3542366279?profile=original

3542366379?profile=original

Trovas sobre a vida do povo cigano

Tema Coração cigano

Autora Té­­.Etelvina Gonçalves da Costa

Poeta e escritora do Peapaz

Portuguesa

Trovinhas de amor cigano

De Té

3542366520?profile=original

1

Cigana da minha vida.

Cigana encanto meu.

Quero-­te na minha  vida.

Tu és minha, eu sou teu

3542366556?profile=original

2

Cigana teu porte lindo .

Saia de seda a brilhar. 

 Brincos de ouro tão fino.

Vem comigo,vem dançar.

3542366535?profile=original

3

Tua chinela bordada.

Teu corpete a cintar.

 Teu corpo minha amada.

 O vou erguer num altar

3542366611?profile=original

4

Vamos fazer nossa vida.

Um cantinho para morar.

 Quero-te na minha vida.

Para nossos filhos criar.

3542366580?profile=original

5

Vens comigo para a venda.

Nosso sustento angariar.

um trabalho que renda 

e nada  nos vái faltar

3542366669?profile=original

6

Nossos filhos a riqueza.

 fortuna do nosso lar

 cuidamo-los com firmeza.

e muito os vamos amar.

3542366645?profile=original

7

Nossos filhos  a beleza.

Que adorna nosso lar.

e podes ter a certeza.

 Vão para a escola estudar.

3542366596?profile=original

8

Vamos ter um ranchinho

De lindos filhos cuidar.

 amá-­los com carinho.

não os vamos descuidar

3542366699?profile=original

9

À noite junto à lareira.

Que aquece  nosso lar.

Aquietam a brincadeira.

 E nossa história escutar

3542366727?profile=original

10

Somos  um povo antigo.

Suas raízes milenares .

 já se perdem no tempo

Outros lados de mares

3542366738?profile=original

11

De exclusão sofriam

Em todo e qualquer lugar

Julgavam-nos  foragidos

Povo sem pátria sem lar.

3542366778?profile=original

12

 Andarilhos do mundo.

Procurando onde ficar.

Sentimento profundo.

Os fazia desesperar

3542366831?profile=original

13

Seguiam  sem destino.

 Por companhia o luar.

Em perigosos caminhos

 paravam para descansar

3542366747?profile=original

14

Noites frias a nevar

 fogueiras a crepitar

um caldo para cear

a coragem a segurar

3542366789?profile=original

15

Uma tenda para abrigar

 Mulheres e  crianças

Os homens a cuidar

da protecção do lugar

 

3542366840?profile=original

16

Andarilhos deste mundo.

procuravam um lugar

seu desespero  profundo

os fazia continuar

3542366859?profile=original

17

O Coração de  cigana.

doçura, carinho e amor.

 delicada e afectiva 

mulher sem temor

3542366796?profile=original

18

Dos  rituais  do passado

Cultura  a preservar

O Romanin era falado

e entre si comunicar

3542366851?profile=original

19

Sentiam a indiferença 

 com que eram olhados

receosos com tristeza

até eram apedrejados

 

3542366875?profile=original

20

 Mãe cigana é respeitada

Boa esposa, mãe zelosa

 Seu prestígio avaliado

Matriarca  cuidadosa

3542366962?profile=original

21

E  tanto há para narrar

Deste povo  em convulsão

Até que achassem lugar 

E vencerem  a exclusão

3542366889?profile=original

22

Nesta pátria Portuguesa 

Foram bem recebidos 

São felizes com certeza

E não se  sentem banidos

3542366907?profile=original

23

Aos mais carenciados 

 Apoios para os ajudarem

E já há endinheirados

feirantes a negociarem

3542366971?profile=original24

 Suas festas famosas

Cores brilho e magia

Mulheres muito formosas

 Vestem com primazia

3542366901?profile=original

25

Não há ricos nem pobres

Convivem irmanados

Revelam-se  povo nobre

e se apoiam solidários

3542366918?profile=original

26

De Té Etelvina Gonçalves da Costa

Postado em Peapaz

Datado de:30-03-2017

3542366982?profile=original

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Assim aprendi algo que me enriquece minha querida Mestra SILVIA ou melhor... Sílvia Maria Leite Mota, IWA !

    NÃO É AO ACASO, QUE ASCENDESTE A MEMBRO da International Writer and Artists Associations (IWA)!

    3544038024?profile=original

    Grata pela explicação da Trova que ainda se põe a pergunta: Trova então É diferente das Quadras?! 

    Em Portugal no Minho, existe muito as quadras populares que são bordadas em lenços chamados os Lenços de Namorados! E no inicio destas Trovas de nossa Poetisa TÉ, senti-me lançada  nesse mar de romantismo lindo, nas quadras dos Lenços de namorados!

    Beijosssss de poesiaaaaaa de respeito e de amizade!

    3544038210?profile=original

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Querida Poetisa TÉ!

    3544036361?profile=original

    3544036740?profile=original

    beijos de poesiaaaaaaaa! 

    Chantal Fournet

    3544036650?profile=original

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Que belos versos, minha querida.

    Bjssss

    • Obrigada querida fico sem jeito com elogios de quem tem grande valor poético que me ultrapassa...continuo aprendiz de feiticeiro beijos 

      Tongue.gif

  • Quanta beleza e primazia tem seus versos! Ficou belíssimo e muito agradável de ler, parabéns! Super abraço!

    Imagem relacionada

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Adorável inspiração! A saga cigana em versos. Consegues abarcar diversas facetas da vida cigana. Lindo, isso!

    Quanto ao formato poético, aqui denominado "trova", permita-me algumas considerações, e, que não sejam consideradas as minhas observações, como crítica que desfavoreça a tua inspiração, mas como singela contribuição aos seguidores do formato trova. Apenas isso.

    Na realidade, ainda que tenham sido enumeradas as estrofes, para oferecer-lhes a autonomia exigida pela trova (percebi esse cuidado por parte da autora), trata-se de um poema realizado em diversas estrofes de quatro versos. A trova é um poema completo, por si, realizado de forma rígida, em quatro versos setessílabos (redondilha maior). O pensamento do poeta não necessita de acréscimos, nem de versos que antecedam a sua criação. É uma expressão artística da síntese.

    As duas primeiras estrofes que apresentaste, ainda que não obedeçam à métrica exigida pela trova, expõem um pensamento completo, mas, com as demais estrofes isso não ocorre. Não se constituem em unidade poética. São várias estrofes, que apresentam continuidade do pensamento, de uma para outra, o que transforma a apresentação em um belo poema constituído sob estrofes de quatro versos. Como exemplo do que estou a dizer, cito as estrofes 22 e 24, que não se desenvolvem com autonomia. A estrofe 22 promove a seguinte pergunta: "quem são queridos?" e a estrofe 24 inicia com a conjunção "mas", que lhe oferece o tom de continuidade do pensamento. Os elementos apresentados nessas estrofes dependem da existência de outro(s).

    Finalizo, por afirmar que a tua poética encanta e seduz o leitor, independente de serem trovas ou não. E, isso é o que nos importa, realmente. Agradeço-te a rica, bela e alegre participação.

    Beijossssssssssss

    • BRONZE BABPEAPAZ

      Assim aprendi algo que me enriquece !

      NÃO É EM VÃO QUE ASCENDESTE A MEMBRO da International Writer and Artists Associations (IWA)!

      3544368229?profile=original

      Grata pela explicação da Trova que ainda se põe a pergunta: Trova então É diferente das Quadras?! 

      Em Portugal no Minho, existe muito as quadras populares que são bordadas em lenços chamados os Lenços de Namorados! E no inicio destas Trovas de nossa Poetisa senti-me lançada  nesse mar de romantismo lindo! nas quadras dos Lenços de namorados!

      Beijosssss de poesiaaaaaa de respeito e de amizade!

      3544368467?profile=original

    • BRONZE BABPEAPAZ

      querida Mestra

      no meu comentario usei a expressão errada e em vez de "Em vão", queria dizer "não é ao acaso que..."

      Renovando meu aplauso e agradecimento

      beijossss de poesiaaaaaa

      3544391003?profile=original

    • Obrigada Chantal  não sou mestra querida sou aprendiz de feiticeiro   kkkkkkk beijos de poesia e magiaTongue.gif

    • BRONZE BABPEAPAZ

      Querida Té o comentário era para Silvia Mota, nossa Mestra! ahahah Porque aprendi aqui com o comentario dela sobre TROVA!  Mas fica confuso no meio dos comentarios!

      Vou fazer uma chamada propria porque coloco uma pergunta e gostava de saber!!! 

      Beijos querida poestisa Té!

      Chantal Fournet3544403875?profile=original

This reply was deleted.