MÃE: Orgasmo e seiva primordial!

3542362144?profile=original

ju3nbm8o0kp.gif?width=250

3542362531?profile=original

À tua sombra, mãe,

cresci,

fiz-me do tamanho dos meus sonhos,

permaneci na vertical dos meus projectos,

ri e chorei, gritei e calei, ouvi...

Ouvi-te falar com olhos rasos de encanto

e mãos ensandecidas de carinho e paz,

fazendo gestos sempre mais largos

de incentivo e desassombro.

 

És (serás) porta aberta ao amanhã

de todos os dias inteiros

- vergastados de dores sem tamanho

ou incensados de sorrisos e beijos -

janela escancarada para todas as claridades,

clarabóia que a luz penetra e transforma,

lago de silêncios com perfumes diluídos,

onde a alma fica em suspenso e o corpo

se liberta para alcançar o paraíso

do teu colo maternal.

 

Todas as tuas palavras são lições de amor

sem condições

e mesmo os teus reparos são serenos

exercícios de aceitação e prudência.

 

Pacífica, lavas-me do medo!

Serena, alagas-me de mimos!

Mulher, unges-me de vida!

Cigana, libertas-me

para que seja onda de sal

a dar sabor ao tempo e ao espaço

onde me deixo fecundar para ser, como tu,

orgasmo e seiva primordial.

ju3nbm8o0kp.gif?width=275

 

Paulo César * Portugal

Em 26.Fev.2017 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • OURO BABPEAPAZ

    Mil perdões caro escritor e amigo Paulo Cesar, já havia colocado o seu diploma, porém tive que retirar, errei na contagem de votos. Agora fiz os acertos. Meus parabéns pelo poema que encanta!

    3544006836?profile=original

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    3544000323?profile=original

    Profundo, na sua essência...

    Forte. Visceral.

    "Pacífica, lavas-me do medo!

    Serena, alagas-me de mimos!

    Mulher, unges-me de vida!"

    Belíssimos versos!

    Parabéns e Felicidades!

    Beijossssssssssssssss

    P.S. A foto causou-me estranhamento, pelas linhas acentuadas das mãos e pescoço da mãe que alimenta os filhos. Saí em busca da foto original, até encontrá-la.

    Série de ciganos do Alentejo:

    http://observador.pt/2015/03/11/ciganos-do-alentejo-numa-exposicao-...

    Título da foto: "Maria, João e Isaac".

    Autor: Pierre Gonnord, fotógrafo francês com residência em Madrid, que se dedica a fotografar comunidades marginalizadas de forma quase pictórica.

    3544000270?profile=original

  • Que bela poesia. Encantadora!

  • OURO BABPEAPAZ

    Que belo este poema...até arrepiou minha alma!

    Parabéns poeta, consegue atingir o âmago dos que deitam os olhos sobre suas linhas.

    Um primor de poema querido Paulo César...aplausos

    Beijos

    3543985141?profile=original

This reply was deleted.