Posts de Carlos de Campos Teixeira Junior (109)

Poeta e Escritor

Tudo sempre é possível

Tudo sempre é possível

Estamos em busca e nós nos rendendo à transformação interior
Quando sozinhos desvelamos o poder existente em nosso ser,
Assim vamos a cada dia redescobrindo o valor de nossas vidas.

São suas as emoções...
Que tudo direciona para buscar o novo,
Interiormente vamos nos aperfeiçoando.

Ao promover as melhorias
Tudo se faz límpido
Magnifico e transformador.

Temos dificuldades de nos comportarmos
Como quem tem em mãos, um grande tesouro,
Quando assim o fazemos somos arrebatados por nossos medos inconsistentes.

E quando damos atenção ao que nos prende,
Tudo o que temos por nossas mãos vai se escorrendo,
Sem forças para lutarmos, nós simplesmente nos rendemos.

Receba, agora, as devidas motivações,
Levantando a cabeça...
Dê a resposta necessária.

Enquanto o ser coloca-se envolto à gratidão,
As emoções positivas nos orientam,
Nada, ninguém conseguirá impedi-nos,
O progresso é garantido.

Muitos, sim, são os desafios,
E a cada nova reflexão...
Existe a possibilidade do sucesso.

A cada novo sucesso,
Seus pensamentos vão sendo ressignificados
Destruindo por completo todas as crenças que antes nos limitavam.

Permita-se ter todo o poder
Todo o sucesso esplendoroso,
Todos os motivos que lhe fazem de novo acreditar.

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

Missão à Felicidade

Missão à Felicidade

Sinta o peso da pluma...
De mansinho vai unificando o coração
Em suavidade sem fim.

O pensamento voa
Para o universo do ser
Onde tudo faz pleno sentido.

É puramente sublime
O poder da escolha de permitir ser feliz.
Quão intensa é tua história.

O caso merece total atenção !
Existem pessoas que lutam,
Tirando da própria alma tantas tristezas.

Hoje, vou -lhes contar um segredo...
Na vida não existe sofrimento
Quando em nosso ambiente o foco é a felicidade.
Receba em teu coração essa linda missão.

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

Sua escolha... Seu sucesso...

Sua escolha... Seu sucesso...

O momento é delicado
Em que você é responsável
Diante dos resultados.

Suplicar já não resolve
Quando a intenção ao longe vai
Já não existe comunicação.

Do interior da alma apenas observamos
Datas e horas são estipulados
Fazendo-me perder o foco.

Quando o negócio exige disciplina
A teoria é um tanto obscurantista
Basta que mudemos o pensar.

Soltem os positivos pensamentos
E tudo por si se encaminha
E ninguém jamais lhe impedirá.

Os resultados sempre virão
Quando a energia positiva você envia
Sem nada esperar.

Tudo depende somente de você
Energia possitiva
É assim que tudo então vai se transformando.

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

Viver é muito mais que ruminar

Viver é muito mais que ruminar

Quão mareada está a minha vida,
Minha história,
O meu momento presente.

A cada nova oportunidade que tenho...
Posso expressar as vidas perdidas,
Ruminando o tédio de minha existência ferida
O tempo está a meu favor ?

Ilusões e alienações!
Sou predador de corações,
Roedor de tóxicas emoções.

Rebeldia !... Rebeldia !... Rebeldia !...
Abala o meu humor
Indigestas são as minhas convicções,
E as minhas indignações sem razões.

São as multidões de minhas preocupações que vêm me assolar
Que me afastam de novas e saudáveis relações.
Perco, assim, o momento de ser feliz...
A vida é simplesmente uma dádiva para sermos felizes.

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

Minha Vida

Minha Vida

Abro a janela e me desperta as emoções
Munda o meu olhar
Providência amiga.

Lanço as sementes
E se revela a vastidão do simples mistério
Dos milagres controversos.

Fim da verdade
Quando de mansinho bate a saudade
No interior em que chora o amor.

Fios de lágrimas
Cai do rosto triste e amargurado
Percorrendo o doce azedume.

Delicadamente toco o teu semblante
No pesado clima de uma triste vida
Vou ao teu encontro seja noite ou dia.

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

Mergulhado em cada sentido

MERGULHADO EM CADA SENTIDO


E você, minha amiga natureza...
Ensina-me as mais sábias lições...

Como é ter um coração inquieto, acelerado pelas emoções de uma vida selvagem ?
Onde tudo que contamos a respeito de nós é a mais pura fascinação por nossas bobagens ?

Será que existem os que ousam se mostrar, sua verdadeira essência : o ser real ?

Na noite passada roubei um beijo de tua boca e nada além de ilegal...

Tu me abris-te as portas do teu peito,
bem antes de me abrir-te a boca sedenta.

E, se recordava de nossas longas conversas no jardim
Do cheiro dos roseirais
Dum perfume inebriante...
Que trazia cores para aquela noite vazia
Rasgando até as entranhas com pensamentos de que a vida poderia ainda, ser melhor.

Um jardim num canto secreto...
Além dos limites de nossas incertezas...

Dentro da pequena alma, que resmunga as dores que o tempo não apaga
O ser busca sua mais bela expressão,
Desabotoando a verdade de tua face ao mesmo tempo que se consome em suas feridas repletas de mentiras e ilusões.

A mente mergulhada no ego :
Demônios egóicos ! "- Deixe-nos !" _ resmungam inconformados : - "Dá um tempo !"

Então, volto ao jardim dos meus sonhos
E me inebrio da pura essência.

No quarto da alma, olho o reflexo do meu corpo nu.
A vida sentindo o avanço da morte em sua total plenitude.

Mas, o que é a morte ?

O corpo perece.
Mas, a Alma é livre do tempo. Não o deve respeito ou consideração.

Sinto-me diante da liberdade quando pouso minhas mãos em seus lábios pequenos...
Que balbuciam palavras sem sentido algum.

Assim cruzaram-se as nossas vidas... Sentindo em cada "toque" a necessidade sublime de estar ali
Mergulhando em cada olhar teu.

Ah... sim ! O teu olhar intenso e profundo !
Onde adormeço
Como em um mar calmo a embalar-me.

Tudo então se resume ao silêncio...

Apenas as estrelas brilhantes
Com gestos teatrais de uma beleza exuberante e natural
Vêm trazendo paz ao coração...

Te sinto em mim !
E, aos poucos
Em uníssono,
Ouço o balbuciar de seus lábios...

Te sinto !!!
Foi o primeiro gesto tão claro e belo.
Te sinto !!!

Não há segredos
Entre velhas Almas
Apenas o silêncio e o olhar que tudo fala

Simples é a linguagem do Amor
Que tudo pacífica
A verdade,
A essência do ser

As distrações pelos Teus beijos
São momentos de carência...
Quando estou chafurdando no ego
Cheio de anseios
Esquecido da minha verdade.

Sussurrando em meu ouvido...
Tu dizias com sua doce e mansa voz : Nem tudo é ego,
Ou, simplesmente Desejo pelo desejo.

O som das tuas palavras acalentava-me o coração
Derramando sobre nossa história um Amor sem tempo
Sem fim.


Carlos de Campos

Maia Nunes 

Saiba mais…
Poeta e Escritor

No Puro Amor

No Puro Amor

Lindas são as oportunidades da vida
Melhor ainda quando estamos pautados no amor
Permitindo que a ternura da vida nos seja a única a falar.

Eis mais bela atitude
O puro amor dos singelos atos
Repletos de afagos.

Não te iludas...
Com carícias que roubam almas
E corrompem a pureza da vida.

Carlos de Campos

 

Saiba mais…
Poeta e Escritor

Insano


INSANO

Existe muito ódio em meu interior
Como vulcões em plena erupção
Derramando... Queimando... E destruindo tudo a minha volta.

Sinto o ódio consumindo minhas entranhas !
Herança dessa sociedade psicótica, hipócrita que me pariu.
Dos fanáticos raivosos que me estimulam frequentemente a ira.

Mil histórias...
Os mesmos velhos sintomas/padrões.
Rejeição aliada a falta da educação
Desequilíbrio que não nos permite aceitar o desconhecido.
O "não ser aceito" agora é caso de polícia.

Combustível dos insanos
Delirantes plantonistas
Sejam crianças ou idosos.

Gritantes são os estímulos Áudio-visuais
Cidade alucinante e alucinada
Corpos tratados com relaxantes, cigarro, álcool, Drogas legais e ilegais.

Geração de fracassados
Suicídas e lunáticos
Todos vítimas do descaso.

A verdade pulsa nua e crua
Entre mentiras tão selvagens
E hipocrisia aflorada.

Êxtase em ser enganado
Beleza radiante repleta de cupins
Sociedade suprimindo o maluco fora da lei.

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

Suspiro

Suspiro

Do âmago do meu ser...
suspiro o teu amor,
unindo-me a alma de minha amada.

Do âmago do meu ser...
suspiro a tua paixão,
unindo-me a alma de minha alma.

Gratidão!
amor que nos preenche
no âmago do ser
coração suspira por vós.

Desejo todo o amor
todo bem a ti
unindo-me à sua vida.

Àquele desejo íntimo
que tens
no fundo do coração.

O amor que envias,
de vossa energia
de coração a coração

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

Frestas do Coração

Frestas do Coração

O amor abre frestas pelo ser
De alegria e presença e de gentileza:
E todas essas frestinhas é o pulsar intenso do coração,
Que inebria a alma quase morta pela falta de paixão...

Ò verdade que nos comunica
A escancarada doce paixão,
E, dando-se à nobre amada a si como pão,
Do baluarte o amor que nos sustenta:

O coração se inflama
Pela fonte de tua luz,
Do fogo que incendeia.

Tantas pessoas vivem com medo do amanha...!
Alegremo-nos pelo intenso viver,
Que promove em nós a mais alta inspiração de esperança!

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

A Voz

A Voz

Levantem-se, oh inseguros !!!
Oh, receosos em caminhar na vida !!!
Aqueles que resistem,
Os letárgicos.
O medo está em não enfrentar o desconhecido
Sim, sim !!!
É preciso mudar a perspectiva.
Cultivemos em nossos corações
A verdade que ecoa
Em meio ao frio,
Injustiça e solidão...
Nos vemos submissos, oprimidos !
Na superfície, então...
Surge o temor descontrolado...
O momento é ditado por oportunistas.
Caminhos incertos
Percalços imprevisíveis.
Hora de unir forças
Seguir lutando
Sem esmorecer.
Com o grito na voz.

Carlos de Campos.

Saiba mais…
Poeta e Escritor

FUSÃO

Fusão

Essa tua energia...
Meu gozo, meu deleite...
Nossos corpos tremulando
Desejosos do prazer
Somos um só, bebendo da mesma fonte.
Nesse movimento eternizado
Sem tempo...
Sem morte...
Brindamos a vida !
Numa rima de êxtases...
Transbordamos a taça de nossas almas com o néctar desse Amor puro ! Transparente qual água em sua nascente.
Bebamos dessa fonte inesgotável !
Numa sinfonia ritmada...
Na dança dos nossos corpos...
Gemidos são acordes
Penetrando-nos os ouvidos Com suaves notas que se harmonizam no fundo de nossos corações.
Me tens por completo !
Sou teu !
Entregue !
Sem defesas !
Intensamente extasiado
Revelo-te meus mais inconfessáveis segredos
Devastas minhas florestas sombrias, enchendo com tua Luz !
Transgridas minhas regras...
Transponha meus limites...
Arejas os cômodos da minha casa empoeirada.
Sinto seus olhos me envolvendo em aconchego
Tua tez, teu calor,
Tua brisa suave que me refresca.
Teu sorriso de mulher repleto de candura
De sossego de lar
De mesa posta pra jantar
Hoje, meu amor te ofereço
Repartimos o pão
O endereço, dores e apreços
Almas ligadas.
Levemente te toco...
Meu beijo, meu abraço...
Te envolvo, te enlaço...
Loucas viagens !
Explorando corpo e mente.
Descendo vales encantados...
De flores silvestres adornados !
Deitamos em úmida relva
E nos elevamos às mais altas cordilheiras em delirante torpor.

Maia Nunes
Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

POEMA

POEMA

Traduzido por Paulo Sant’ana.

Tu e eu, ao perdermos
um ao outro,
ambos perdemos.
Eu, porque tu eras o que
eu mais amava,
tu, porque eu era quem
te amava mais.
Mas, entre nós dois,
tu perdes mais do que eu.
Porque eu poderei amar
a outras
como amei a ti.
Mas a ti nunca ninguém
jamais amará
como eu te amei.

Ernesto Cardenal

Saiba mais…
Poeta e Escritor

DNA DA LOUCURA

DNA DA LOUCURA

Existe muito ódio em meu interior
Como vulcões em plena erupção
Derramando... Queimando... E destruindo tudo a minha volta.

Sinto o ódio consumindo minhas entranhas !
Herança dessa sociedade psicótica, hipócrita que me pariu.
Dos fanáticos raivosos que me estimulam frequentemente a ira.

Mil histórias...
Os mesmos velhos sintomas/padrões.
Rejeição aliada a falta da educação
Desequilíbrio que não nos permite aceitar o desconhecido.
O "não ser aceito" agora é caso de polícia.

Combustível dos insanos
Delirantes plantonistas
Sejam crianças ou idosos.

Gritantes são os estímulos Áudio-visuais
Cidade alucinante e alucinada
Corpos tratados com relaxantes, cigarro, álcool Drogas legais e ilegais.

Geração de fracassados
Suicídas e lunáticos
Todos vítimas do descaso.

A verdade pulsa nua e crua
Entre mentiras tão selvagens
E hipocrisia aflorada.

Êxtase em ser enganado
Beleza radiante repleta de cupins
Sociedade suprimindo o maluco fora da lei.

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

MULHER

MULHER

Em uma noite quente e estrelada
Nossas vidas se encontram
Hoje, existe harmonia em nós,
E tudo se tornou tão perfeito, presente e intenso.

Um verdadeiro romance é o que vivemos,
Ah! Nossas almas!
Quão desejosas experimentam o momento, vívido de amor.

Sua alma felina de poder e majestade
O teu amor que me cativa constantemente
Mergulhando-me em êxtase delirante.

Sorrimos sozinhos de nossas aventuras intimas,
Recordando nossas atitudes inconsequentes,
Assim o amor tudo nos revela.

Mulher delicada e forte,
Fiel e devassa,
Poderosa e menina.

De beleza exuberante,
Sensualidade picante
Feiticeira de nossa historia.

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

APENAS SER

APENAS SER

O consumo não comunga com o ser
Vivo a essência da existência
Vivo o Amor e o seu preço

Enquanto a chama da vida pulsar no meu peito
E esse fogo arder
Serei guiado por ele.

Amor tão lindo quanto arrebatador
Como a luz do Sol quando chega devastado a escuridão da noite
Pego rindo-te dos meus gestos banais.

Maia Nunes
Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

NUA E CRUA

NUA E CRUA

Com o sentimento inflamado contra a corrupção
Tornamo-nos marionetes da opressão
Não mais nos incomodamos com as políticas de perversão.

No dia a dia os mortos de tais políticas vão surgindo
Minha conduta segue o mesmo padrão
Reflentindo na tão inconstante eleição
Que incorporou a pior maldição.

Liberdade não mais teremos...
Em meio a seres sujos e desonestos,
dificilmente nos livraremos ...
Eles, somos nós !
A imagem e semelhança.
Nua e crua realidade.

Carlos de Campos

Saiba mais…
Poeta e Escritor

DEVANEIO

Devaneio

Perco-me em conjecturas
noites a fio..

Deliciosos acordes palpitando
em nossos corpos

A brisa morna
me inspira
No compasso do teu coração
Doce conexão !

Quando em êxtase soltávamos gemidos de alegria !

Olhar no olhar
Queimávamos repletos de amor...

Teu perfume inebriante
Teus beijos prodigiosos
Suaves afagos...

Tão próximo
como o sol
São as tuas carícias...

Tua meiguice me aprisiona
Seu corpo intenso e sua alma sem mancha
Me seduzem por completo.

Maia Nunes 
Carlos de Campos

Saiba mais…