Posts de Cristina Bonetti (87)

Escritor Poetisa e Escritora

...grão de areia...

 

...entre minhas dores
já não sinto a brisa que passava leve
brincando entre as flores
nas ternuras de fim de tarde.

Sou um grão de areia no deserto do Oriente.
Meu coração já não sonha e nem sente;
na alma somente a saudade
temendo as torturas do poente.

...choro na madrugada;
lágrimas se confundem com lamento.
Sou apenas uma folha seca abandonada
ou assoprada pelo vento.





(Cristina Bonetti)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

...vidas passageiras... (ll)

 

A morte,tal folha-seca;vidas passageiras.
Para além do hemisfério a alma se transporta;
mais um mistério;somos estrelas.



Segredos da vida que se encerra na morte.
Eu sei que a morte não é o fim de um tempo,
mas, o começo de uma história e de um momento.
A vida não se encerra por um ciclo de sorte.



Vida breve tão ligeira;
vai-se o corpo fica a alma.
Esta dura a vida inteira.





(Cristina Bonetti & Silvanio Alves & Regina Pessoa)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

...o bêbado e o guarda carrancudo... 

 

No meio da praça, o guarda carrancudo deparou com um bêbado que cantava bem alto:





...orgulhoso, ...orgulhoso, ...orgulhoso!

...me responda, ...me diga, ...me responda:

...você vive? ...você vive?

...NÃO, NÃO, NÃO!

...você ama? ...você ama?

...NÃO, NÃO, NÃO!

...então, seu mal não é "orgulho"...

...seu mal não começa com O; começa com B!





Em seguida, o bêbado riu muito e aplaudiu como se o cantor fosse um outro.

A carranca do guarda se transformou em um largo sorriso, afinal...

Como chamar atenção de que tem toda razão?




(Cristina Bonetti)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

...promessa em oração...

 

...reza de São Gonçalo...

Cumprimento de promessa
feita por algum falecido que se manifesta em sonho ou aparição.

...prendas em arrecadação...

Confecção de enfeites;
vem parentes, vem vizinhos,capelão e folgazão.

...dedilhos na viola, começou a cantoria...

Um soprano, um contralto;
com os pés e palmas, dançadores fazem a marcação.

...rezas e ladainhas...

Olhem , lá vai passando a procissão!
São Benedito segue em frente, outros santos o acompanham.

...imagens e velas acesas no altar...

Reza de São Gonçalo;
promessa em oração;folclore extinto em toda região.
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

ANJO PROSTRADO (Cristina Bonetti & Antenor Rosalino)

 

Tarde da noite, meus pensamentos voam
num enlevo enternecedor!
Vejo aos pés da cama,
um anjo com asas prostradas,
ouvindo soluços em sombras serenas,
com rosto sofrido e corpo cansado.

Desfocados, seus olhos tristonhos
refletem lembranças da infância
e entes queridos em remoto passado.

Lá fora, a lua embriagadora se move
No lacre lácteo das estrelas,
Indiferente aos laivos tristes
Presentes na escuridão!

Tenho medo.
Que anjo é este?
A insônia e seu segredo
desbravam segredos do meu coração
- esquecido em veredas de sonhos tristonhos -,
postergando suspiros e lágrimas ao chão!




(Cristina Bonetti & Antenor Rosalino)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

 

As horas lhe trazem versos:
Sublima belos poemas.
Tece com fios de ouro
Os mais eternos e profundos temas.

Chora nas madrugadas...
Reza aos mortos em sonho
Na ladainha dos ventos!

A alma é doce e cristalina
Singular obra-prima
Na luz do infinito
Encontra abrigo

Seu destino latente
Às vezes, inconsequente
O momento é feliz
Alma imperatriz

No cálice da vida
O pulsar acredita
Na alma de poeta
O inesperado é festa.


(Cristina Bonetti & Patrícia Correia)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

 

Pequenas pegadas
seguem ao longo da estradinha de terra
margeada por sombrosos eucaliptos
encantando corações, perfumando o infinito.

Atmosfera perfumada que faz da vida um eterno prazer;
a natureza se enfeita e oferece seu amor pelo caminho;
sombras que filtram o sol e oferecem um belo viver;
no seu encanto, os pássaros cantam e fazem seu ninho.

...lembrança de uma doce infância
que ecoou ao vento solta como um grito.

Os sonhos que brotam na imaginação das crianças
fazem surgir um mundo encantado que o pensamento cria.





(Cristina Bonetti & Silvanio Alves)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

 

LUA CLARA E SERENA...


Hoje eu olhei para o infinito lá estava o céu
E vi a lua bela e prateada iluminando no alto
Senti-me como alguém que anda solto ao léu
E minha alma,cheia de amor,deu um salto.


REVELAS, À HUMANIDADE, QUE AMAR VALE A PENA;


O manto azul enfeitava o céu e o horizonte
As estrelas belas,cintilantes iluminavam
Eu me sentia dominado pela lua estonteante
Sabia que hoje minha alma e corpo brilhavam.


TENS, COMO SINA, ESSA FORÇA EXTREMA;


Quero apenas amar e ser amado nesse instante
Sei que a lua não se furtará em realizar meu sonho
Não serei um ser que vive a vida de modo tristonho.


INSPIRAS À TANTOS POETAS, BELOS VERSOS E POEMAS.


O amor que tenho em mim desabrochará como flor
E feito jardim perfumado deixará seu perfume no ar
Eu quero ver a lua em sua plenitude refletida no mar.


É ESSA LUA BELA E PRATEADA QUE INVADE A CASA;
SOMBRAS DE JASMIM TOCAM EM MIM.



(Cristina Bonetti & Silvanio Alves)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

 

Na torre da Igreja Matriz,
sinos ecoam alegremente,convidando os fiéis
para a Ave Maria.





Venham aves do céu, piar para mim.
Tragam novas, para que sejamos cópias
Dos anjos e arcanjos, dos bem-comportados.





Flores desabrocham exalando suave perfume
dando boas-vindas ao Senhor
e ao anjo guardião.





Entoem canções e que se toque o clarim
Da felicidade, sobre as atitudes pias
Das beatas, que contornam os seus pecados.





Harmonia de júbilos e anseios.
Quando eles chegam
até os pássaros parecem mensageiros.





Tanjam guitarras, no dedilhar dos tocadores
e troquem-se os amantes, mais os seus amores.





Ateus são contornados de esperas e desejos,
porém, quando adormecem,
este momento se desfaz em lendas.





Ouçam a tristeza e a alegria dos seus fados,
Contestados no princípio e aplaudidos no fim.





Finda a tarde.





Pendurem bem alto as finas comucópias
E sintam o odor, amem a cor... de um jasmim.





(Cristina Bonetti & Joantago)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

...um caboclo cantarola... ll

 

Afogado com mandioca, tem;
Feijão acebolado, tem;
Arroz com taioba,
no fogão de lenha, também tem!

Chouriço e uma boa linguiça, tem;
Virado de banana com abobrinha, tem;
Frango caipira e dourada polenta
na panela de ferro, também tem!

Bolinhos pingados, tem;
Pamonha e pão de queijo, tem;
Curau e broa de fubá enrolada nas folhas de caeté
nas festas também tem!

Biscoitos de polvilho e paçoca, tem;
Suspiros coloridos e maria cachucha, tem;
pão doce com creme
na casa do caboclo, também tem!



(maria cachucha = maria-mole com bolacha de maisena)





(Cristina Bonetti)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

O ARQUEIRO ARREBATADOR (DUETO)

 

Na angústia,
sou um pássaro errante
de longas asas...
À terras distantes prestes a voar
como nunca visto antes.





PÁSSARO ERRANTE, NÃO SE ASSUSTE,
SOU TEU ANJO PROTETOR...
VOAREMOS SEMPRE JUNTOS POR ONDE VOCÊ FOR!





Sem eira nem beira,
parto rumo ao horizonte.
Alvo de flecha certeira...
Um adeus agonizante.




DEIXE-ME SER TEU ESCUDO...
JUNTOS VENCEREMOS
O ARQUEIRO ARREBATADOR!

...E REPOUSARÁS EM SUAVE NINHO
TAL A PÉTALA DE UMA FLOR!






(Cristina Bonetti & RB)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

...sorriso na campina... (DUETO)

 

...agora, sim, alma peregrina,


NAS CAMPINAS DA FELICIDADE,


alguém murmura verso de um poema que escrevestes numa noite,


NO AMOR ENCONTRASTE A TUA SINA;


a esperar na ânsia de paz, amor, sonho e ventura.


NÃO VIVERÁS DE TRISTEZA E SAUDADE.






Entre sorriso no levante e na campina


UM ANJO TROUXE A PAZ DE TEUS SONHOS,


um coração transborda de ternura.


OS TEUS OLHOS BRILHARÃO COMO ESTRELAS


Verso profundo;


E O AMOR BEIJARÁ TEUS LÁBIOS RISONHOS.


palavras que vencem a amargura.


OH, ALMA, PEREGRINA, TU DEIXAERÁS DE SER.






Alguém que saiu do seu silêncio;


A POESIA TRARÁ PARA TÍ A LUZ DA ESPERANÇA;


um olhar fecundo.


OS VERSOS QUE ESCREVESTES FARÃO O AMOR NASCER.








(Cristina Bonetti & Silvanio Alves)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

...lá vem a Maria Fumaça!

 

...piuíííííííííí!!!



O amado e conhecido apito se espalha com o vento
atraindo passarinhos e tanta gente.
Com olhos brilhantes de alegria,
crianças correm saltitando em direção daquela cerquinha branca.



...piuííííííííí!!!



Lá vem a Maria Fumaça
descendo a serra
e espalhando sorrisos e emoções.




...piuííííííííí!!!



Lá vai a Maria Fumaça
deixando em cada coração
a esperança que amanhã um novo dia nascerá
e voltarão a se encontrar.



...piuííííííííí!!!





(Cristina Bonetti)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

TROVAS DE AMOR E PAIXÃO (DUETO)

 

Lua clara e serena, revelas, à humanidade,
/ NA TERNURA DE TUA LUZ / que amar vale a pena.
/ A ESCURIDÃO SE DISSIPA /Lua clara e serena
/ TU AMIGA DA INSPIRAÇÃO / inspiras, à tantos poetas,
/ OFERECES DE PRESENTE / belos versos e poemas.
/ TROVAS DE AMOR E PAIXÃO / Lua clara e serena,
/ CÚMPLICE DOS ENAMORADOS / tens, como sina,
/ ILUMINAS OS CAMINHOS DOS AMANTES / essa força extrema.
/ SÓ TU AFETAS OS APAIXONADOS / Força extrema
/ LUZ PRATEADA QUE ENCANTA A ALMA / por mim não compreendida
/ ENERGIA SENTIDA NO AMOR /enquanto eu era pequena.
/ EU TE ESPERAVA COM CALMA /






(Cristina Bonetti & Silvanio Alves)
Saiba mais…
Escritor Poetisa e Escritora

Orvalho Doce (DUETO)

 

Entre anjos e querubins,
sob alvas nuvens adormeço;
Sonhos em teias de avelãs
Rendas teço com fios de ouro...
Entre torres e jardins!
uma bruma verde se espande em lãs.

Vitorioso,
o verde das matas se manifesta...
em multicores do orvalho doce
Trigos dourados para colheita!
no sol de raios amarelo ocre

Desde o canto dos pássaros à flor,
desabrocha em botão
desperta a natureza;
Enfeitando o céu...
Desfazendo brumas!
que rasteja pelo chão
Renasce a esperança,
num canto leve solto e suave
com ela o sol,transbordando sonhos...
Transbordando amores!
e o verde sol nos trigos dourados.







(Cristina Bonetti & João Carlos Luz)
Saiba mais…