Posts de Geraldo Coelho Zacarias (311)

Poeta

3177484078?profile=RESIZE_710x

Onde…

 

Onde você estiver
e em qualquer
da sua vida momento;
quando a frieza da saudade
em confronto com o calor da ansiedade
(mesmo que não queira)o meu sentimento,
que muito a você me impele;
sentirá na sua pele
junto à carícias do vento...

 

Onde você estiver
e em qualquer
momento da vida sua;
quando por um curto espaço breve
um corpo celeste se opor a outro se atreve;
conclua:
que quando em noite se faz o dia;
(mesmo que não queira)do meu amor a  ousadia,
verá escrito na lua...

 

Onde você estiver
e em qualquer
momento do seu dia a dia;
quando na terra, no ar, nos céus; os astros
haverão de deixar então os rastros
do meu amor a ousadia;
(mesmo que você não queira)
a sua vida inteira...


de: Geraldo Coelho Zacarias, 31 dezembro de 2012

 

Concluo…

Concluo:

Por ti, amei a lua

«Amo-a, ainda.»

Crescente no meu peito,

mingua os meus receios,

 

Por ti, amei o sol

«Amo-o, ainda.»

Aprendi a ver as tuas cores

Absorvi as tuas formas.

 

No eclipse do sol,

ou na lua nova,

foste brilho e eu amei.

«Amo-te, ainda»

Sob um manto que se dizia negro,

Desejo, iluminou os teus contornos.

 

Breve carícia,

um momento,

calorosa ansiedade,

toque subtil do vento,

Amor escrito nos Elementos.

«Leio-o, ainda»

 

Onde quer que esteja,

num Quando que é sempre,

tua, a vida inteira.

«Ainda que não queira»

 

de: Ema Moura em 5 janeiro 2013

 

Saiba mais…
Poeta

RENASCER...



RENASCER...

Não...tarde não será...Vê como eu penso:
perdi-te ontem...fui covarde...
Mergulhado num mar de timidez imenso...
Porém, pra felicidade...nunca será tarde!...

Os anos nos deixaram marcas, cicatrizes
em nossos rostos; corpos...Porém alheios
devemos buscar nós, momentos tão felizes;
tu, na boca minha; eu nos teus seios!...

E hão de invejar-nos tanta gente;
e nós nem ligaremos pra o que tanta gente diz...
Se há em mim hoje esse desejo tão ardente;
é o mesmo de ontem, de ser e te fazer feliz!...

Vem...que nos espera o altar para o culto tão solene,
do santo e profano amor que entre nós arde...
E pra sempre eternizado e tão perene;
porque pra felicidade...nunca será tarde!...

(GERALDO COELHO ZACARIAS)

------------------------------------------------------------

Equívoco

Postado por Ema Moura em 19 abril 2015
Vê como penso:

Ontem, perdeste-me. Nem sabes quando ou porquê.

Ainda assim, amei-te num amor magoado

que o tempo marcou mais na alma do que no rosto,

[como um fogo que não morre e que não pode ser apagado].

Na tua ausência, afastei as melodias que nos tocaram,

condenando as suas letras ao degredo

[Os sentidos privei do que pudesse potenciar a memória.

Ás palavras acedo apenas em silêncio e em segredo].

Fugi de mim como se pudesse esquecer o desejo ardente sob o qual tremi

Concentrei-me no momento em descobri toda a trama:

Ardil. Traição. Enredo que roubou mais que a inocência...

A verdade que absorvi como veneno: não te ama, não te ama...

Ser feliz... O meu corpo como cálice que levaste aos lábios...

Um altar de carne e cetim erguido entre paredes brancas,

Desejos que se transformaram em loucura e fatalidade,

levaram à morte do arrepio e do suspiro, no movimento das ancas.

Não... É tarde e de tão tardia hora, o meu peito não contém a dúvida:

Ainda que não acreditando numa felicidade que tarda...

Por que razão, te equaciono hoje, se ontem me perdeste?

Parceiro no meu blog: Fotografia de Fábio Martins

 

Inspirado no poema Renascer, de Geraldo Coelho Zacarias, autor em PEAPAZ

Publicado no meu blog principal

Saiba mais…
Poeta

AMO AMAR VOCÊ...

Você...fonte de doçura que meu coração invade...
...Saudade...saudade é tanta que até chego
sentir uma dor que de dentro do peito salta:
de você a falta, e do seu tão doce e meigo aconchego!!!

Você...da minha vida o bem maior, mais precioso...
...Saudoso...saudade no coração, causa alvoroço...
...Saudade de quando você, de um modo sorrateiro,
um cheiro, deliciosamente dava em meu pescoço!!!

Você...fonte de doçura que muito (amada) delicia,
sacia a boca minha; enquanto vão ficando cheias
de sangue (enquanto aumenta nossa libido
devido a um beijo nosso)...nossas artérias (amada)
e nossas veias!!!

Você...da minha vida o bem maior, mais precioso...
...Saudoso...saudade aperta o coração porque
eu vivo (amada minha) um tormento:
não posso fazer o que mais queria neste momento
(amada minha) que é amar você...
...porque,
eu amo (amada minha) AMAR VOCÊ!!!
============================================

(GERALDO COELHO ZACARIAS)

Saiba mais…
Poeta

AMOR CLANDESTINO...

3542087434?profile=original


Anjo, adormece; perdoa a falta de tino...
...me libera em meu excesso de abuso,
e deixa que eu entre como clandestino
em teus sonhos...um louco...um intruso!...



Estes teus lábios umedecidos,
este teu corpo desejável;
deixa que eu os acaricie;
e os teus seios intumescidos,
minha sede insaciável
(anjo) deixa que eu sacie!...



Mergulho na fonte que me convida...
...e tu debaixo das cobertas
dormes em toda inocência tua...
...mas, na verdade és fingida;
me arrastas pra junto de ti, me apertas
sem pudores, semi-nua!...



Quisera assim fosse!...A falta de tino
(meu anjo) perdoa; e o excesso de abuso!...
Quisera em teus sonhos como clandestino
entrar; como um louco...um louco intruso!...

-------------------------------------------------------------

(GERALDO COELHO ZACARIAS)

Saiba mais…
Poeta

VOCÊ...

3542087525?profile=original

Não dizer se é paixão,

não sei dizer se é ilusão;

só sei que não posso esquecer

a sua imagem deslumbrante,

o seu olhar cativante;

enfim...todo seu ser!...

Você que em nenhum momento

me saiu do pensamento,

me fazendo padecer...

O meu coração torturado

está repleto de um pecado

que domina todo meu ser:

você que é um sonho adorado

que um dia eu sonhei ter sonhado

e se sonhei nem sei dizer!...

Só sei que trago a marca dolorida

de um triste despertar_despedida

de você...meu doce ser!...

Entrou de forma tão marcante

pelas retinas, sua imagem deslumbrante

no meu coração que há de ser

pra sempre de você cativo;

desde então (amada) eu vivo

sem mais poder lhe esquecer!...

Não, não sei dizer se é paixão,

nem mesmo se é ilusão;

só sei que não posso esquecer

a sua imagem deslumbrante,

o seu olhar cativante;

enfim...todo seu ser!...

(GERALDO COELHO ZACARIAS)

Saiba mais…
Poeta

AS QUATRO ESTAÇÕES...

3542085337?profile=original

AS QUATRO ESTAÇÕES...

Duo entre a poetisa Maria Aparecida de Brito Amaral
&
Geraldo Coelho Zacarias.

AS QUATRO ESTAÇÕES...

INVERNO -

Um vento frio bate de leve, alisa
da gente as faces...doce brisa
assobiando por entre os galhos
aonde outrora cantavam aves;
hoje não se ouve cantos suaves:
é a estação do frio...dos agasalhos!...
Espero que não seja vã a espera
da doce primavera...

PRIMAVERA -

Vá inverno de noites frias...
Leve deste peito a melancolia...
Quisera , eu que tu fosses a primavera...
Que minh ' alma suspira à espera...
Oh!...estação de abençoadas flores...
Venha com suaves odores...
Traga-me o sabor da poesia multicores...
Acalma deste coração as dores...
Mas, qual seria a melhor estação;
primavera ou verão?

VERÃO -

Finalmente o verão se inicia
brilho intenso do sol que irradia;
tudo em volta, enfim, mais feliz!...
O gado muge ao longe se fartando
da esteira verdejante, e ecoando
o som dos  alegres colibris!...
Daí, então me questiono:
melhor verão, ou outono?...

OUTONO -

Outono é a estação de brisa agressiva...
Tem cheiro de solidão...
De vida interrompida...
Folhas beijam o chão...
Pássaros anunciam a despedida...
Árvores secas sem frutos exibem a alma despida...
Ainda, sem resposta à questão:
"qual é melhor a estação"?...

Um vento frio bate de leve, alisa
da gente as faces...doce brisa...
Vá inverno de noites frias...
Leve deste peito a melancolia...
Finalmente o verão se inicia;
brilho intenso do sol que irradia...
Outono é a estação de brisa agressiva...
Tem cheiro de solidão...
Penso com minh ' alma então reflexiva:
O AMOR É A MELHOR ESTAÇÃO!..

===============================

MARIA APARECIDA DE BRITO AMARAL / GERALDO COELHO ZACARIAS.
Saiba mais…
Poeta

LIVRE PARA VOAR...

3542084522?profile=original

Duo poético entre a poetisa
MARIA APARECIDA DE BRITO AMARAL
& GERALDO COELHO ZACARIAS.

LIVRE PARA VOAR...

Meu passarinho fugiu;
achou aberta a portinhola
de sua prisão, a gaiola;
e pelos ares, sumiu!...

É triste ver esta cena;
Más tenho que aceitar.
A vida dele é lá fora...
Eu não posso segurar...

...foi buscar sua liberdade
que dele tirei ...e aceito eu
sua fuga; pois na verdade,
este direito não é meu!...

Voa voa passarinho...
O universo é todo seu!...
Resta em mim a esperança
De ouvir o canto seu!...

Fugiste...vou ter saudade!...
Adeus, amiguinho, adeus;
pois merecem a liberdade
as criaturas de Deus!...
===========================

MARIA APARECIDA DE BRITO AMARAL
&
GERALDO COELHO ZACARIAS.

Saiba mais…