Posts de Charlles Rb. Souza (15)

Fogo & Mel

3541784833?profile=original

O diabo também pode ser doce, doce como mel.

Talvez ele não saiba por que foi designado ao mal
E por que o atribuíram a tantas coisas ruins.
Talvez o diabo só precise de um pouco de amor,
Que alguém lhe ofereça um abraço.
Talvez ele tenha sonhos e nem seja o monstro que dizem.
Deus é aquela voz que responde sempre que chamamos
No vácuo escuro da angústia, que quer que sejamos doces
Uns com os outros, doces como doce de leite.
O diabo gosta de ler, em contraste é rude por natureza 
E enfrenta perigos que ninguém nem desconfia. 
Será que um anjo pode ser mal?
Todos temos forças gritantes dentro de nós.
Forças gritantes e birrentas, que por serem tão distintas
São irmãs, energias amigas que agridoçam tudo, 
Que fazem uma dança firme e suave, que nos dão mais
De uma visão do mesmo fato. 

Tudo me é relativo.
Nada me é definitivo.
Hoje tive um sonho em
Que o diabo era meu pai.
E que ele não era tão mal
Como todos dizem.
Ele tinha desafios e uma 
Forma ogra de demonstrar afeto.
Ele me protegia e estava alí pra tudo.

DEUS TAMBÉM ESTÁ AQUI... 

Saiba mais…

Reinventar & Reviver

3541760726?profile=original

Eu preciso morrer. Estou cansado de tudo tão igual, de esperar que a vida dê um sinal para seguir. Preciso morrer, mas não morte física. Quero encontrar novas maneiras para fazer as mesmas coisas, redescobrir os pequenos prazeres, delirar... Está me faltando loucura, vontade desesperada de uma rebeldia que não tenho. Morrer... Quantos sentidos essa palavra tem? Muitos poderão achar que estou depressivo, prestes a fazer uma besteira, cortar os pulsos, pular de um penhasco. Só os sensíveis entenderão em que sentido preciso morrer.  Tenho a necessidade de estar no auge, me ocupando, sendo útil. Não vivendo por viver. Não me conformando com as maldades do mundo. Não quero sonhar sonhos pequenos. Preciso de mais e mais como um vampiro instigado pelo doce sangue, como um sol que ilumina todo um mundo. Creio que eu não seja o único que esteja precisando morrer.


                                                        - Charlles Rb. Souza -
 
 
 
Saiba mais…

Doce Pecador

  

Me sinto feliz pelo que há em mim,
Se eu for um erro... Oh Deus
Como é bom errar!
Perdoe-me se o contrario.


[[Sou um doce pecador.]]


Eu sou seu filho, me abrace.
Eles me olham e querem
Roubar a minha luz.
Não permita Pai que apaguem
O meu sol. 

Agora vocês me veem sem esforço?

Onde está todo o seu veneno?
Será que o inferno desapareceu ou
Está escondido por trás de minha inocência?
Eles querem arrancar minha verdade,
Não sei viver sem mim.


[[Ninguém deveria assinar um
Acordo de infelicidade.

Oh Pai! Por que eles são tão cruéis?]]


Sei que o Senhor me ama, não é?
Seria justo uns imporem sua lei torta
Sobre os demais?
Usam sEu nome para justificar
A intolerância de seus atos.

Sou um doce pecador.
Como é bom errar.
Pai me abrace,
O inferno desapareceu?!
Ninguém deveria ser infeliz.
Oh Deus...

***********************************************************************

► Créditos Finais

→ Música ♫ National Anthem ♪ - Lana Del Rey 

→ Texto & Edição por Charlles Rb. Souza ♦♦♦

Saiba mais…

Reino Sem Problemas - Danniel

[Fecho meus olhos.]
Descanso em minhas nuvens tentando
Encontrar a paz azul que não
Precisa de respostas. É quando ouço
A loucura batendo... [O silêncio diz tudo.]
Quando adormeço, Danniel sorri pra mim,
Segura minhas mãos. Canta-me uma canção Pop
E me leva pra viajar com ele ao Reino Sem Problemas.

[Aqui não preciso de uma justificativa.
Meu medo se foi. Meus ídolos estão aqui.]

Não preciso da perfeição para ser perfeito.
Eu amaria cada pedaço desse mundo quebrado
Em que vivo se você estivesse nele comigo.
Danniel me pede para ter paciência.
Compreendo que para alcançar o arco-íris
Antes preciso da chuva. [Abro meus olhos.]

As nuvens ainda estão lá, não mais como antes,


Mas ainda estão...

***********************************************************************

► Créditos:

→ Adam Lambert - Dreamer

→ Danniel - Meu Anjo da Guarda

→ Texto e Edição - Charlles Rb. Souza

 

Saiba mais…

   A DESVALORIZAÇÃO DOS SENTIMENTOS & DO AMOR-PRÓPRIO

 

3541729423?profile=original

   Estamos na era do amor em desuso, dos prazeres fáceis e de pessoas descartáveis. Ninguém pensa mais numa vida a dois e como diz o funk: “É só um pente, não tem romance.” Garotas adolescentes aderem ao estilo “piriguete”, achando que ser fácil e ficar com todos os garotos são uma tendência como a moda: “Quem não se habitua está fora.”. Existem várias letras de funk fazendo apologia à “mulher puta”: “Não sou mais menina, não sou encubada. Eu sou puta sim de carteira assinada.”. Mulheres que aceitam ser objeto descartável dos homens, tendo como único objetivo o sexo sem sentimento: “Na hora do amor, eu falo até que te amo.”. “Nóis fugueta e mete o pé.”. É lamentável que o sexo feminino se desvalorize tanto, principalmente as mais novas. Os caras costumam separá-las entre as que são pra namorar e as que são só para “curtir”. Para eles amor e sexo não se misturam. Piriguetes servem para uma transa casual, sendo chamadas também de depósito de esperma. Quando os rapazes querem namorar, procuram aquelas bobinhas que quase não saem de casa, geralmente tímidas. As garotas se iludem e pensam: “Ele namora sério, vou ficando com ele e depois tiro ele dela.”. Homem também deveria ficar com má fama por pegar todo mundo, só pra mulher que isso fica feio. São tachadas de piranha, vagabunda, fácil: “Sai fora dessa que é chave de cadeia.”. Seres do sexo masculino ficam com várias e são chamados de cafetão, garanhão, piranhudo... E isso é motivo de orgulho para eles, considerado como um status de masculinidade. Batem no peito: “Sou macho, porra!”.

 

  Agora deixando o funk de lado e toda essa banalização do sexo, passemos a questão das bebidas alcoólicas e do uso de drogas. Não serei hipócrita e direi que nunca coloquei uma gota de álcool na boca, nem tão pouco julgarei quem bebe. Bom, beber uma vez ou outra numa festa e/ou encontro social, ou antes, de um compromisso que te deixe ansioso e que te cause tensão, não considero algo destrutivo. O que faz mal são os excessos que te escravizam pra uma doença chamada alcoolismo. Quem de nós não conhece e/ou convive com um vizinho ou parente que bebe todos os dias? Perdem o controle de sua vontade e deixam ótimas oportunidades de emprego passarem por conta do vício. A sociedade tende a considerar o uso de cigarro menos destrutivo (apesar de conhecerem suas consequências à saúde) do que o uso de bebida alcoólica. O tabaco faz mal, mas não altera o estado de consciência do usuário, sendo o mesmo capaz de trabalhar e desenvolver suas atividades diárias sem complicações. Mas á longo prazo, esse inimigo dos pulmões vai cobrar sua conta e o sistema imunológico vai acabar caindo.

 

    Antigamente o cigarro era um status de popularidade entre os jovens e para muitos ainda seja: “Sou descolado, todo mundo gosta de mim porque fumo.”. Ironicamente as pessoas apontam aqueles que usam drogas mais pesadas como o crack, a cocaína e a maconha (de efeito muito mais prejudicial a saúde do que o cigarro e a bebida). Esquecem que de maneira rápida ou lentamente, todos que usam drogas legalizadas ou não, terão o mesmo fim. É muito triste o número de pessoas que todos os dias preenchem os cemitérios por conta desses prazeres ilusórios... Hoje, vejo rapazes da minha rua dizendo: “Usar droga é normal...” “Morrer a gente vai de qualquer maneira.” “A gente tem mesmo é que fazer isso.” São garotos novos, entre 14 e 17 anos, todos que deveriam estar estudando, planejando a vida, namorando... Todos sem nenhuma perspectiva de futuro! E voltando ao funk, muitas letras apoiam o uso de drogas e da tal “vida loka.”. Sem falar em rapazes que se espelham no cantor já falecido Bob Marley, tendo como estilo de vida o uso de drogas e a violação de todas as regras e limites. Pra gostar de reggae não é necessário usar drogas (apesar de que muitos usam).

 

>>>> Não quero me alongar muito, creio que consegui passar minha mensagem a respeito desse tema. Aos que se interessarem e quiserem ir mais a fundo nesse assunto, proponho a criação de um fórum ao qual debateremos e trocaremos ideias a respeito. Agradeço desde já o apoio de todos e dedico esse post a minha Querida Loubah Sofia por me lembrar de textos reflexivos, fazia tempo que eu não os escrevia! Espero que tenham gostado!

Texto e edição por Bobby Souza

Música No Woman no cry - Bob Marley

Saiba mais…

Pólos Existenciais

3541745511?profile=original

Pólos Existenciais

 

Convive com seus monstros internos.
Ora está bem, ora está mal.
[Bem, bem, mal.]
Percebe-se inexistente.
Se pergunta de onde veio e para onde vai.
Se pergunta onde ficou lá trás e
Corroí-se com respostas que
Não julga satisfatórias.

 

Caminha, sorri:
Encontra motivos para ser feliz.
Tem momentos de extrema euforia
E esquece que tem questões pendentes.
Tudo seria mais fácil se fosse oco
Como um pedaço de pau
Sem se cobrar nada.
Ve o tempo passando e ficando velho
Sem fazer coisas que todos fazem.
Desespera-se!


Será que acabará sozinho?!

Ora está bem, ora está mal.
Ora está... Misto!

***

 Charlles Rb. Souza

 

[ Foto tirada em 09.09.12 - Pico do Caledônia - Nova Friburgo, RJ - Edição: Rui de Pocrane]

 

Saiba mais…

Lembrancimento & Esquecilhanças

Lembrancimento & Esquecilhanças

132342580.jpg

Lembrei de você. Calei, lembrei de você e relembrei.
Desejei que um anjo viesse buscar essas lembranças
E transformá-las em chuva de esquecimento sobre mim.
Não é fácil aceitar que deixei você escapar quando tudo
Parecia caminhar tão bem...

Hoje eu lembrei que te amava e quis voltar ao tempo
Em que tinha o céu em minhas mãos.
Cada suspiro doce que advém dessas lembranças
Cutuca meu coração e eu penso em chorar,
Mas lágrimas correm, o tempo voa e pássaros cantam lá fora.
Hoje eu lembrei que precisava te esquecer.

Pensamentos tolos... Eterna paixão:
A gente sempre acha que tudo é pra sempre e acaba esperando
Demais das pessoas que amamos.
Certo ou errado, acabamos dedurando nossos desejos
Ao acaso esperando que ele nos traga uma recompensa.

Sempre me lembro de você: Hoje, ontem, sei lá, até...,
Quando Deus quiser. Um dia ou não, você bebendo
Com os amigos e eu aqui sozinho.
Sinto falta do tempo que você lá e eu cá,
Vivíamos um amor que você não sabia expressar
E eu sorria.

 

Texto & Edição por Bobby Souza

Música Whataya Want From Me - Adam Lambert

Dedicado a André Felipe Rosa - Na foto acima

11/06/2011

Saiba mais…

Combatendo o Monstro Bullying

Combatendo o Monstro Bullying

 

bullying3.jpg

 

Usaram-me a vida toda, aproveitaram-se de mim.
Menosprezaram meus sentimentos como se eu
Não os tivesse. Afogaram minha liberdade,
Encheram-me de medos e vergonhas.

Perdi a fala,
Fala e expressão... Eles riam de mim!
Eu me sentia tão pequeno.
Eles me diminuíam.

Cresci sem saber o que era namoro,
Cresci sem saber quantos amigos tinha.
Eu nem ao menos sei se cresci.
E nessa altura a gente se enche de culpa
Por não ter feito o que quis.
A gente se culpa por não ter brigado.
Eu me culpo por não ter me amado.

Os monstros atribuem rótulos,
Ninguém escapa.

Nerd, CDF, Viadinho, Gorda, Sapatão,
Magrela, quatro olho, narigudo, feioso,
Macaco, cabelo de Bombril, orelhudo...!

O Bullying destrói vidas, não é divertido
Zoar, humilhar e desmerecer quem é diferente.


É preciso aceitar que a adversidade serve pra
Unir, só faz distinção quem é ignorante e que
Não respeita o espaço do outro.

Faça a diferença na vida de alguém,
Comece reavaliando suas atitudes,
As vezes um simples apelido pode ferir.

 

***

Escrito em 29/09/2011 no WAF

A pedido de minha amiga Loubah Sofia

estou postando aqui pra vocês do PEAPAZ

Hoje, superei completamente essa fase ruim

da minha vida. Não resta nada que possa

me fazer mal.

 

Bobby Souza

 

Saiba mais…

O Rapaz da Locadora

O Rapaz da Locadora

namorados.jpg

[Não sei se ele existe ou

Se eu o estou roubando de

Seu mundo pra que o meu

Não fique vazio...]

 

Difícil saber se você é,

E se for, será que me quer?

Difícil perguntar coisas sem

Se constranger e se não for?

Com que cara você fica?!

Será que se eu não disser algo

E conhecê-lo só de vista,

Perderei o gato?!

 

Não sei se a simpatia dele

É especial a mim ou se estou

Imaginando coisas.

Eu quero alguém como ele,

Sensível, educado e divertido.

Preciso de um estranho como ele

Pra que algo tenha sentido.

 

Toque das mãos, respiração quente.

Seus olhos nos meus...

Eu preciso de um namorado!

 

Texto e edição por Bobby Souza

Música Rumor has it - Adele

Saiba mais…

Estranho Absurdo

 

Estranho Absurdo

engracado_estranho_absurdo_41.jpg

 

[Me reabilitar para receber as pessoas boas...]

Parece absurdo estranhar a aceitação deles
Após tanto sofrimento meu.
Acostumei-me com a exclusão.
Destruíram minha autoestima quando eu
Nem pensava em ser alguém.
Quando eu nem sabia o porquê me faziam
Tanto mal.
Pra alguns eu nem deveria existir.
E talvez essa seja minha motivação,
Pois adoro contrariar!

É preciso reconstruir a mente,
Sem saber onde meus pedaços
Se perderam, organizar os sentimentos
E tentar amenizar as marcas do passado.
É um trabalho árduo apagar toda a dor,
Fingir que não aconteceu...
Às vezes a felicidade custa caro e
Acrescenta juros abusivos pra quem
Sabe que cair não é o fim.

Será que alguém do futuro me ama?!
Se for pra envelhecer que não
Seja sozinho.

 

[Me reabilitar para receber as pessoas boas...]

 

[Texto e edição por Bobby Souza

Música: Part of me - Katy Perry]

Saiba mais…

Ser Feliz é Só o que Importa

Ser Feliz é Só o que Importa

3541726059?profile=originalNinguém viverá por mim.

Fácil é me criticar,

Difícil é tentar entender

Porque eu não nasci igual a você.

Talvez sua percepção pequena

De só seguir reto sem esperar

Nada novo esteja obstruindo

Sua visão e te impedindo de aceitar

Que minha felicidade não precisa ser igual a sua.

 

Às vezes me sinto um E.T

Sem aqui ter espaço pro meu pensar e sentir.

E por longos anos sofridos, vividos,

Acuado, perdido e insolúvel...

 

Concluo tudo nessa frase:

– Só se entende um gay sendo um gay –

 

Hoje creio que a vida me deu essa chance

De ser alguém melhor.

A homossexualidade me ensinou a amar

Todas as pessoas da maneira que são.

E se não fosse por tudo que passei

Talvez hoje eu fosse mais um hétero apontando os gays,

Debochando, discriminando.

Talvez eu estivesse praticando esse maldito bullying

Ao qual tanto repudio.

 

Nada é fácil,

Ninguém viverá nada por mim

É um duro aprendizado.

A homossexualidade está em mim

E hoje eu a aceito de braços abertos

Independente daqueles que só querem me ver pelas costas.

 

***

Bobby Souza - Eu de mim

Saiba mais…

Águas tranquilas também se agitam

3541724576?profile=original

Não, não, não!
Vocês não vão me oprimir
Não, não, não!
Não vou me esconder ou sumir
Porque vocês querem que eu
Me foda!


Não, não, não! Oh não!
Não, oh não, não, oh!


Eu soltei meus venenos
Eu reagi depois de tanto
Calar a boca pras suas ofensas.
Não, não, realmente não!
      (Não sou viado!)
Não há nada a esconder agora

E o resto?!


Não, não quero mais.
Não, não aceito mais,
Não, não calo, oh baby
Oh No! Agora eu falo!


Quem é o viado?!

Você que dita esse preconceito
Dizendo ser coisa de homem
Só pra se aparecer pros outros
Viadinhos que insistem em
Queimar a rosca pagando uma
De hétero!


Não, oh não!!!
Eu reagi ao seu preconceito
E agora eu tenho paz

Paz... az az az


 

***

Dedicado a minha maior incentivadora, Sofia Rodrigues

pelo carinho, apoio, força, e tudo que não cabem

em palavras por ela ser tão imensamente única e especial!!!

Te amo muitoooo minha irmã de alma :)

Obrigado por tudo!!!

Saiba mais…

Libertadora Natureza


Obedecer a sua natureza:
- É tirar um peso dos ombros -
Libertar-se dos velhos preconceitos
E ser apenas você.
Nada mais importa agora, todo o medo
E toda rejeição são inúteis.


Se você ama o verdadeiro você
Sem máscaras, entendendo que sua
Felicidade não depende da opinião
De ninguém, pois eles tem convicção
Do que querem e não vão mudar de ideia
Porque você pensa diferente deles!

Não posso dar ouvidos ao autoritarismo.
Não posso me anular porque as pessoas
Acham que devo ser como elas.
Nao posso calar os desejos que gritam
Em mim pedindo pra estar com alguém
Do mesmo sexo que eu...


É, foi duro, mas hoje aceito que
Aceitar essa homossexualidade
Só me traz benefícios.
Quando a gente se aceita,
O mundo é obrigado a nos aceitar
Ou no mínimo respeitar a nossa vontade!

Não quero, não preciso de máscaras
Cansei de agradar quem só
Quer me prejudicar.
Obedeço a minha natureza e com toda
Minha tristeza e solidão,
Estou mais leve e ciente de que
Pra ser amado, primeiro é preciso


AMAR-SE...

***

Bobby Souza - Eu de mim para sempre -

Saiba mais…

O Céu Azul lá em Cima

                

Estou acordando de um longo coma.
Estou reagindo...
O grito está dado!
Agora me amo incondicionalmente
            &
Estão tentando me derrubar.
Estou lutando, quebrando suas pernas;
Calando a voz do preconceito porque
O Deus que me criou não me fez tapete
Pra ser pisoteado.
 
Além do meu bem-querer por mim está
Nascendo a bela chama do recomeço
Com a dádiva da continuação que
Permite-me enxergar a beleza do
Céu azul lá em cima e dizer:

— Obrigado Senhor por não desistir de mim!

Estou acordando de um longo coma criado
Por eles. Estou vivo, restaurado.
Estou vivo e sem medo de ser chamado
De viado.
Esse meu basta está abrindo
As portas da alma pra vida que deixei
De ter e que automaticamente me pertence.

- Texto e edição por Bobby Souza -

Música - La differenza tra me e te - Tiziano Ferro

[Dedicado a todos que após tanta rejeição conquistaram seu espaço]

Saiba mais…

Pedacinhos

QUEBRA-CABECA.jpg

Passa-se a vida manipulando a si mesmo,
Dividindo-se em pedacinhos e pedacinhos
Pequeninos. Nunca se é um só.
Cada pedaço que se perde se completa com
Novos pedacinhos de pedaços já conhecidos.
Se ao acaso se despedaçar, junta seus cacos
E começa de novo com caquinhos de pedaços
Despedaçados.

Se ao menos soubesse qual o pedaço maior,
Acharia uma matriz para viver. Seguir os passos
Dos outros é besteira, porque nunca é você.
Pedacinhos de amor não preenchem pedaços
Tão enormemente vazios pelo despedaçar de
Um alguém tão só!

Passa-se a vida, passam-se os pedaços...
Passa-se o tempo em que viver era
Algo tão relativamente pequeno.


Saiba mais…