Posts de Cristina Bonetti (173)

Ah! Ah! Ah!

 

Ando pelas nuvens de algodão doce

Chove granizo em garapa

Como maçãs do amor da velha bruxa

Caem meus dentes vermelhos

Beijo a boca do sapo

E ele vira urubu!!!


Uh! Uh! Uh!


Pisei no rabo do tatu!

Pensei que era tatu!

Era gambá...

O cheiro foi de “lascá”


Ah! Ah! Ah!


Não achou graça?

Vai te catá!

Hoje não é meu dia

Tomei banho de água fria!

“Qué” Mais?

Meti o pé na bacia....

Quebrei o dente da frente

Comendo cachorro quente!


Eh! Eh! Eh!

Que mais vai me “acontece”?

Que pena....
A enfermeira chegou

E os loucos ela chamou

Fomos todos para o quarto

E a história se acabou....

Oh! Oh! Oh!

 

 

(Cristina Bonetti)

Saiba mais…

Flores na Jornada


... e mesmo se difícil a jornada for,
antúrios, hortênsias, angélicas, cravinas,
crisântemos, gardênias, lírios, narcisos...

Girassóis, margaridas, rosas, tulipas,
acácias, azaléias, camélias...,
falarão de amor!

O lastro do perfume das flores
sob um céu constelado,
enternecerá a alma desfazendo-a em

ternuras incontidas, odes apaixonantes,
sonhos de primavera, murmúrios de cascatas,
arrulhar de passarinhos, cânticos angelicais!

Entre fontes que rumorejam:
Abraços acolhedores, olhares no infinito...

Mãos justapostas
E lábios que fagulham
Nas asas douradas da aurora.




 (Cristina Bonetti & Antenor Rosalino)

Saiba mais…

Seresta Enluarada

Seresta enluarada,
paletó de linho branco,
galanteio enamorado... 

...doces acordes,
sorriso sincero,
um chapéu quebrado...  

...estradinha de terra,
casinha singela,
um beijo encantado...

...passa o tempo,
só não passa a saudade
do caboclo e sua amada.
Saiba mais…

DOLORES

Alto da colina,Terra espanhola,verde campina...Triste passado;balanço no tronco do jequitibá;linda jovem; trágica queda...Toque das mãos; pequena órfã;a terra, outrora fértil, voltou a florir,os pássaros a cantar, a fonte a jorrar, a órfã a sorrir...Nesse toque tem magia, na magia tem mais flores,nessas flores alguém que me conta,a história de Dolores!
Saiba mais…

ANJO PROSTRADO (DUETO)

Tarde da noite, meus pensamentos voamnum enlevo enternecedor!Vejo aos pés da cama,um anjo com asas prostradas,ouvindo soluços em sombras serenas,com rosto sofrido e corpo cansado.Desfocados, seus olhos tristonhosrefletem lembranças da infânciae entes queridos em remoto passado.Lá fora, a lua embriagadora se moveNo lacre lácteo das estrelas,Indiferente aos laivos tristesPresentes na escuridão!Tenho medo.Que anjo é este?A insônia e seu segredodesbravam segredos do meu coração- esquecido em veredas de sonhos tristonhos -,postergando suspiros e lágrimas ao chão!(Cristina Bonetti & Antenor Rosalino)
Saiba mais…

...o cálice da vida... (DUETO)

As horas lhe trazem versos:Sublima belos poemas.Tece com fios de ouroOs mais eternos e profundos temas.Chora nas madrugadas...Reza aos mortos em sonhoNa ladainha dos ventos!A alma é doce e cristalinaSingular obra-primaNa luz do infinitoEncontra abrigoSeu destino latenteÀs vezes, inconsequenteO momento é felizAlma imperatrizNo cálice da vidaO pulsar acreditaNa alma de poetaO inesperado é festa.(Cristina Bonetti & Patrícia Correia)
Saiba mais…

...forrobodó...

De noitinha, tem festa no sertão.Tem viola, sanfona, forrobodó,Maria Bonita e Lampião....menina sonhadora, sentada no portão.Vestido de chita e laço de fita no cabelo.Esperando o príncipe montado no alazão....o velho galo anuncia um novo dia.O povo se despedi.Acabou a confusão....menina sonhadora, sentada no portão.Agora desolada; um coração partido.Príncipe encantado...Pura ilusão!
Saiba mais…

...meu barquinho de papel...

Minha Terra tem palmeira,ipê, jacarandá, perfumado verde campoque enxuga meu pranto....tem gaivota, andorinha, maritaca, beija-flor,canário seresteiroque acalma minha dor....tem lagoa, cachoeira, fascinante azul do céu,riacho de água cristalina que leva para longemeu barquinho de papel.
Saiba mais…

...promessa em oração...

...reza de São Gonçalo...Cumprimento de promessafeita por algum falecido que se manifesta em sonho ou aparição....prendas em arrecadação...Confecção de enfeites;vem parentes, vem vizinhos,capelão e folgazão....dedilhos na viola, começou a cantoria...Um soprano, um contralto;com os pés e palmas, dançadores fazem a marcação....rezas e ladainhas...Olhem , lá vai passando a procissão!São Benedito segue em frente, outros santos o acompanham....imagens e velas acesas no altar...Reza de São Gonçalo;promessa em oração;folclore extinto em toda região.
Saiba mais…

...um mundo encantado... (DUETO)

Pequenas pegadasseguem ao longo da estradinha de terramargeada por sombrosos eucaliptosencantando corações, perfumando o infinito.Atmosfera perfumada que faz da vida um eterno prazer;a natureza se enfeita e oferece seu amor pelo caminho;sombras que filtram o sol e oferecem um belo viver;no seu encanto, os pássaros cantam e fazem seu ninho....lembrança de uma doce infânciaque ecoou ao vento solta como um grito.Os sonhos que brotam na imaginação das criançasfazem surgir um mundo encantado que o pensamento cria.(Cristina Bonetti & Silvanio Alves)
Saiba mais…

SOMBRAS DE JASMIM (dueto)

LUA CLARA E SERENA...Hoje eu olhei para o infinito lá estava o céuE vi a lua bela e prateada iluminando no altoSenti-me como alguém que anda solto ao léuE minha alma,cheia de amor,deu um salto.REVELAS, À HUMANIDADE, QUE AMAR VALE A PENA;O manto azul enfeitava o céu e o horizonteAs estrelas belas,cintilantes iluminavamEu me sentia dominado pela lua estonteanteSabia que hoje minha alma e corpo brilhavam.TENS, COMO SINA, ESSA FORÇA EXTREMA;Quero apenas amar e ser amado nesse instanteSei que a lua não se furtará em realizar meu sonhoNão serei um ser que vive a vida de modo tristonho.INSPIRAS À TANTOS POETAS, BELOS VERSOS E POEMAS.O amor que tenho em mim desabrochará como florE feito jardim perfumado deixará seu perfume no arEu quero ver a lua em sua plenitude refletida no mar.É ESSA LUA BELA E PRATEADA QUE INVADE A CASA;SOMBRAS DE JASMIM TOCAM EM MIM.(Cristina Bonetti & Silvanio Alves)
Saiba mais…

"22 de Maio"

"22 de Maio"Hoje, em especial, eu quiz depositar em teu rostoum beijo de Feliz Aniversário...O Destino não quiz,pois, já partistes seis anos atrás.Depositei em tua Lápide, flores regadas com lágrimas.Não lágrimas de tristeza, mas, lágrimas de saudade...Saudade do teu coração amoroso,dos teus olhos verdes, do teu sorriso maroto...Pai,tuas mãos esculpiram em mármore e argilabelas Obras-de-Arte.Deus,tuas mãos esculpiram em carne e ossouma das mais belas Obras-de-Arte:o meu Pai.(Cristina Bonetti)
Saiba mais…

...pés descalços...

...sãopés descalços,pés protegidos,pés inocentes,pés aflitos......emchão de lama,chão de pedras frias,chão de asfalto,chão de terra batida......sãopassos leves,passos inibidos,passos firmes,que recordarão sua trilha.(Cristina Bonetti)
Saiba mais…

Catedrais da Natureza

Catedrais da natureza;ventos que passam leve brincando por entre as flores;ternuras de fim de tarde; monumentos de beleza;um coração que sonha, envoca e sente;na alma da gente a saudadesem temer as torturas do poente.(Cristina Bonetti)
Saiba mais…

...grão de areia...

...entre minhas doresjá não sinto a brisa que passava levebrincando entre as floresnas ternuras de fim de tarde.Sou um grão de areia no deserto do Oriente.Meu coração já não sonha e nem sente;na alma somente a saudadetemendo as torturas do poente....choro na madrugada;lágrimas se confundem com lamento.Sou apenas uma folha seca abandonadaou assoprada pelo vento.(Cristina Bonetti)
Saiba mais…

Frei Romão

Palmas no portão;prendas para quermesseaos cuidados dofrei Romão......corre corre na cidade...Bandeirinhas de montão;mastros hasteados, roleta,guloseinas, quentão......eis o grande dia...Sino e rojão;alegre bandinha em traje de galainvade o coração......vem chegando os caiapós...Ao som de chocalhos,relembram seus antepassados, a morte do cacique;é a maior confusão......cantoria na ladeira...Três estandartes seguem em frente:Santo Antonio, Beneditoe João......vidrinhos coloridos...Dedilhos na viola, espadas, cetim;congadas festejam com o povoenfim!(Cristina Bonetti)
Saiba mais…