CATIVO ESTOU DO TEU ENCANTO QUE ME CONDENA

3542201711?profile=original

CATIVO ESTOU DO TEU ENCANTO QUE ME CONDENA

Na esquina do meu pensamento
Encontrei-te minha Cigana feiticeira
Pediste-me para leres a minha sina
Que és boa e perfeita e verdadeira
E eu que queria apenas um acalento

Estendi-te sem reservas a minha mão
Eu dei-te a esquerda e tu queria a direita
Perguntaste-me desta troca a razão
Aleguei que para canhoto é a certa
E julgo ser o que me liga ao coração

De relance meus olhos cruzaram aos teus
Ao meu redor tudo se transformou de repente
Vi em ti minha deusa e quis ser teu deus
E nas asas do vento os dois surpreendentemente
Voamos para os confins dos altos céus…

Cigana feiticeira não quero que leias a minha sina
Quero que me enganes e me digas o que quero ouvir
Que o amor… Velho se renovará no que me destina
E voltará para me fazer viver e me fazer sorrir
Que cativo estou do teu encanto que me condena!

Imagino-me cavaleiro e no meu cavalo de vento
E tu na garupa e nós disparados e sem destino
Loucos e perdidos no tempo que persinto
Jamais voltará e que é o meu puro destino
Lido por ti e que eu já sabia por certo instinto!  

 

João Furtado
Praia, 06 de Outubro de 2014

http://joaopcfurtado.blogspot.com

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • MARCIA

    Que dizer que ainda não foi dito
    Nada, sei e só nisto acredito
    Tudo que escrever já foi escrito
    Mas um abraço e obrigado repito!

  • MÁRCIA DESCULPA

    Márcia alma cigana perfeita 
    À minha intenção era fazer você rir
    Rir e sorrir e nobre emoções sentir
    Como posso eu me perdoar de com esta feita
    Inchar teus olhos e enche-las de lágrimas inoportunas?
    Apenas uma alma cigana como a tua pode tão breve esquecer…  

  • Obrigao também eu pelo presente recebido!

    Abraço irmão!

  • AMEM

    Ventos que aos ouvidos segredam mansinho
    As páginas do eterno e divino livro são
    Remessas do passado que ao futuro enviam
    Recordando ao presente por sol iluminado
    Importantes histórias da vidas e belas
    Culturas que o futuro precisa e necessita
    Conhecer na tradição do dizer do ancião
    Hoje e agora que “naquele tempo era assim…”
    Imitando a Mãe Natureza a quem respeitávamos
    O futuro… Se queremos que exista… tem que ser assim!

             Abraços e Obrigado

  • OBRIGADO IRMÃ CIGANA

    Minha amada Cigana Feiticeira ti levo
    À garupa das asas do Vento-Leste
    Repleta de emoções, mil e uma léguas voaremos
    Com indefinido destino iremos até ao fim
    Imaginem se puderem a linha do horizonte
    Ali onde o mundo acaba lá estará a nossa tenda!  

    Cabelos ao vento da minha cigana são nuvem
    Riscadas nos céus que com os mares se beijam
    Informes lá onde a imaginação pensa ser o fim
    Sempre sonhado e jamais alcançado por homem
    Tudo ali continua e se prolonga no espaço que contem
    Imensas história que o tempo esforça por esquecer
    Não conseguindo jamais, pois os poetas teimam em recordar
    À noite a luz da fogueira aos filhos do vento e da imaginação!

        Abraços ciganos.


  • OURO BABPEAPAZ

    Belíssimo poema, que fala de um belo Amor Cigano...

    Imagino-me cavaleiro e no meu cavalo de vento
    E tu na garupa e nós disparados e sem destino
    Loucos e perdidos no tempo que persinto
    Jamais voltará e que é o meu puro destino
    Lido por ti e que eu já sabia por certo instinto!  João Pereira Correia Furtado

    Falou com muito encanto e no final não fugiu do tema... "Cavalo de vento"

    Amei, sutil, porém decidido...

    Mil aplausos

    Uma semana de paz

    Beijos

    • JANETE

      Janete mais uma vez, meu muito obrigado
      Andava cá a tremer… com tanto de medo
      Nesta ousadia de me fazer Cigano em espírito  
      Eu que, com e como a Cigano Negro, acredito
      Tentei entrar neste nómada pensamento
      E viajar pela inspiração na garupa do vento!

          IGUALMENTE, UMA SEMANA DE PAZ E DE POESIAS


This reply was deleted.