BRONZE BABPEAPAZ

Chamas na alma.

3542368743?profile=original

Poema

Chamas na alma.

 

Queima a fogueira lentamente

Seu brilho reflete os olhares

Calor que envolve os ciganos

Violinos e violões tocam

 

Bailam os corpos apaixonados

Magia, fogueiras os atraem

Casais dançando selvagemente

A dança do amor os envolve

 

Chamas na alma e promessas mil

Sentem seus corpos estremecerem

Libido, desejo a paixão

 

Murmúrios de amor nas tendas

Brasas se apagam lentamente

Corpos saciados se enlaçam

 

Dione Fonseca

10/10/2017

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.