intenso que por ti a mim é dado sem restrição,

Me desarma de qualquer propósito de seguir regras ao teu lado

És a minha princesinha, que tomou conta do meu coração

Pois basta olhar teu sorriso e sentir teus beijinhos e teus abraços,

Para que eu esqueça de tudo o que me foi dito e ordenado

E sinta a minha felicidade nesse meu amor abobado.

 

Nossas brincadeiras, gargalhadas, tolices e minha submissão aos teus pedidos,

Fazem parte do nosso convívio, restrito e especial.

Pois sua candura, seu ingênuo olhar e seu lindo sorriso.

Fazem tudo parecer que tudo é tão natural.

 

Tenho receio que esse meu excessivo afeto

Acabe nos afastando por razões quaisquer

Pois o meu amor de vó pelos seus  netos,

É simplesmente amor de ponta cabeça ao pé.

 

3565094042?profile=RESIZE_710x

Saiba mais…

Eu e você

Pode até parecer clichê

 Um sentimento banal

Mas quando estou com você

Sinto um romance sensual

 

Quando não estou, sedução,

Eleva meus pensamentos,

Esperando sentir tuas mãos

Tateando meu corpo inteiro

 

Seu prazer me enlouquece

Meu corpo fica ao seu dispor

Deixo que essa loucura me leve

Para junto de você, fazendo amor

 

3564928310?profile=RESIZE_710x

 

Saiba mais…

Engano


3542049394?profile=original

Queria que fosse diferente...Não imaginei que assim seria,
Alguém que amava me enganando sem sequer pestanejar, 
Deixando que eu lamente enquanto ele decerto sorria
Dizendo ser correto aquilo que tenta camuflar.
                       xxxx
Em discursos feitos com palavras enganosas
Escondendo por trás o seu foice e chicote
Quem conhece sabe que são manhas ardilosas,
Como cobra,sabe hipnotizar para poder dar o bote.
                     xxxx
Tenta mostrar que é  um bom caráter
Traindo de uma maneira sutil e rasteira
Levando sorrindo sua vitima pro abate,
Vivendo sua vida em uma eterna mentira.

Imagem cedida do google imagens

Saiba mais…

Minha alquimia

3542049175?profile=original

Sinto minha vida espalhada pelos quatro cantos

Em soluços despedaço a ultima flor do jardim,

Não podes ouvir meu eterno pranto

Pois estais longe, muito longe de mim.

Fostes em minha vida como uma alquimia,

Contigo vivi a beleza de um sonho de amor

Transformaste todo o meu eu do jeito que querias

E foste trocando nossa cama por outro cobertor,

Hoje não sonho mais por corações apaixonados

Nem consigo reverter o que ficou em mim

Minha vida e sonhos por ai despedaçados

E eu sempre me sentindo tão triste assim.

Imagem cedida pelo google imagens

Saiba mais…

Dias nublados

3542048696?profile=original

Essa nevoa persistente que me venda os olhos,

Faz com que eu acredite em um passado ainda presente

Sem enxergar o que se passa um pouco mais adiante

Restam sombras e pensamentos de um amor ausente.

 

São laços dissolvidos pelo tempo e descuido

Deixaram cicatrizes que hoje ainda sangram

Não querendo ver a frente da cortina de nuvem

Que existem outros, novos amores e júbilos .

 

Que o tempo me mostre um caminho,

Dissipando a nevoa em meu olhar

Para que eu encontre um outro sorriso

E de você não queira mais lembrar.

Imagens cedida pelo google imagens

Saiba mais…

Aqui estou

3542034409?profile=original

 

E aqui estou, depois de seguir tantos caminhos,

Andei pelos quatros cantos a procura de mim

Aqui me deparei com o que eu queria, amores,carinhos

Estou livre para ser realmente eu enfim!!!

Sem precisar seguir ninguém nem sair do meu lugar

Achei meu ninho ,não me sinto mais sozinha,

Meus dias não são mais rotinas,a  alegria veio me contagiar

Minha alma não se sente mais dividida

Assim sou eu e vim para ficar!!!

Imagem cedida do google imagens

Saiba mais…

Castigo e solidão

3541978542?profile=original

Esse amor que trago comigo
Tão intenso quanto silencioso, 
É um réu confesso e sofrido,
Cheio de sentimentos culposos.

Sem ter perdão nem piedade
Foi julgado sem compaixão,
Seus rancores e saudades
Causaram sua condenação.

Como num sacrilégio eu vos digo,
Fechou-se a alça do alçapão
Preso aos seus anseios como castigo
Encontra-se meu solitário coração

Imagens cedida pelo google imagens

Saiba mais…

Prenúncio de outono

3541957470?profile=originalPasso noites insones em meu quarto escuro

Com a solidão que sempre vem me acompanhar,

Um choro manso sai dos meus olhos e eu  encubro

Meu rosto sob a colcha para ninguém poder notar,

A falta que sinto da tua presença, do teu olhar.

Foram tantas palavras mal ditas

Ou escritas em versos e prosas

Com culpas e desculpas desditas

Que hoje me pesam nas costas .

Nos afastaram e complicaram nossa relação,

Todas as incertezas e péssimos prenúncios,  

Fragilizando assim nossa antiga paixão

Seguiram os dias frios como um anuncio 

Do fim de um amor encoberto de ilusão,

Só o tempo nos fara esquecer tudo o que fomos

Nos dias em que eramos eu e você... 

Como as folhas cinzas de uma arvore no outono

Estou perecendo sozinha e sem perceber....

Saiba mais…

Ser brasileiro?

3541929827?profile=original

As vezes em minha terra eu me sinto um estrangeiro,

Não gosto de samba nem de futebol,

Tenho vergonha desse “jeitinho brasileiro”

Não curto minha pele exposta ao sol,

E pelo êxtase do carnaval não anseio.

 

Certos estilos de musicas tornaram-se vulgares

Mostrar bunda ou peito deixou de ser atrativo

O estresse do transito, das filas infindáveis.

A corrupção desenfreada de certos políticos

 

A cerveja gelada tem gosto de confusão,

A violência esta em cada lugar que vejo,

A pobreza assusta pela sua imensidão

E por mais que eu creia em meu próprio berço

Sempre que nele eu penso me vem essa questão,

Será que sou realmente brasileiro,

Ou apenas um patriota de coração?

Imagem cedida do google imagens

 

Saiba mais…

Oslo

3541925295?profile=original

Enquanto tomo serena meu café fumegante,

Aprecio pela janela do meu quarto a paisagem,

De arvores, prédios e calçadas que se expandem.

Tento gravar em minha mente essa bela imagem.

 

Desse lugar de formosura e elegância exuberantes,

Onde a neve faz parte de todos os cenários,

Junto com o frio, este se torna uma navalha cortante,

Sinto-me numa mistura entre o novo e um antiquário.

 

Sua riqueza deslumbra meus olhos enquanto observo,

A imponência extrema, exótica e ao mesmo tempo sutil.

É sofisticada e seduz pela magia dos seus mistérios,

Como um ópio, uma erva ou um estado de delírio febril.

Assim é Oslo, uma cidade que vive no silêncio e frio.

 Imagem da minha camera

Saiba mais…

Caminhada

3541924645?profile=original

Se um dia eu pudesse entender a razão

De ter sido escolhida para essa caminhada.

Resignada pegaria meu pão e meu bastão

E andaria sem receio por essa longa estrada

 

Se um dia alguém me surpreendesse

Mostrando-me espaços ainda a percorrer

Teria que pedir ao tempo para que se estendesse

E não deixasse meu frágil corpo envelhecer.

 

Se um dia eu parar de andar por esses caminhos

E sentir que já chegou a hora de estacionar

Cansada, a saudade me fará voltar pro ninho.

Para  junto dos meus  poder descansar.

Imagem cedida pelo google imagens

Saiba mais…

Precipicio

3541925003?profile=original

Sinto que caminho a beira de um penhasco

Onde a apatia e a solidão são as únicas certezas.

Aos poucos, os poucos que chegam se afastam.

Meus pés em falso, outras pegadas tateiam.

 

Como se viver sozinho fosse adequado

Escondendo minha sombra na escuridão.

Num sussurro emudeço meu choro abafado.

Então sorrio e me atiro na imensidão.

Imagem cedida do google imagens

Saiba mais…

Sempre em algum lugar

3541923706?profile=original

Um dia ele veio e me tirou de la,

Do meu ninho, meu aconchego.

Com os pés de borrachas ou asas de ferro

Ele me levou pra qualquer lugar.

Num paraíso quente ou feito de neve,

Com ele sempre a me acompanhar.

Procurando num sonho um futuro certo

E nos lugares a felicidade de estar.

Se um dia volto, não sei falar correto.

É nas asas da esperança que vai meu voo 

E um dia quem sabe, eu volte para ficar.

Saiba mais…

Dificil

3541913651?profile=original

É difícil amar quando seus sonhos seguem caminhos contrários do outro

Quando  vivemos juntos mas nos sentimos sempre abandonados

Quando aquilo que mais lhe agrada é exatamente o que o é mais odioso,

E sobretudo quando deitamos na cama com alguém que nos deixa de lado. .

 

É difícil o amor resistir quando não existe mais o dialogo,

Quando o carinho é rápido e o olhar se perde no vazio,

Quando estar longe traz mais prazer do que saudades,

Quando a traição começa a ficar por um fio.

 

É muito difícil aceitar certas divergências,

Onde nenhum dos dois pretende ceder

Aos poucos vamos vivendo apenas de aparências

Deixando a conveniência nos fazer moradia sem perceber.

 

Saiba mais…

Belém Pará,em mim....

3541895404?profile=original

Ai menina...

O que sinto é saudade

Dos teus beijos com sabor de açaí,

Do  cheiro de terra molhada da minha cidade,

Do calor do lugar onde eu nasci. 

Ai menina...

O que sinto é vontade

De voltar a sentir a chuva no meu rosto

De tomar um tacaca no final de tarde

E me embalar na rede num sono gostoso. 

Ai menina...

Chega a ser crueldade

Viver sem teu cheiro,  sem teu calor,

Sem teu amor, sem tua amizade,

Sem  ter a graça de sentir o sabor.

 

Das frutas com gosto de quero mais,

Das comidas vindas de nossos índios,

Dos igarapés de arredores naturais,

Das noites estreladas e dos dias lindos.

É esse lugar que sempre me chama

Para voltar,  sinto o coração apertar,

Pela minha terra lá da Amazônia,

Pelo meu canto em Belém do Pará.

 

Saiba mais…

Amor volátil

3541877857?profile=original

Foram tantas mágoas sucumbidas

Tantos adeus que dissemos antes
Tornando amiúde em minha vida
Ter esse amor tão inconstante.

Seus anseios pelo perdão sempre rodeiam
Meus receios de dias vindouros solitários
A falsa carência junta-se ao meu desespero,
Que acabo cedendo ao nosso pacto imaginário

Sinto-me enfraquecida por essa estranha relação

Vivendo na evidencia do mal que ela me faz,
Em minha alma carrego uma triste contradição
De não querer-te, ou talvez te querer demais.

Imagem cedida pelo google imagens

Saiba mais…