Posts de Arlete Brasil Deretti Fernandes (494)

PRATA BABPEAPAZ

As flores do meu jardim

                                                                    

 

 Resultado de imagem para pequenos jardins com pedras

 

Fui eu que as plantei,

Elas são como minhas filhas.

Por isso as reverencio,

E alegre as vejo crescer todo dia.

 

São alamandas cor de vinho,

Buganvíleas de cachos coloridos,

Gerâneos pendurados nas floreiras.

Enfeitam as janelas lindas trepadeiras.

 

As petúneas despencam como sinos,

Ornam a vida e dão alegria à Natureza,

O verde matiza o fundo em váriados tons.

Cercas vivas, pingos de ouro.

 

Samambaias, bromélias, jasmins  perfumados,

Belezas multicores que a mãe-natureza pintou,

A vista se encanta  com tão lindas cores.

As borboletas bailam no meio destas flores.

 

As joaninhas brincam nos canteiros,

Abelhas sugam o néctar especial.

De tudo exala um perfume sem fim.

São as flores que plantei no meu jardim.

 

Arlete Deretti Fernandes

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Atração

 

 

               

              Sonho interpretado

 

Ata-nos um forte e estranho laço,

um pólen de primavera enche o espaço

com um perfume delicioso  a espargir-se.

 

 Da noite cambiando as cores,

A lua ilumina e joga sobre nós

Purpurina  dourada que se

Desprende das estrelas.

 

Tua boca encontrou a minha,

Fiquei louca e tu ficaste louco

Mandamos embora as ilusões.

Emudeceu o Universo! ...

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Natureza, Minha Primeira Mestra

                                           

 

Enquanto os rios correm para o mar,
As águas renovam-se sem parar.
Contornam obstáculos.

Oferecem-nos lições de flexibilidade,
De constância e de movimento.

 

O calor do sol que doura e aquece,
Evapora águas que transformam-se.
Nuvens, Chuvas, Lençóis freáticos.
Oceanos, Mares, Flora e Fauna.
Navegação, recreação, atividade.

 

As árvores flexíveis e de boas raízes,
Curvam-se aos vendavais e não se quebram.
Produzem sombras e frutos oferecem
Com toda a generosidade.
Aves em bando, formam desenhos unidas.

 

Há alma em todos os seres.
Farfalham as folhas ao vento,
Que carrega as sementes e o pólem.
Em tudo há lições de Harmonia e de Paz,
Nos quatro elementos: Terra, Água, Fogo e Ar.

 

O ar que respiro, forma ventos, mistura gases.
A água sacia a sede de homens, plantas e animais.
A Terra me acolhe, e tudo transforma,
O fogo me aquece e me ilumina.
Tudo carrega em si, belas lições de amor.

 

Eu, ser humano inteligente, leio-as, preciso
entendê-las.Também tenho missões a desempenhar.
“Na Natureza todas as partículas colaboram entre si.”
Como a árvore protege o arbusto novinho,
Que um dia cresce e dá sombra à mesma já cansada.

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Resignação

                                Meu coração imerso em brumas chora!

                                           Reflexos oníricos

                                Somem e reaparecem.

 

                                    Algemas me prendem.

                                Sinto distante a essência

                             dos perfumes que me acalmam.

 

                                Quero haurir-lhe o encanto,

                   eu viveria dentro de uma bolha luminosa,

                 melhor acordar, para não morrer mais ainda

                    Arlete Deretti Fernandes- 28-04-13                                                         

 

                                                                                                 

                   

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Tanka 3 e 4

                               

.

                                                   Meigo beija-flor

                                                    Num bailado

                                                    Adeja no azul 

                                                     Paz e doçura sem fim

     

#########################################  

 

   Lágrima no breu

Dos espaços siderais,

   No horizonte gris.  

  Um fragmento universal,

                                             Madrepérola de luz .

                                             

                                                 

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Inesquecível Nick

 

                                

    

 Ganhei-o de presente de uma amiga. Ele era lindo. Filhote de gata persa de cor amarelada, que quebrou as regras da nobreza e acasalou-se com um gato “plebeu”.

     Ao levá-lo para minha casa, tive que fazer todo um trabalho psicológico, pois tínhamos dois cachorrinhos e receiavamos que pudessem maltratá-lo. Soltei-o e ficamos alertas a observá-los com todo cuidado. Incrível foi a amizade que fizeram. Brincavam muito, corriam pela casa e se rolavam, uma graça, uma distração.

  O gatinho era peludo, da cor de Garfield. Quanto à escolha do nome, como tinha uma cor loira e era semi-nobre, pensei em chamá-lo de  Brad Pitt, mas não gostei, porquê ficaria muito extenso. Até que cheguei a uma escolha que me agradou, seria Nick.

  No bairro onde residíamos na época, costumavam aparecer gatos mortos. Saíam a passear e acabavam comendo veneno em algum lugar.

 Uma amiga que tinha uma clínica veterinária, aconselhou-me a castrá-lo, para que se tornasse caseiro e sossegado. Pensei, analisei, e pelo bem do próprio Nick, resolvi acatar a idéia.

 Quando o trouxe da clínica para casa, ele ainda estava grogue da anestesia. Olhei-o e percorreu-me internamente uma “culpa. Fiquei a pensar se eu tinha o direito de intervir desta forma na natureza. Mas, enfim, já estava feito, e como “os fins justificam os meios”, permiti-me ser maquiavélica.

 Quando chegaram em casa meu marido e meus dois filhos rapazes, fizeram um protesto em uníssono contra o meu ato castrador. Diziam-me que isto não se faz, que foi uma maldade minha ter tirado do gatinho as suas “preciosas bolinhas diferenciais”, que  permitiriam ao bichinho namorar e perpetuar a espécie.

Como eram três machos, compreendi porque se arvoraram em advogados de defesa de Nick. Eu aproveitei para dizer-lhes que se comportassem muito bem, caso contrário os próximos seriam eles!   Ninguém queria tornar-se eunuco, disto tenho certeza absoluta. E também tenho que deixar-se continuar a nossa espécie.(!)

 Nick era caseiro, engordou e a cada dia tornou-se mais bonito. Era amigo e companheiro. Como nossa casa era de um só piso, ele saltava para o peitoril da janela e pulava tranquilamente para o jardim. Fez algumas artes, como deslizar sobre o balcão da sala de jantar  e quebrar uma águia de pedra sabão que ganhei de presente de minha filha  e  que era um ícone para mim.

 Chegou um belo dia em que surgiu uma oportunidade de nos mudarmos para Floripa.

Residiríamos nos primeiros tempos em apartamento no 3º_ piso. Ficamos com receio de que Nick se estressasse no ap. e viesse a se jogar pela janela. Optamos em dá-lo de presente para uma amiga que hoje mora em Londres, mas na época tinha em sua casa treze gatos, oito cachorros e dois cavalos, tal seu amor pelos animais.

 Quando voltei à cidade anterior e busquei notícias de Nick, ninguém sabia de nada.

 Mas, com toda a certeza, Nicki ficou inesquecível. E eu fiquei até hoje com saudades.

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Cheiro de primavera

 

 

                             Tua boca tem o gosto da alfazema,

                             Do cheiro suave que carrega a brisa,

                              Doçura agreste que se desprende,

                              Do azul- bordado nos canteiros do jardim.

 

                          Promessas de fecundidade há em teu corpo,

                           Teu cabelo e tua pele perfumada é macia.

                       

                       Tens a suavidade do algodão, e a delicadeza

                           De um ninho de beija-flor  na penedia.

 

                            O  umedecer das sementes e das folhas

                             trazem ao desabrochar a fertilidade

                          do amor que acalenta e continua a vida.

                          Belas flores de variadas cores abrem-se.

                           Sensaçôes  percorrem nossos corpos,

                        O calor acaricia a pele, as mãos massageiam.

 

                                 Pássaros delicados adejam livres

                           Sobre campos de girassóis coloridos,

                            Que dobram-se reverentes e seguem

                             A grandeza e o roteiro do  rei  sol.

                            Em tintas flamejantes  e douradas, as nuvens

                             Escrevem e colorem  pautas musicais.

 

                                             Chuvas de Primavera,

                                 Que despertam e avivam as cores

                            Do arco-íris , das borboletas e das flores

                         Multicoloridas, vindas de um  ciclo distante .

                    No cio da vida  que brota e se expande em cada ser

                          num vibrar de vida e luxúria em cada cantilena.

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Atrás da vidraça

 

 

                                                 Do vidro escorrem gotículas

                                                Em forma de arte e de mistério.

                                         Queixosa e tremula é a voz das coisas.

 

                                           Entre beijos, apertos e abraços

,                                       É um mundo de amor e de ternura.

                              És a taça de cristal, por onde às vezes cuido

                                       Ao encostar a fronte no teu peito.

 

                                        E ouvir-te dizer amor, após um beijo.

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

A Fuga de um Anjo

Miguel Angelo Deretti Fernandes 
12/04/1980 - 11/07/2006

A Fuga de um Anjo

Eras uma palmeira viçosa
Acabando de crescer.

Subias rumo ao espaço.
Como flor entreaberta

Aguardavas o raiar do dia,
De um sol escondido a
Te esperar entre nuvens.

De tua alma pura um eco
Se desprendia.

Rompeste as cadeias da prisão.
Agora, pássaro liberto sobre

As asas do tempo,
Para além dos flocos de nuvens.
Foram contigo os temores,

Os fantasmas,
Tantas e inexplicáveis dores.

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Tanka 1

                                                        

                                                                     Lágrima brilha

                                                                     Lua crespa e prateada

                                                                     Espia-nos do breu.

                                                                     Cintilando em amor,

                                                                     Em nosso céu desatou.

 

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Folha verde

                              

                                                   

                                         Folha verde,
                            Destilas duas gotas dágua,
                            Que se juntam.
                            E  ao deslizar,
                            Transformam-se em
                            Uma só lágrima.
                           

                             Sentidos trazem
                         
    
Com a fresca brisa

                                       O perfume de
                            Tua pele.
                            E o sabor de 
                            Tua boca e
                             De teu corpo...

                             Pulsações
                            Da paixão
                            que ardem
                            e vibram.
                           Qual luar morno
                           Que de ti emana.

                          Quero aurir 
                          desta chama

                          Em teu lábio
                         Trêmulo e em
               
              Teu corpo
                         ardente

                      Que o amor celebrou.

 

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Reflexões n. 2 .- Queridos Amigos

 
 

 

                Pensei sobre uma forma de desejar-lhes Boas Festas e um Ano Novo muito feliz. Concluí que não tem graça repetir isto todos os anos, porquê  não é só isto que desejo às pessoas a quem dedico meus melhores sentimentos.

                 Há algum tempo comecei a analisar estas épocas do ano que são a transição de um período para outro, por mais surpresos que ficamos  quando chega dezembro e uma etapa de nossas vidas foi construída  e vivida.

                Não quero pensar que é Natal e temos que dar presentes, pois a última coisa que quero  dar importância é para estes valores que a sociedade de consumo nos  impõe.

                Prefiro parar e refletir sobre a importância que 2015 teve em minha vida. O que consegui realizar dos propósitos que estabelecí.  No que melhorei e cresci e no que devo fazer  para alcançar o que desejo em 2016.

                  Quero recordar os momentos felizes e os momentos nem tão felizes. Recordar de todos, ver o quanto crescí, no que mudei  e o que farei para crescer em vários aspectos de minha vida como objetivos pessoais, profissionais, espirituais, familiares e outros.

                  Sermos conscientes de tudo o que vivemos e que fez ou fará nos tornarmos criaturas melhores e mais humanas. Compartilho com vocês as reflexões que faço, pois todos os momentos são importantes para mim. Parte de mim é um pedacinho  de cada amigo e de cada pessoa que passou pela minha vida.

                 Agradeço a Deus  por ter me dado algumas capacidades que me permitem ampliar a minha existência. Uma delas é a capacidade de recordar.

                   É gratificante poder recordar de cada momento vivido.  São sentimentos  de elevada hierarquia. E que me permitem sentir o palpitar de minha existência,  que  se estende a cada um de meus amigos e pessoas queridas que fazem parte de minha vida.

 

                Não devo pensar que a simples virada de ano no calendário fará com que mudemos tudo num passe de mágica. Em todos os nossos propósitos tem que haver a nossa vontade, esforço e outras virtudes.

              Não deixem que o desânimo ocasionado pelo cansaço, faça de um momento um fardo pesado. Sempre que alguma dificuldade quiser tirar suas forças pare  e pense em quantos momentos felizes você viveu, e vislumbre que a vida vai muito mais além...

                Assim, todos poderão  desfrutar das mesmas sensações que me permitiram sentir uma enorme felicidade por simplesmente estar viva.

                Nunca esqueçam de recordar Deus, que é quem preside todos os momentos de nossa existência e nos deu o mais valioso que possuímos: a  VIDA.

Amigos, que os estímulos alcançados com as conquistas e realizações sejam fonte de força para a caminhada em 2016.

“Dedique um minuto ao dia, pelo menos, a ver o sol refletindo em suas mãos, em seu rosto, e a render-lhe a homenagem de sua GRATIDÃO, ainda que seja apenas pelo fato de receber  sua luz e seu calor”  (Sabedoria Logosófica).

 

A TODOS VOCÊS UM ABRAÇO FORTE E UM DESEJO IMENSO DE QUE SEJAM MUITO FELIZE

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Cumprimentos e Saudações, PEAPAZ!!!

                                          

       de algumas sementes

     que idealistas  lançaram,

     espelhadas pelo vento,

         foram crescendo.

 

         Tendo no comando

     A nossa querida poetisa, Silvia.

      Muitas sementes de pedigree

      Nasceram  e perfumaram o ar.

 

       Vimos violetas  africanas, lindas,

       Rosas,  as mais belas e cheirosas.

      Buganvíleas de muitas cores a subir

                   junto ao portal.

 

      A cada ano crescem e reflorescem,

       As plantas são sempre  regadas ,

       Cuidadas  e mudadas, se preciso for!

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

A força da poesia e dos Poetas

Guardas na palheta de teus sentimentos
A cor e o brilho  das estrelas.
Do sol, raios de luz,
Do mar, a força para lutar,
Da Natureza as flores e pássaros coloridos.
A luz da aurora, quando desperta o dia,
O mistério do fresco vento e da doce brisa
Que balança as árvores e acaricia os cabelos
Da jovem faceira que passa.

Sentimentos fluem de teu coração
Em lágrimas de saudades e de emoção,
Que vertem de teus olhos em compaixão
Perante a tristeza do velho solitário,
E escorrem de teu rosto diante
da alegria inocente das crianças,
Dos animais maltratados,
Das plantas e do planeta vilipendiado.

Descem de teu olhar derramando-se
Luzes que se quebram
Em feixes coloridos,
Arco íris de Paz e de amor,
Paz que anseias para um mundo,
Onde a harmonia prevaleça,
E o Amor seja aprendido
E aplicado a todos os seres viventes,
Só porquê és poeta e vives em uma dimensão
Onde tua sensibilidade alcança outros matizes.

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

Antigo Templo na Floresta

 

  Como não chamar-nos a  atenção, pessoas e coisas que são diferentes do que conhecemos?.

As florestas encantam pelas belas plantas floridas e pelos animais que vivem alí.

Muitas são as  tribos, as aldeia de índios, com seus costumes, língua e com a própria

maneira de viver.   Com suas crenças, suas imagens, a própria língua indígena e as lendas que contam.

Durante  centenas de anos,  foi-nos ensinado nas escolas que o Brasil foi  “descoberto” por portugueses, que quando aqui chegaram encontraram os indígenas tupiniquins.

Nos dias de hoje, historiadores  tem outra visão a este respeito. Se já aqui havia indígenas com seus costumes, o nosso país não foi descoberto, ele foi encontrado. Com  muitas pesquisas, a História, a Antropologia e outras ciências já  estudam  outras teorias. Antes dos portugueses chegarem aqui, chegaram os espanhóis  e outros povos.

Para mim, toda a nossa História, junto a Portugal,  tem partes  interessantes, mas muitas crueis também. Basta que a leiamos mais profundamente, o que foi o colonialismo português no Brasil.

Há algum tempo, saiu uma notícia num jornal, desculpem-me por não lembrar o nome do mesmo, mas ainda  vou pesquisar a este respeito.  Noticiava que cientistas descobriram embrenhada na Floresta Amazônica, em lugar distante,  nunca mexido, uma construção muito grande, e diferente,  da qual   ninguém nunca mencionou em estudos. Que povo deve ter construído? Para que?

Aí já será uma parte desconhecida da nossa História.

Há uma hipótese de que os indígenas brasileiros, possam ter chegado de outras terras distantes em épocas remotas.

Qualquer construção encontrada no meio de uma floresta cerrada, oferece muito a  ser estudado.

                              Arlete Deretti Fernandes

                                          Bras

Saiba mais…
PRATA BABPEAPAZ

15 de outubro é o Dia do Professor

    Ao  Mestre, com Carinho

                                                                                             Arlete Deretti Fernandes

“Todo aquele que passa por nossa vida, não vai só,

Deixa um pouco de si e leva um pouco de nós”.    

 

No dia“15 de outubro” é a data em que comemoramos em nosso país o Dia do Professor.

Neste dia, em 1827 , Pedro I, Imperador do Brasil, baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil.

Foi somente em 1947, 120 anos após,  que ocorreu a primeira comemoração de um dia efetivamente dedicado ao professor.

Iniciou-se a lembrança desta data em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 daRua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como "Caetaninho". O longo período letivo do segundo semestre ia de 1 de junho a 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia  15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, Piracicaba, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A sugestão foi aceita e a comemoração teve presença maciça - inclusive dos pais. O discurso do professor Becker, além de ratificar a idéia de se manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase " Professor é profissão. Educador é missão".

Até os dias de hoje, milhares de professores fazem seu trabalho com amor, com paixão, com muita dedicação. A empatia, a simpatia, a amizade surgida entre mestres e alunos é uma energia que alimenta nossos ideais de amor pela humanidade.

Ensinar, transmitir  a outra criatura o conhecimento, dar-lhe orientação, ensinar-lhe conceitos para que possa viver melhor e ser feliz, é colaborar com o próprio Criador.

O vínculo  que criamos de professor e aluno é  algo sublime. É muito bom e gratificante encontrar  alunos na rua ou em outro local que, depois de muito tempo vêm ao nosso encontro e cumprimentam-nos com alegria e gratidão. 

Todas as pessoas consideradas de alta cultura e que atuam em cargos e profissões relevantes para uma Nação, como por exemplo, juízes em tribunais, médicos, senadores, governadores de Estado e até Presidentes da República, passaram por professores que os ensinaram desde as primeiras letras.

É difícil compreendermos o porque da falta de valorização do magistério, em todos os níveis. Ao fazermos um estudo mais profundo, descobrimos como a História da Educação em nosso país teve e tem grandes mestres, mas por outro lado esteve e está atrelada a muitos outros interesses nada nobres.

Parabéns, professor!!! 

 

Referências: WEB                                               

                                            

 

 

 

Saiba mais…