Sobre mim

Sexo

Masculino


Localização

Rio das Ostras / RJ


Aniversário:

Novembro 13


Nome completo e pseudônimo, se houver:

Eduardo


Como chegaste à Rede Belas Artes Belas?

Por sugestão de Patrizia Gardona


Minicurriculum:

Funcionário Público Federal (aposentado). Formado em Letras. Autor inédito, anônimo e desconhecido. Tenho 3 volumes de poemas prontos e devidamente engavetados. Escrevo porque é a maneira que encontrei para ser. Só é quando se cria, por isso crio com palavras ( em grego, "poiésis") para poder ser. Só isso.


Links para sites, blogs e perfis em redes sociais:

Páginas do Facebook: 1) pessoal (EDUARDO MEKSENAS) e só de boa parte da minha produção até hoje (VIRTUALMENTE REAL)


Meus comentários

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Top Comentarista

  • Top Comentarista

  • Top Comentarista

    Amar e Ser Amado
    Amar e ser amado! Com que anelo
    Com quanto ardor este adorado sonho
    Acalentei em meu delírio ardente
    Por essas doces noites de desvelo!
    Ser amado por ti, o teu alento
    A bafejar-me a abrasadora frente!
    Em teus olhos mirar meu pensamento,
    Sentir em mim tu’alma, ter só vida
    P’ra tão puro e celeste sentimento
    Ver nossas vidas quais dois mansos rios,
    Juntos, juntos perderem-se no oceano,
    Beijar teus labios em delírio insano
    Nossas almas unidas, nosso alento,
    Confundido também, amante, amado
    Como um anjo feliz... que pensamento!?

    Castro Alves

    Fonte:https://www.pensador.com/frase/NTU2MTQw/

    Castro Alves
    Amar e Ser Amado Amar e ser amado! Com que anelo Com quanto ardor este adorado sonho Acalentei em meu delírio ardente Por essas doces noites de desv…
  • Top Comentarista

    Laço de fita

    Não sabes, criança? ′stou louco de amores...
    Prendi meus affectos, formosa Pepita.
    Mas onde? No templo, no espaço, nas nevoas?!
    Não rias, prendi-me
    N′um laço de fita.

    Na selva sombria de tuas madeixas,
    Nos negros cabellos da moça bonita,
    Fingindo a serpente qu′enlaça a folhagem,
    Formoso enroscava-se
    O laço de fita.

    Meu ser que voava nas luzes da festa.
    Qual passaro bravo, que os ares agita,

    Eu vi de repente captivo, submisso
    Rolar prisioneiro
    N′um laço de fita.

    E agora enleiada na tenue cadêa
    Debalde minh′alma se embate, se irrita...
    O braço que rompe cadêas de ferro,
    Não quebra teus élos,
    Ó laço de fita!

    Meu Deus! As phalenas têm azas de opala,
    Os astros se libram na plaga infinita.
    Os anjos repousam nas pennas brilhantes...
    Mas tu... tens por azas
    Um laço de fita!

    Ha pouco voaras na célere walsa,
    Na walsa que anceia, que estúa e palpita.
    Por que é que tremeste? Não eram meus labios.
    Beijava- te apenas...
    Teu laço de fita.

    Mas ai! findo o baile, despindo os adornos
    N′alcova onde a vela ciosa... crepita,
    Talvez da cadêa libertes as tranças,
    Mas eu... fico preso
    No laço de fita.


    Pois bem! Quando um dia, na sombra do valle
    Abrirem-me a cova... formosa Pepita!
    Ao menos arranca meus louros da fronte,
    E dá-me por c′ròa...
    Teu laço de fita.


    Castro Alves


    S. Paulo, Julho de 1868.

  • Top Comentarista

  • Top Comentarista

  • Top Comentarista

  • Top Comentarista

  • Top Comentarista

  • Top Comentarista

This reply was deleted.

Uma palavra de carinho, ainda que virtual, sempre é bem recebida.
Deixa aqui, um recadinho para todos os amigos.

Comentários para os membros

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Artista Digital

    Boa noite, um lindo,alegre,e florido final de semana!

  • Poeta e Escritor

    Sou membro muito antigo do Peapaz. Ainda estou um pouco perdido nesta atualização pois estou como um novato sem a história que deixei como membro do Peapaz. Portanto completamente descaracterizado. Deixo, no entanto, como desconhecido que sou agora aqui, toda a manifestação da amizade e carinho que tenho pela fundadora deste magnifico site Drª Silvia Mota e a todos os membros que estão assossiados a este  projeto onde acontece cultura e arte. A todos, as minhas felicitações e particularmente um beijo muito carinhoso a uma grande Senhora que é a Drª Silvia Mota.

    Hélder Fernando Gonçalves

    • Criadora-BABPEAPAZ

      Querido amigo, a rede ainda está sendo formada... O teu belo trabalho publicado no Portal PEAPAZ poderá ser transferido aos poucos e, na medida das tuas possibilidades, enfeitará o nosso recanto. Tua amizade incorporou-se à minha História. Muito obrigada. Estou muito feliz! Beijosssssssssssss

       

  • Top Comentarista

  • Poetisa e Escritora

     

    Bem vindo poeta; Conheço sua terra e gosto. Sou viúva de pernambucano.

    Espero que encontre aqui o mesmo que eu.  Aprendi muito neste recanto de paz com pessoas maravilhosas Nossas moderadoras são excelentes e capacitadas e sempre vamos somando conhecimentos e amigos Silvia Mota é pura doação e bondade. Uma pessoa iluminada

    Abraços literários e novamente bem vindos

    Dione Fonseca

  • Top Comentarista

  • Artista Digital

  • Top Comentarista

  • Comentarista

    P a r a        t o d o s       a m i g o s  .....       e      o s     q u e      n ã o     t a m b é m.

    u m a       o t i m a        q u i n t a   -    f e i r a !!!!

    ROSASVERRRSSOSEVINHOEDVIGESPRADO34.gif

This reply was deleted.

Minhas Conquistas


Pontos ganhos: 2712

Minhas Atividades

Eduardo Meksenas commented on Eduardo Meksenas's blog post RELOJOARIA
"Grato pela atenção e consideração de empre, Patrizia. Um abraço."
Jul 31
Eduardo Meksenas commented on Eduardo Meksenas's blog post RELOJOARIA
"Fico bastante contente que tenha lido e gostado, Elias. Abração."
Jul 31
Eduardo Meksenas commented on Eduardo Meksenas's blog post RELOJOARIA
"Sou grato por sua leitura e o comentário, J R Messias. Valeu ! Abração."
Jul 31
Eduardo Meksenas posted a blog post
Relojoaria não há que trazer o que erapois agora mais não é nem buscar o que foiporque será nunca mais é o que é,feitoora é jamais sóagora:fato embora sendo o que era e foinão mais é, já foi em boa hora;  na vitrine dos quadrantes velhorelojoeiro nã…
Jul 29
Eduardo Meksenas commented on Eduardo Meksenas's blog post POEMAS DE GAVETA
"Estou contente que tenha lido e gostado, Ciducha. Valeu mesmo ! Abração.
 "
Jul 29
Eduardo Meksenas commented on Eduardo Meksenas's blog post POEMAS DE GAVETA
"Agradeço a leitura e o comentário, Elias, valeu ! Um abraço."
Jul 29
Eduardo Meksenas commented on Eduardo Meksenas's blog post POEMAS DE GAVETA
"Valeu, Patrícia, fico feliz pela sua constante presença junto ao que escrevo. Brigadão. Até."
Jul 29
Eduardo Meksenas commented on Eduardo Meksenas's blog post POEMAS DE GAVETA
"Valeu, MonicaS N Pamplona, fico bastante contente pelo fato de o texto ter repercutido em você. Acho que o poema é um pouco da história de cada um de nós, não é? Abração."
Jul 29
Eduardo Meksenas commented on Eduardo Meksenas's blog post POEMAS DE GAVETA
"Fico lisonjeado com tanto entuiasmo, Luísa M V Carvalho, mas não exagere rsrsrsrsrs É gratificante para o autor ver que está conseguindo despertar interesse no leitor, conseguindo uma identificação com ele através dos poemas. Valeu ! Abração.
 "
Jul 29
Eduardo Meksenas e Nilson da Cunha Gonçalves agora são amigos
Poeta e Escritor
Jul 29
Eduardo Meksenas posted a blog post
Poemas de Gaveta Haverá vida após a poesia?Para onde o poema vaidepois de morto? O poeta não pensa nissoenquanto escreve o cantopalavra            grávido de nomespor            gesta encorpapalavra,parturiente das imagens. Depois de acabado deixa-o…
Jul 27
Eduardo Meksenas e Sílvia Mota agora são amigos
Criadora-BABPEAPAZ
Jul 3
Eduardo Meksenas commented on Eduardo Meksenas's blog post VIDA QUE SEGUE
"Sua leitura e o comentário me deixam bastante contente, Elias. Valeu mesmo. Um abraço."
Jun 28
Eduardo Meksenas posted a blog post
                    Vida Que Segue saudade é uma coisaque vem sem avisoabraça apertado tão forteque a gente se esquece quando se lembraela já foi como veioe fica o vazio tão frioque a gente nunca se aquece:  então só anoitece 
Jun 28
Eduardo Meksenas commented on Eduardo Meksenas's blog post DESPEDIDA
"Um abraço à Patrizia, ao Elias e ao Eduardo - grato pela leitura e os comentários: retornos assim dão sentido a quem escreve. Abração a todos"
Jun 10
Eduardo Meksenas posted a blog post
No Beco da Vida nada demais –somente uma noitea mais de mais a maisé noite insanaapenas só maisuma noiteinsone ademaisnoto insôniana mente sem sono nem sonhoque faznoturnamentesua paz nada demaisapenas noitee nada maissomente noteio nunca mais.
Jun 9
Mais…

Meus Blogs

Minhas Discussões

Meus Artigos

Minhas Fotos

Meus Vídeos

Recadinhos

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.

Blogs do Portal

Fórum cultural